Edição V. 21, Ed. 3 - 26/01/2021

A epistemologia da Educação Física na formação inicial

Formação de Professores, Vivências de Sala de Aula, Educação Física e Política Educacional

Este artigo resulta das experiências desenvolvidas no projeto Corpo, Cinema e Filosofia, vinculado à disciplina Epistemologia da Educação Física, que integra o projeto pedagógico curricular do curso de licenciatura em Educação Física da UFF. Apresentamos delineamentos teórico-metodológicos e marcos conceituais do referido projeto nos quais o entrelaçar das noções de corpo, ciência e filosofia fixa a problematização do saber como ponto de partida e critério para seleção de material e criação de procedimentos pedagógicos que possibilitem o entendimento dos caminhos que a pesquisa pode assumir dependendo da compreensão do referencial e das escolhas teóricas adotadas.

Leia este artigo

Relato de experiência: da gestão autoritária à gestão participativa

Instituição Escola

Este relato tem como problematização o efeito da prática da democracia no desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem. Este trabalho busca o conteúdo latente da realidade, com o objetivo de mostrar que no exercício da cidadania e na prática democrática pode haver a possibilidade da construção e da evolução permanente de uma gestão frente a sua equipe, isso explícito no projeto político-pedagógico. Descreve ainda como se dão o comportamento e a participação da comunidade escolar em conselhos nos quais o processo se torna fortalecido pela democracia e participação da comunidade. Apresenta a apropriação e a distorção do conceito de gestão democrática realizado por políticas educacionais, relatando as vivências em que a gestão não democratiza seu trabalho.

Leia este artigo

Práticas educativas para alunos com TEA: entre dificuldades e possibilidades

Psicologia, Educação Especial e Inclusiva e Vivências de Sala de Aula

Este estudo visa descrever práticas educativas para alunos com transtorno do espectro autista (TEA), identificando as dificuldades e as possibilidades enfrentadas no dia a dia pelas equipes docentes, com o intuito de ser mais um instrumento para professores e pesquisadores que se dedicam a estudar e produzir sobre esse transtorno. Sabe-se que esses alunos possuem características peculiares e, por isso, a dedicação do professor em estudar sobre tais características contribui para o planejamento e a execução de práticas educativas que possam se tornar significativas para eles.

Leia este artigo

Psicodiagnóstico, formação profissional e aplicações na Educação Básica

Psicologia e Educação Especial e Inclusiva

Levando em consideração que os procedimentos de realização do psicodiagnóstico aplicado a questões concernentes à infância e à adolescência são um processo dotado de muita complexidade e requerem formação teórico-prática suficiente para um bom desemprenho, este estudo propõe apresentar os sentidos atribuídos ao exame psicodiagnóstico de acordo com a perspectiva de estudantes de Psicologia do sudoeste da Bahia. Com a realização da pesquisa, foi possível apresentar dados fundamentais acerca da formação profissional e percepção dos discentes acerca do psicodiagnóstico, sendo considerado pela maioria como um processo que apresenta resultados fidedignos; todavia, a articulação entre teoria e prática no contexto da graduação ainda é insuficiente.

Leia este artigo

Metodologias ativas na Educação Técnica Profissionalizante: relato da formação continuada com professores do IFMT - Câmpus Confresa

Formação de Professores

O presente texto tem o objetivo de descrever uma formação continuada sobre metodologias ativas na Educação Técnica Profissionalizante (ETP). Trata-se de um estudo qualitativo, que relata a experiência didática ocorrida em fevereiro de 2020 durante a realização da Semana Pedagógica do IFMT - Câmpus Confresa, região nordeste de Mato Grosso. O momento formativo contou com 31 professores da instituição. Foram duas as metodologias ativas vivenciadas: estudo de caso de ensino e rotação por estações. Com a realização do estudo, é possível afirmar que essa formação continuada possibilitou mostrar na prática que metodologias centradas nos estudantes são capazes de envolvê-los nos estudos, facilitar a aprendizagem pelo fato de aprender coletivamente e dinamizar as aulas, o que foi considerado viável pelos professores participantes dessa formação para a ETP.

Leia este artigo

Educação integral em Pernambuco: impactos sociais na vida de jovens e adolescentes

Política Educacional

O modelo de educação integral em Pernambuco surgiu em 2004, como Centro de Ensino Experimental, a partir da implantação no Ginásio Pernambucano (GP), que inicialmente funcionou na antiga Escola de Engenharia da UFPE. Em 2004, retornou para o antigo prédio na Rua da Aurora. Finalmente, em 2005, junto ao GP, foram criados mais nove centros. A Lei Complementar nº 125, de 10 de julho de 2008 criou o Programa de Educação Integral, com a finalidade de reestruturação do Ensino Médio. Uma de suas metas era a ampliação de matrículas no Ensino Médio integral.

