Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Retrospectiva do trabalho desenvolvido pelo Clube de Astronomia Marcos Pontes no Ano Internacional de Astronomia em Itaocara

Adriana Oliveira Bernardes

Coordenadora do Clube de Astronomia Marcos Pontes

Girando... Girando... Ao redor do sol...

Trecho da música utilizada no ensino de astronomia para crianças, pelo Clube de Astronomia

Em 2006 iniciamos um trabalho voluntário que visava a divulgação da Astronomia entre crianças, jovens e adultos através do Clube de Astronomia Marcos Pontes, em Itaocara, região noroeste do Estado do Rio de Janeiro.

O clube foi formado por alunos e professores do Colégio Estadual Teotônio Brandão Vilela, que se localiza na mesma cidade.

Surgido a partir de um apelo dos alunos, que nutriam pela Astronomia um interesse peculiar – que muitas vezes é desprezado dentro das escolas, o clube iniciou suas atividades direcionando seus eventos ao público da 1ª à 4ª série do Ensino Fundamental, com crianças de 6 a 12 anos, aproximadamente.

Ainda em 2006 desenvolvemos o projeto Astronomia para Crianças: Um Universo de Descobertas, no qual utilizando recursos tecnológicos, na sala de informática, com a produção de objetos de aprendizagem, aproximávamos as crianças do tema e também da sala de Informática, que na época, diferente do que é hoje em dia, não era utilizada pela comunidade escolar.

O projeto foi apresentado na II FECTI (Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação), mostrando um grande potencial.

O projeto em si tinha como objetivos:

  1. Estimular nas crianças o gosto pela Ciência;
  2. Aproximá-las de recursos tecnológicos como: computadores, máquinas de filmar, fotografar e etc;
  3. Divulgar Astronomia dentro da escola, para outras escolas e também para o público em geral.

Foto 1 - Discussão dos planetas e grandes cientistas da Astronomia promovida pelo clube junto à escola para alunos das séries iniciais.

Foto 2 - Participação da turma de educação especial nas atividades do clube, com a utilização de materiais de acordo com as especificidades dos alunos.

Em 2007 desenvolvemos o projeto “Astronomia, Arte e Mitologia no Ensino Fundamental”, este tendo como co-orientadora a pedagoga Arleidimar Ramos dos Santos.

Neste projeto no qual utilizando recursos lúdicos, mostramos a possibilidade de inserção da Astronomia no Ensino Fundamental.

Utilizando artifícios como a Arte e a Mitologia, apresentamos o tema Astronomia a alunos do Ensino Fundamental de forma a chamar sua atenção e despertar seu interesse.


Foto 3 - Monitora de Astronomia Laís Lessa Ayache, trabalhando o tema Astronomia e Mitologia com alunos das séries iniciais.

Foto 4 - Monitores Ronald Merlim e Laís Ayache trabalhando com a turma de 4ª série do Ensino Fundamental.

O projeto em si visava:

  1. Estimular o ensino e aprendizagem da Astronomia utilizando mitologia;
  2. Utilizar a arte para o aprendizado do tema, utilizando recursos variados como: desenho, teatro de fantoches, entre outros;
  3. Trabalhar o conteúdo de Astronomia na escola através do trabalho dos monitores de Astronomia do clube;
  4. Contribuir para o desenvolvimento do aluno de maneira geral.

Monitores de Astronomia

Os monitores de Astronomia eram em sua maioria alunos do Ensino Fundamental e Médio, membros do clube de Astronomia que se prontificavam a desenvolver junto às turmas das séries iniciais temas de Astronomia, sendo seu trabalho supervisionado por um professor que também pertencesse ao clube.

Participaram destas atividades os alunos: Anderson da Silva Madeira, Manolo Alves, Henrique Araújo, Helivelton Alves, Loren Marques, Arildo dos Santos, Lucélia dos Santos, Hugo Sanches, Laís Lessa Ayache e Ronald Merlim.

Hoje em dia alguns destes alunos já cursam a faculdade: Anderson (Física), Laís (Informática), Lucélia dos Santos (Química) e Ronald (Química).

