Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Avaliação; Educação a Distância; Educação Especial e Inclusiva; Educação Infantil; Formação de Professores; História da Educação; Instituição Escola; Vivências de Sala de Aula
Limpar filtros
Orientação Educacional – mediação e intervenção diante da indisciplina escolar
Educação Infantil, Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

A família, a comunidade e a sociedade em geral são imprescindíveis ao processo educacional; a relação educador-educando pode ser mediada pelo orientador educacional, estabelecendo harmonia quando conflitos passam a despontar, jamais olvidando o papel dos responsáveis e da sociedade como um todo. Para avaliar como intermediar essa relação, foi feita pesquisa bibliográfica e entrevista. Concluímos que é possível diminuir a indisciplina, orientando o docente a manter com o discente uma relação além do conteúdo disciplinar.

Educação Ambiental para a qualidade de vida a partir da utilização e descarte de medicamentos
Ecologia e Meio Ambiente, Saúde e Vivências de Sala de Aula

A Educação Ambiental tem possibilidade de unificar saberes no contexto escolar, contribuindo para a formação de cidadãos críticos e atuantes na preservação do meio ambiente. Este estudo exibe uma discussão sobre a realização de um projeto de Educação Ambiental tendo como tema gerador uso e descarte de medicamentos; o objetivo foi investigar a percepção dos estudantes com uso e descarte de medicamentos e o grau de informação a respeito de suas implicações em relação á saúde pública e/ou ao meio ambiente e assim promover ações que alcançassem a comunidade escolar, a fim de sensibilizar, conscientizar e orientar para o correto destino final. O estudo foi desenvolvido em 2018, com 225 alunos do Colégio Estadual Newton Ferreira da Costa, em Curitiba/PR. Pôde-se concluir que a temática dos medicamentos contribui para a responsabilidade socioambiental, com o desenvolvimento de ações que possibilitam a minimização dos impactos ambientais negativos, potencializando discussões que emergem das relações entre os seres humanos, sociedade e natureza.

As práticas docentes ao ministrar os conteúdos de Arte e suas inflexões na contemporaneidade
Formação de Professores, Vivências de Sala de Aula e Outras Mais Específicas

Este estudo reflete sobre as práticas docentes ao ministrar os conteúdos de Artes no Ensino Fundamental II na Unidade Escolar Ozildo Albano e como são selecionados os conteúdos do componente curricular de Artes para a prática em sala de aula e procura discutir pontos importantes sobre a seleção adequada desses conteúdos, levando em consideração a flexibilidade e a consonância com o que estabelecem as diretrizes para o ensino de Artes. Atualmente constatam-se grandes mudanças no ensino de Artes na Educação Básica, tanto do ponto de vista teórico como curricular. Para abordar essas transformações, desencadeou-se uma pesquisa documental com abordagem bibliográfica e de campo de como vêm sendo selecionados e ministrados esses conteúdos. A partir da análise dos resultados coletados pretende-se elucidar questões presentes na escola pesquisada para servir de reflexão e que contribuam para que outros professores que ministram a disciplina procurem trabalhar com mais coerência.

O distanciamento da Educação Inclusiva do chão da escola e o (des)preparo da equipe escolar
Matemática, Educação Especial e Inclusiva e Formação de Professores

A Educação Inclusiva é um ganho não apenas para a pessoa com necessidade de inclusão como também para toda a sociedade; com isso, este artigo tem por objetivo compreender o desenvolvimento dessa educação, seu amparo legal além das argumentações em fóruns que vieram contribuir para a propagação e fortalecimento dessa causa, abordando também a formação do professor com vista à inclusão. Aqui a abordagem de discussão será a deficiência visual, a auditiva, a física e a múltipla, apesar de não explicitá-las claramente, pois se sabe que há diversas outras limitações apresentadas em documentos oficiais, como a Constituição Federal. Trataremos do processo histórico da inclusão de alunos com deficiência com aporte às leis que vigoram e sua importância para a garantia do acesso e permanência na educação; se há alunos em situação de inclusão, é perceptível a necessidade da formação de professor com vista a atender a essa demanda, e é sob esse olhar que discutimos a pratica docente advinda de sua formação. A metodologia terá como aporte teórico as leis e referências de autores que tratam do tema em questão.