Leia este artigo

Práticas de ensino na formação do futuro professor de Matemática

Matemática, Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

Neste trabalho, apresentamos o relato de uma experiência que utiliza materiais concretos como estratégia desencadeadora do processo de ensino-aprendizagem realizada em um minicurso com estudantes do curso de licenciatura em Matemática da UFJF na Semana da Matemática e com estudantes da UFRRJ – Unidade Nova Iguaçu na Semana Acadêmica de Matemática. A experiência mostrou que todas as atividades desenvolvidas possibilitam o alcance de alto grau de articulação entre a teoria e a prática, levando o estudante, futuro professor de Matemática, a aprender, refletir e vivenciar práticas de ensino de Matemática; assim, contribuem para a sua melhor formação acadêmica.

Leia este artigo

Reinações de Narizinho: análise crítica e política do capítulo “XI – A Rainha”

Formação de Professores, Cidadania e Comportamento, Língua Portuguesa e Literatura e Política Cultural

Este artigo foi elaborado com o objetivo de analisar, por meio do capítulo “XI – A Rainha”, de Reinações de Narizinho (1931), a postura literária política e crítica do escritor Monteiro Lobato (1882-1948). Nessa escrita, foram considerados o contexto histórico, os conceitos de nação, socioeconômicos e culturais, as condições do próprio escritor e sua visão sobre essa realidade, além de sua atuação multifacetada como fazendeiro, escritor, editor, tradutor e empresário e seu perfil moderno, positivista e empreendedor. A análise parte das concepções literárias e culturais do autor diante da realidade do país como tentativa de compreender que momento político era aquele e como o autor o concebe em suas obras.

Leia este artigo

"É tudo pra ontem": reflexões acerca do processo de ensino-aprendizagem em tempos de pandemia

Antropologia, Psicologia, Sociologia, Educação a Distância, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Outras Mais Específicas e Política Educacional

Naquela sexta-feira, quando o governo sinalizou que as escolas deveriam ser fechadas talvez por uns quinze dias, eu jamais imaginei que teríamos que a partir dali literalmente nos reinventar como profissionais do ensino, como profissionais da educação. "Não apareçam aqui na segunda nem na terça-feira, aguardem um posicionamento com relação a quarta-feira…". Confesso que um, dois dias pra dar uma respirada, uma descansada, poderia ser bom; não seria nada mal, aliás. Na mesma sexta-feira recebi um e-mail dizendo que eu deveria me apresentar numa nova escola na segunda-feira.

Leia este artigo

Edições anteriores

Edição V. 21, Ed. 2 - 19/01/2021

Situações-problema nos anos iniciais: adaptação de pequeno porte e implicações na aprendizagem

Matemática, Educação Especial e Inclusiva, Educação Infantil, Instituição Escola e Vivências de Sala de Aula

O presente trabalho consiste num relato de experiência sobre prática pedagógica em Matemática com alunos que apresentavam dificuldades de aprendizagem numa escola pública periférica da cidade do Rio de Janeiro, em turma de 5º ano do Ensino Fundamental. A área temática envolve a ludicidade no ensino da Matemática, em que se busca refletir sobre a necessidade e importância do trabalho com jogos durante a resolução de situações-problema, tendo como objetivo levantar, por meio de pesquisa bibliográfica, a importância da resolução de situações-problema contextualizadas na escola e observar a metodologia lúdica enquanto disparadora de situações motivadoras e inclusivas para a aprendizagem significativa em Matemática.

Leia este artigo

A organização do espaço e o fazer pedagógico nos berçários de Paranaguá, no litoral do Paraná

Educação Infantil

Esta pesquisa visa compreender como a organização do espaço contribui para o fazer pedagógico nos berçários do Município de Paranaguá. Sabemos da importância dos cuidados e da educação no processo de desenvolvimento dos bebês, assim como sua adaptação, valorização e atenção especial; nesse sentido, a busca por compreender como se dá o fazer pedagógico por meio da organização do ambiente no berçário nos motivou. Para isso tivemos como metodologia a pesquisa bibliográfica e a de campo, que foi realizada em três instituições de Educação Infantil somente nas turmas de berçário; tivemos como instrumentos de coleta de dados a observação do cotidiano das turmas e a fotografia dos espaços.