O importante é ver que o projeto tinha mão dupla, os alunos que nele trabalharam, também desenvolveram habilidades como: pesquisar, falar em público, utilizar o computador e o próprio conhecimento de Astronomia.


Foto 5 - Monitores Anderson e Manolo com turmas das séries iniciais.

Foto 6 - Ensinando como se dá o dia e a noite, os alunos mostravam na prática como acontecia o fenômeno.

Foto 7 - Junto à turma especial, com a colaboração da professora Maria das Graças, relizaram um excelente trabalho.

Também em 2007 iniciamos no Colégio Estadual Jaime Queiroz de Souza o projeto de Astronomia direcionado a turmas de EJA (Ensino de Jovens e Adultos), no qual desejávamos motivar o ensino de Ciências, utilizando de forma interdisciplinar a Astronomia.

Para isto realizamos pesquisa junto a estas turmas a fim de conhecê-las e determinar o potencial do projeto dirigido à mesma.

O projeto em si visava divulgar conhecimentos de Astronomia junto às turmas de EJA (Ensino de Jovens e Adultos) estimulando seu interesse por Ciências.


Foto 8 - Aluna da turma de EJA (Ensino de Jovens e Adultos) participa da gravação do vídeo De olho no céu com a EJA

Foto 9 - Aluna do curso de EJA apresenta trabalho sobre os planetas do sistema solar

Foto 10 - Aluna do EJA participa da apresentação de conhecimentos de Astronomia.

Em 2008 consolidamos a ação do clube junto às crianças oferecendo um espaço para aulas de Astronomia no clube. Neste ano trabalhamos o projeto Jogos Educativos para o Ensino de Astronomia.


Foto 11 - Crianças aprendem como jogar o jogo Viajando pelo Sistema Solar.

Foto 12 - Clube de Astronomia utiliza em suas atividades material distribuído pelo professor João Batista Canalle, coordenador da Olimpíada Brasileira de Astronomia.

Iniciamos 2009, que foi instituído pela Unesco como Ano Internacional da Astronomia, promovendo a I Olimpíada de Foguetes do Clube de Astronomia.

Seu objetivo era:

  1. Estimular alunos das séries iniciais a construção de um foguete didático, discutindo a melhor aerodinâmica para seu lançamento;
  2. Estimulá-los à participação na Olimpíada de Foguetes;
  3. Divulgar, por vídeos e palestras, episódios importantes da história da Astronáutica, como o homem na lua, o lançamento do Sputnik e o telescópio espacial Hubble, entre outros.

Foto 13 - Membro do “clubinho”, Filipe Lessa participa da I Olimpíada de Foguetes promovida pelo clube.

Fotos da exposição Paisagens Cósmicas

Colégio Estadual Teotônio Brandão Vilela

No CETBV, a exposição constava de vinte painéis com temas falando sobre Astronomia; foi apreciada por alunos do Ensino Fundamental.


Foto 14 – Alunos do Colégio Estadual Teotônio Brandão Vilela
participam da exposição.

Foto 15 – Alunos das séries iniciais têm oportunidade de participar da mostra.

Foto 16 – Professora mostra a aluno com deficiência auditiva
painel da exposição e explica utilizando a linguagem de sinais.

Polo Cederj Itaocara

No Polo Cederj Itaocara, com o apoio do diretor professor Paulo Araújo, além da exposição Paisagens Cósmicas, cujas fotos podem ser observadas a seguir, foi apresentada também a palestra Projetos de Astronomia para o Ensino Fundamental.
Estiveram presentes alunos do Pré-Vestibular Social e da graduação do Consórcio Cederj das licenciaturas de Matemática e Ciências Biológicas.


Foto 17 – Exposição realizada no Polo Cederj de Itaocara. Na
Foto, alunos do Pré-Vestibular Social.

Foto 18 – Professoras Tereza e Gisele, do Polo Cederj Itaocara,
apreciam a exposição.

Foto 19 – Bhrenda e Miriam, alunas do Clubinho de Astronomia, colaboram na Exposição Paisagens Cósmicas recolhendo as assinaturas dos visitantes.

Sites com a matéria de divulgação do trabalho do clube:

Publicado em 26 de janeiro de 2010

Publicado em 26 de janeiro de 2010