Aspectos pedagógicos presentes na atuação do secretário escolar
Formação de Professores e Instituição Escola

Apresentamos como questão norteadora a análise do conflito inerente à atuação do secretário escolar, tendo como objetivo identificar aspectos pedagógicos presentes na sua prática. Metodologicamente, apoiamo-nos nas contribuições da revisão bibliográfica, com abordagem qualitativa, articulando-a à pesquisa documental. Como fonte de dados, recorremos a legislações que se correlacionam à temática, buscando analisar o plano de ação de uma secretaria escolar. O referencial teórico estrutura-se a partir de importantes estudiosos. Consideramos que, embora o secretário apresente formação técnica, manifesta atributos de caráter pedagógico construídos nas relações estabelecidas com os atores presentes no cenário educacional.

Práticas e instrumentos de inclusão: Libras, Braille e mediação escolar
Educação Especial e Inclusiva

As formas de linguagem e comunicação são essenciais no processo educacional. Sendo assim, a oferta de instrumentos de inclusão como a Libras e o Braille ajudam a realizar a inclusão de alunos portadores desse tipo de deficiência. Mas, para que isso ocorra de maneira adequada, é fundamental a capacitação e a oferta de profissionais.

Relato de experiência: proposta didática de ensino de Física com alternância de metodologias em uma classe de Educação Infantil
Educação Infantil

Este estudo traz um relato de experiência realizado com crianças da Educação Infantil em uma creche no município de Duque de Caxias. As atividades elaboradas se alinham com a proposta de ensino investigativo e foram realizadas em espaços formais (sala de aula e demais ambientes da creche) e espaços não formais (visita exploratória ao Museu da Vida, da Fiocruz). O projeto desenvolvido tem interfaces com o ensino da Física – experiência com cores e sons.

A música no contexto da Psicopedagogia e a utilização de instrumentos musicais como ferramentas de aprendizagem
Saúde, Psicologia, Educação Especial e Inclusiva, Educação Artística e Música

A música estimula o pensamento e a ordenação de espaço e tempo. A música e os instrumentos musicais devem ser utilizados para tentar superar algo que não foi possível da forma convencional. Por haver esforço espontâneo da parte do indivíduo, talvez ele esteja mais empenhado para compreender algo que antes não foi possível. O objetivo da utilização de instrumentos musicais para esses casos é semelhante aos jogos.

Das partes ao todo: possibilidades de extrapolação da interdisciplinaridade para além do ambiente educacional
Formação de Professores

O presente ensaio trata da presença da interdisciplinaridade e de sua importância no nosso cotidiano, em que pode ser considerada uma estratégia de libertação e inovação das formas de conhecer. Para tanto, foram confrontadas três obras de três autores diferentes, Bell Hooks, Edgar Morin e Ivani Fazenda, foram tecidos os sustentáculos argumentativos deste ensaio e elaborada uma escrita crítica sobre a apresentação da interdisciplinaridade no nosso meio e de como ela pode se estender para um cenário além da sala de aula.

Reflexões sobre a escola em ciclos no Brasil – uma análise crítica
Instituição Escola e Política Educacional

Este trabalho visa apresentar uma perspectiva crítica acerca da política de progressão continuada no Brasil e seus esforços na tentativa de combater os índices de evasão escolar. Para isso, faremos em um primeiro momento um delineamento histórico a respeito da implementação das escolas em ciclo sob a égide da progressão continuada e em seguida algumas considerações, relacionando o tema aos interesses dos organismos internacionais na educação brasileira, apontando alguns desdobramentos.