Leia este artigo

Produção científica como ferramenta relevante para alunos do Ensino Médio da rede pública

Biologia e Biociências, Química, Avaliação e Vivências de Sala de Aula

Pensando no atual cenário da escola e no papel que ela pode representar para a vida do jovem do século XXI, o presente trabalho caracteriza-se como uma proposta de experimentação prática da aprendizagem. Realizada na Faculdade Santa Marcelina – Unidade Muriaé/MG (Fasm), o projeto teve o envolvimento de 30 alunos do Ensino Médio da rede pública, oito graduandos em Ciências Biológicas da Fasm e dois professores. Onze trabalhos foram desenvolvidos e ao final apresentados em um encontro de iniciação científica. Os resultados indicaram que o uso da produção acadêmica se mostrou uma proposta efetiva, proporcionando um processo de reflexão em torno das práticas na vida escolar.

Leia este artigo

Abordagem do tema controverso energia nuclear/radioatividade em sala de aula

Física

A ciência e a tecnologia (C&T) têm papéis relevantes no desenvolvimento econômico, cultural e social do mundo contemporâneo. Nas escolas, na maioria das vezes, tal relação é apresentada em suas partes distintas ou especializadas, e isso vem sendo alvo de muitos questionamentos quanto aos procedimentos metodológicos adotados para o desenvolvimento dos conteúdos e dos conceitos com os estudantes. Diante de tais questionamentos, os professores devem propor encaminhamentos metodológicos que enfatizem a interdisciplinaridade e a contextualização, e estimulem a problematização e a tomada de decisões.

Leia este artigo

Desatenção do aluno ou desestímulo docente? A visão do gestor sobre o rendimento escolar

Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

Este estudo visa revelar e discutir como as implicações do desinteresse pela aprendizagem dos educandos afeta direta e/ou indiretamente sua aprendizagem, bem como as consequências desse desestimulo em meio educacional, especificamente entre as relações estabelecidas entre professor e alunos. Busca argumentar sobre pressuposições assertivas que conferem às entrelinhas dos resultados do Ideb divulgados pelo Inep, em 2007. A metodologia adotada foi a quali-quantitativa, tendo como aspecto prático a pesquisa de campo. O estudo infere a necessidade de ampliar a discussão acerca do desinteresse discente e a investigação de práticas pedagógicas que se apresentem contraproducentes.

Leia este artigo

Bingo! em sala de aula: ensino de História do Maranhão a partir de um recurso pedagógico

História e Vivências de Sala de Aula

Conhecer a história do lugar onde se vive é de fundamental importância para a construção da identidade e da consciência históricas, assim como para o engendramento do sentimento de pertença em relação a esse lugar. Inicio o presente texto com essa máxima para lançar luz sobre a responsabilidade que todos os professores de História devem tomar para si no exercício das suas atribuições: a de contemplar não só os temas elencados no livro didático de História, mas também assuntos ligados à realidade mais concreta dos alunos, a exemplo da história do estado, da cidade ou até mesmo do bairro em que eles vivem. No caso específico, o ponto de interesse está apontado para a História do Maranhão.

Leia este artigo

Projeto político-pedagógico da escola pública brasileira: um leque de possibilidades abertas ou fechadas?

Instituição Escola e Política Educacional

Tratar do projeto político-pedagógico (PPP) de uma instituição de ensino requer análise de seu acesso e aplicabilidade, pois é um documento democrático, mas que pode ser privado da apreciação pelos integrantes da comunidade escolar, devido à falta de conscientização acerca das formas com que se pode acessá-lo, apropriar-se e aprimorá-lo; cabe à gestão escolar retirar a “blindagem” que guarda o PPP em gavetas e realmente disponibilizá-lo como meio principal de conscientização e emancipação escolar. Objetiva-se apresentar aspectos relacionados à constituição do PPP em uma comunidade escolar e suas mais diversas atribuições no sistema educacional escolar. Nosso método de pesquisa centra-se em apontamentos de natureza qualitativa, por meio de pesquisa bibliográfica.

Leia este artigo

A contribuição da Educação Científica para a promoção da Educação em Saúde

Saúde, Biologia e Biociências, Formação de Professores e Instituição Escola

A Educação Científica e a Educação em Saúde são conceituadas como aplicações de distintos saberes relacionados ao desenvolvimento do ser humano. Dessa maneira, a escola é a fonte essencial para o conhecimento comum e para a integração com a comunidade. Por essa razão, é necessário que o educador seja um facilitador do conhecimento, pois deve fazer com que os discentes se apropriem do conhecimento cientifico. Nessa perspectiva, o presente trabalho ressalta a contribuição da Educação Científica para a promoção da Educação em Saúde. Para a realização deste trabalho foi realizado um estudo bibliográfico em artigos científicos de 1990 a 2016 encontrados nas bases de dados SciELO e Google Acadêmico e em alguns capítulos de livros.

