Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Busca: covid
Limpar filtros
Cinema em sala de aula virtual como incentivo a leitura e a escrita no ensino remoto
Vivências de Sala de Aula

Nossa vida diária é permeada por diversos gêneros discursivos – orais e escritos, impressos ou digitais – que organizam nossa comunicação. Nesse contexto do mundo letrado, o aluno é inserido e convidado a ler e a produzir não só textos escritos, mas também orais de maneira ativa, interativa e criativa. Partindo da relação cinema e educação remota, este artigo analisa a inserção de filmes nas aulas remotas como ferramentas educativas que podem contribuir para a expressão oral, escrita e interpretativa dos alunos do Ensino Fundamental II, neste cenário de pandemia de covid-19, e averiguar a contribuição no processo de ensino-aprendizagem como prática pedagógica prazerosa, inovadora e socioconstrutiva na modalidade de ensino remoto.

"É tudo pra ontem": reflexões acerca do processo de ensino-aprendizagem em tempos de pandemia
Antropologia, Psicologia, Sociologia, Educação a Distância, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Outras Mais Específicas e Política Educacional

Naquela sexta-feira, quando o governo sinalizou que as escolas deveriam ser fechadas talvez por uns quinze dias, eu jamais imaginei que teríamos que a partir dali literalmente nos reinventar como profissionais do ensino, como profissionais da educação. "Não apareçam aqui na segunda nem na terça-feira, aguardem um posicionamento com relação a quarta-feira…". Confesso que um, dois dias pra dar uma respirada, uma descansada, poderia ser bom; não seria nada mal, aliás. Na mesma sexta-feira recebi um e-mail dizendo que eu deveria me apresentar numa nova escola na segunda-feira.

Trabalho escolar em tempo de isolamento social: percepções e sentimentos de operadores da educação em relação ao seu trabalho e ao trabalho dos estudantes
Educação a Distância

Este artigo apresenta um estudo exploratório sobre as percepções e sentimentos de operadores da educação de uma escola de Educação Básica a respeito de seu trabalho e do trabalho dos estudantes durante o período de isolamento social. Nesse período, foi instituído um programa de atendimento aos estudantes por meio de uma plataforma online, onde eram disponibilizadas as atividades pedagógicas não presenciais. Os dados indicaram que a necessidade de exercer o trabalho docente e a mediação com a aprendizagem dos estudantes de forma remota veio acompanhada de preocupações e inseguranças quanto ao rumo do próprio trabalho docente e da qualidade da aprendizagem dos estudantes.

Ensino remoto: o desafio na prática docente frente ao contexto da pandemia
Instituição Escola

Este artigo retrata os desafios do ensino remoto no contexto de isolamento social, no qual se tem vivenciado uma problemática no âmbito escolar e social no mundo inteiro; essas mudanças têm acarretado no ambiente escolar a busca de formações continuadas pelos professores que possibilitem o desenvolvimento de uma educação de qualidade. A busca dos educadores por novas metodologias ativas redefinem a didática de suas práticas pedagógicas perante as novas demandas tecnológicas. Foi realizada revisão bibliográfica e de artigos sobre a pandemia e impactos na educação para uma compreensão significativa.

A importância da abordagem significativa no contexto lúdico durante o ensino remoto
Botânica, Ecologia e Meio Ambiente e Vivências de Sala de Aula

O projeto teve como objetivo inserir uma proposta lúdica – o Jogo dos Biomas Brasileiros – introduzindo a aprendizagem significativa com a intenção de melhorar o processo de ensino-aprendizagem. Foi nítida a participação da maioria dos alunos; durante a atividade on-line, foi mencionado que outros educadores poderiam desenvolver atividades lúdicas com o intento de proporcionar momentos em que eles pudessem ser mais participativos e colaborativos. Por fim, a temática precisa ser mais contextualizada para fornecer mais embasamento teórico e tornar o discente capaz de caminhar e prosseguir com os estudos direcionados à Ecologia.

Aplicação do jogo Animais em Ação durante o ensino remoto síncrono: uma experiência com um aluno autista
Educação Especial e Inclusiva e Vivências de Sala de Aula

O presente trabalho busca relatar as experiências vivenciadas com a aplicação do jogo Animais em Ação em aula remota de Biologia, em uma escola privada no Rio de Janeiro, para a motivação e o aprendizado de um aluno autista. A atividade lúdica foi aplicada para atender o interesse desse discente, que se inspira pelo tema mencionado; tal fato contribuiu para instigá-lo na busca de outros recursos digitais importantes para sua formação e inserção na sociedade e aumentar sua autoestima na tentativa de torná-lo mais autônomo e criativo.

Educação Infantil em tempos de pandemia: desafios no ensino remoto emergencial ao trabalhar com jogos e brincadeiras
Educação Infantil

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, o ensino remoto se tornou a saída para que os alunos não deixassem de estudar. No entanto, com a necessidade de suspensão das aulas presenciais, muitas questões foram surgindo a respeito do ensino remoto para as turmas da Educação Infantil, pois seu período escolar é visto como uma das etapas mais importantes no processo da Educação brasileira. É nesse momento escolar que as crianças começam a interagir e descobrir o mundo a sua volta, fora do seu ambiente familiar, fazendo amigos e aprendendo a conviver e respeitar as diferenças culturais.

Um laboratório de Biologia em casa: simulando a ação da enzima catalase na batata
Biologia e Biociências e Química

A Bioquímica e a Citologia são áreas complexas da Biologia que possuem diversos mecanismos e termos que devem ser efetivamente assimilados e compreendidos pelos alunos. Para vencer tais obstáculos, propomos a abordagem de uma aula prática com materiais simples e de baixo custo, sem a necessidade de laboratório físico. Nesta proposta de aula prática, os alunos irão vivenciar a ação da enzima catalase na batata (Solanum tuberosum L.) e confrontar a ação de diversos fatores, como calor, variação de pH (ácido e base) e sais na ação catalítica dessa enzima.

Jogos didáticos digitais: recursos para estimular o ensino e a aprendizagem de Física
Física, Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

O tema ensino de Física vem sendo discutido, durante anos, em diferentes eventos, debates, palestras etc. entre os professores de Física. Inúmeros trabalhos mostram possíveis caminhos para melhorar o processo de ensino e aprendizagem de Física, mas nem sempre as condições são favoráveis para estes profissionais refletirem em possíveis mudanças; por exemplo, os recursos financeiros e o tempo. O ensino tradicional é um dos motivos que levam os alunos ao desinteresse pela disciplina Física. Sabendo dessa problemática e vivenciando um período em que os jogos estão cada vez mais fazendo parte do cotidiano das pessoas, este trabalho desenvolveu dois jogos didáticos virtuais, intitulados A Física na Memória e A Física nas Palavras como ferramenta de ensino para estimular os professores de Física a refletirem sobre os seus trabalhos e a explorarem a tecnologia, especificamente o computador e o software PowerPoint, os conhecimentos dos conteúdos de Física e, por fim, a criatividade para melhorar o ensino de Física na sala de aula.

Milton Santos e o atual estado de coisas: reflexões em tempos pandêmicos
Geografia

Este capítulo pandêmico da nossa história fatídica não é um ponto fora da curva. Ele reforça a confusão que a globalização tornou possível entre as escalas e submete ainda mais a Natureza à fragmentação das imagens, aos discursos superficiais da funcionalidade comunicativa. A globalização perversa, como ensina Milton Santos, subverte escalas e nos aparta ainda mais da Natureza. A ciência, hiperespecializada, tornou-se cega a fenômenos complexos. A pandemia, sem contexto, reduz-se a espetáculo.