Leia este artigo

Efeito estufa x aquecimento global: percepção dos alunos e uso de simulador para elucidar tais conceitos

Ecologia e Meio Ambiente, Computação e Tecnologias e Vivências de Sala de Aula

Efeito estufa é o processo natural e vital no decorrer do qual a atmosfera terrestre aprisiona o calor dos raios solares, por meio de gases chamados de gases estufa, e mantém a Terra em temperatura constante. Porém, um conceito equivocado de efeito estufa vem sendo difundido, apresentando-o como sinônimo de aquecimento global; como um processo prejudicial e destrutivo. Este trabalho visou esclarecer tal conceito por meio do uso de um simulador em uma aula de Biologia das turmas da segunda série do Ensino Médio do Colégio Estadual Maria Leny Vieira Ferreira Silva, no município de São José de Ubá/RJ. Paralelamente, um questionário foi empregado antes e depois da exposição do simulador, visando constatar a (in)eficiência da aplicação desse recurso didático como facilitador de aprendizagem.

Leia este artigo

Edição V. 21, Ed. 1 - 12/01/2021

Uso de biodigestor didático e técnica de animação para ensino de Química aos educandos indígenas

Ecologia e Meio Ambiente e Vivências de Sala de Aula

A alfabetização científica é um dos pontos-chave no ensino de ciência, pois associa a ciência com o cotidiano do aluno, desatrelando o conhecimento baseado meramente em métodos pedagógicos com a apresentação de conteúdos dogmáticos desprovidos de reflexões críticas. Em relação aos elementos que permeiam a cultura indígena, observa-se despreparo dos profissionais da Educação para tratar da temática, porque as universidades ainda apresentam uma defasagem de formação dos docentes para atender às questões multiculturais.

Leia este artigo

Projeto TeatroCafé: adaptações teatrais de William Shakespeare como incentivo à apreciação dos clássicos universais da literatura

Vivências de Sala de Aula, Cinema, Teatro e TV e Língua Portuguesa e Literatura

A escola é um importante espaço para o trabalho com a literatura universal ou clássica. Nesse sentido, pensamos em um projeto que pudesse suscitar o interesse pelos clássicos da literatura, dialogando com o que afirma Ítalo Calvino (1993), em sua obra Por que ler os clássicos, de que essa é uma tarefa da escola para a formação de alunos como seres críticos e que suscita a ascensão deles a níveis mais altos de conhecimento. A partir de reflexões dessa natureza, elaboramos o projeto TeatroCafé, uma proposta de trabalhar um autor universal com os alunos do Ensino Médio.

Leia este artigo

Música: um gênero facilitador para o ensino de Língua Portuguesa

Vivências de Sala de Aula e Língua Portuguesa e Literatura

O presente artigo propõe diferentes práticas para trabalhar com o gênero textual música de modo a proporcionar reflexões acerca das letras e rimas mais consumidas pelos jovens na atualidade. Por meio de uma revisão da literatura embasada nas teorias de autores como Libâneo, que defende uma perspectiva crítico-social dos conteúdos; e como Snyders, cuja pedagogia histórico-crítica é útil para compreender questões educacionais atuais, foi possível conferir pressupostos importantes para o desenvolvimento de ações reflexivas. A busca por uma educação de qualidade promove a procura por estratégias para um ensino significativo, e este estudo se propõe a mostrar como o gênero textual música pode ser considerado um facilitador do aprendizado, quando desenvolvido com alunos do Ensino Fundamental II.

Leia este artigo

O samba na Educação Física Escolar: na batucada dos nossos tantãs

Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Dança e Educação Física

O relato de prática em questão descreve as atividades pedagógicas da Educação Física escolar que aconteceram no segundo semestre do ano de 2019, em uma escola municipal de São Paulo. Ao passo que as aulas iam acontecendo, as atividades eram descritas e compartilhadas nas reuniões do Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar (GPEF), onde os professores e professoras integrantes do grupo iam criticando e sugerindo atividades conjuntamente. Portanto, o presente relato se constituiu em uma escrita coletiva.

Leia este artigo

Rumo ao Ensino Médio: o papel da escola nas escolhas de alunos do 9º ano do Ensino Fundamental

Sociologia e Instituição Escola

Este trabalho se propõe a identificar de que maneira os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, série que concentra a maior taxa de evasão do ciclo, percebem sua escolarização e os fatores escolares que incidem em sua decisão sobre a continuidade da escolaridade. A transição entre os segmentos educacionais é um dos momentos de grande dispersão/evasão escolar. Os estudos sobre as escolas eficazes, no campo da Sociologia da Educação, indicam a relevância dos fatores escolares para a trajetória escolar discente. Assim, este estudo parte da hipótese de que iniciativas escolares podem ser determinantes na decisão de alunos ao transitarem para o Ensino Médio. O estudo buscou captar a influência da família, da comunidade e da escola para essa transição e para expectativas em relação ao futuro.

Leia este artigo

Intolerância religiosa em cena: experiência com o Teatro do Oprimido em uma escola de Ibirité/MG

Educação Especial e Inclusiva, Vivências de Sala de Aula e Cinema, Teatro e TV

O presente texto apresenta uma experiência realizada em uma escola pública do município de Ibirité/MG que abordou situações de intolerância religiosa por meio de uma cena teatral. Após um caminho metodológico que passou por estudos de dados oficiais e religiões de matrizes africanas, foi construída, junto aos estudantes, uma cena teatral nomeada As religiões, que foi apresentada para a comunidade escolar durante a Feira de Cultura da escola realizada em 2017. Após a intervenção pedagógica, verificou-se que familiares e estudantes se sentiram tocados pelo teatro, valorizando a importância de aprofundar a temática no ambiente escolar.

Leia este artigo

Do literário ao teatral: Morte e vida severina em cena

Vivências de Sala de Aula, Cinema, Teatro e TV, Educação Artística e Língua Portuguesa e Literatura

Este relato de experiência apresenta um projeto desenvolvido na Escola Municipal Ignácio de Andrade Melo, de Belo Horizonte, em que, motivados pela leitura da obra literária Morte e vida severina, de João Cabral de Melo Neto, alunos do 9º ano encenaram trechos da obra. Como objetivo principal estava a leitura da obra, preparando os alunos para a prova do Coltec/UFMG. Paralelamente, foram estudadas práticas teatrais (figurino, palco, cenário, postura corporal e vocal). Para tal, realizaram-se aulas teóricas e práticas, concentradas nas disciplinas de Artes e Língua Portuguesa. Este projeto foi baseado no conceito de retextualização; na noção de criação teatral; no processo de humanização; e nos papeis de aluno e professor. Os resultados do trabalho foram pequenos atos encenados de trechos de Morte e vida severina selecionados pelos alunos, que foram os responsáveis também pelo aparato decorativo utilizado durante as encenações.

Leia este artigo

O uso do cinema no ensino

Matemática, Antropologia, Arqueologia, Comunicação, Filosofia, Geografia, História, Sociologia, Formação de Professores, Vivências de Sala de Aula, Artes Plásticas e Cidadania e Comportamento

O presente artigo tem como objetivo geral mostrar o impacto do uso de mídias digitais e audiovisuais com ênfase no uso do cinema no processo de ensino-aprendizagem, sobretudo na disciplina de História. Como forma de alcançar o objetivo estabelecido, o trabalho tem como desdobramentos objetivos específicos: conceituar e contextualizar temas inerentes ao desta pesquisa, identificar a aplicabilidade do cinema para o ensino da História em sala de aula, estabelecendo modelos e ao mesmo tempo tratando os pontos principais que podem contribuir na aplicação das orientações. Visa também salientar o impacto no enfoque dos PCN no planejamento didático com o uso de audiovisual para o filme escolhido, a eficácia do ensino de História usando curtas-metragens.

Leia este artigo

O fluxo da consciência: um olhar sobre o conto Viagem a Petrópolis, de Clarice Lispector

Formação de Professores e Língua Portuguesa e Literatura

Este texto discute a utilização do recurso do fluxo da consciência por Clarice Lispector desde as suas primeiras obras literárias, escritas quando a autora ainda era adolescente. Para isso, optou-se por fazer uma análise desse recurso literário no conto Viagem a Petrópolis, escrito quando a autora tinha apenas catorze anos de idade. Contribuem com essa discussão o que Carvalho, Machado e Pellegrini afirmam sobre o método ficcional do fluxo da consciência. A discussão é ampliada com o que Lopes e Allegro ponderam sobre as características da linguagem clariciana no conto. O texto objeto deste estudo encontra-se no livro A Legião estrangeira.

Leia este artigo

Atenção: Submissão de trabalhos

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco