Edição V. 21, Ed. 37 - 05/10/2021

Tenho um aluno, surdo e agora? A necessidade da formação continuada para profissionais da Educação no atendimento a alunos surdos

Educação Especial e Inclusiva, Formação de Professores e História da Educação

No tocante à Educação de Surdos, já é consenso que eles passaram por diversos contextos exclusivos que não priorizavam as línguas de sinais. Contudo, após o reconhecimento da Libras enquanto língua por meio de legislações no Brasil em 2002 e 2005, a adoção da língua de sinais nos espaços escolares regulares passou a ser obrigatória, pois nesse momento iniciava-se o processo inclusivo neste histórico educacional dos educandos surdos.

Leia este artigo

Educação Infantil de modo remoto? Como assim?

Educação Infantil

Este texto foi escrito com o objetivo de compartilhar as experiências vivenciadas pela equipe pedagógica de uma Escola Municipal de Educação Infantil de Campo Grande/MS no decorrer de 2020, referentes às estratégias construídas diante do desafio de realizar um trabalho pedagógico remoto para a Educação Infantil. Ao propor reflexões acerca das principais dificuldades que emergiram, sinaliza a fragilidade e insuficiência do modelo remoto quando consideradas as características próprias da Educação Infantil e as implicações de sua exequibilidade.

Leia este artigo

A retórica da “modernização” na formação docente

Avaliação, Formação de Professores e Política Educacional

Este texto foca na centralidade dos discursos da modernização que são influenciados por agências multilaterais para formação docente. Nesta perspectiva, tem como objetivo refletir e alertar pesquisadores da educação sobre a retórica que vem delineando a atuação dos docentes. Referenciamo-nos, especialmente, em Duarte, Ball, Shiroma, Freitas, Oliveira e Laval, entre outros pesquisadores que alertam para o fato de que esses discursos produzem a desvalorização, pragmatismo e desintelectualização da formação inicial e continuada do docente.

Leia este artigo

Análise do foco narrativo em "Ópera dos Mortos": uma contribuição com a prática docente de Literatura Brasileira no Ensino Médio

Formação de Professores e Língua Portuguesa e Literatura

Este trabalho propõe analisar o foco narrativo em Ópera dos Mortos, para captar os fluxos de consciência das personagens principais e identificar seus dramas internos. O estudo levou à constatação de que o uso do recurso da introspecção pelo narrador nos pensamentos e sentimentos das personagens se justifica pelo seu propósito de convencimento acerca da sua perspectiva sobre a história, revelando-se onisciente múltiplo seletivo. Esse recurso possibilita o conhecimento do homem psicológico e emocional que vive nas pessoas submetidas às mesmas condições de vida das personagens retratadas no romance, contribuindo para o amadurecimento da visão do leitor acerca de diversos aspectos da existência humana.

Leia este artigo

Levantamento de concepções, abordagens e vertentes em Educação Ambiental com professores de uma unidade escolar do Ensino Médio

Ecologia e Meio Ambiente, Biologia e Biociências, Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

Considerando a variedade de discursos em Educação Ambiental e os desafios para sua implementação em âmbito escolar, o presente estudo visa a promover reflexões, analisar e identificar vertentes pedagógicas predominantes sobre o tema em uma unidade escolar. O estudo ocorre a partir de pesquisa documental e aplicação de questionário junto ao corpo docente da unidade, utilizando como modelo político-pedagógico para a Educação Ambiental as vertentes: conservadora, pragmática e crítica. Diante da análise proposta, constatam-se relatos de ausência de disciplinas relacionadas à Educação Ambiental durante a graduação dos professores.

Leia este artigo

O ensino de Língua Portuguesa no Brasil e as diferenças dialetais: a proposta do bidialetalismo funcional de Magda Soares

Formação de Professores, História da Educação, Instituição Escola, Língua Estrangeira e Política Educacional

Este trabalho discute o ensino de Língua Portuguesa no Brasil a partir da proposta do bidialetalismo funcional, elaborada por Magda Soares. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica. Os resultados da pesquisa indicaram os pontos em que existem mais dificuldades no ensino da língua relativamente aos aspectos que caracterizam a variedade falada pela maioria dos alunos. Com a pesquisa, concluímos que se faz necessário revisar as metodologias de ensino de LP adotadas em diversas escolas. Sugerimos, ao final, uma atividade que pode ser realizada com eventuais adaptações.

Leia este artigo

Bruxa pode casar? O humor presente em "A bruxa casamenteira", de Regina Drummond

Língua Portuguesa e Literatura

Este texto objetiva analisar o humor presente no livro A bruxa casamenteira, de Regina Drummond. É ilustrado por Carol W. e classificado como ficção infantojuvenil, por falar sobre bruxas e casamento. A personagem bruxa tem grande destaque na literatura infantil, principalmente, nos contos de fada. Essa personagem povoa o imaginário de crianças e adultos, sendo bastante conhecida por apresentar características físicas e psicológicas estereotipadas, que lhe atribuem verrugas no rosto e muita magia, mediante poções feitas em seu caldeirão.

Leia este artigo

A importância da Educação 4.0 durante a pandemia da covid-19 na Paraíba

Educação a Distância, Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

O presente trabalho visa contribuir de forma investigativa para o ensino em meio à pandemia. Sabendo da importância do conhecimento, pretende-se verificar e relacionar os métodos de ensino aos estudos e como os educadores estão desenvolvendo e construindo o conhecimento com a utilização da Educação 4.0. O objetivo é analisar as respostas ao questionário para observar o emprego dos instrumentos tecnológicos em aula e as contribuições de aprendizagem. A coleta de dados foi feita por meio de pesquisa quantitativa on-line. A análise dos resultados indicou que os professores estão dedicados ao estudo e ao uso dos meios digitais no ensino e se esforçando para aprender mais utilizando a tecnologia e fazer o melhor.

Leia este artigo

A importância da transferência freudiana na escola: um relato de experiência no estágio em Ensino Fundamental

Psicologia e Vivências de Sala de Aula

Este trabalho objetiva refletir sobre as experiências no Estágio Supervisionado em Ensino Fundamental, colocando em destaque a função da transferência freudiana na escola, sobretudo em relação aos contextos de ensino-aprendizagem e suas relações com o contexto institucional. A partir do relato das experiências, foram relacionados estudos frente à prática pedagógica do professor dos anos iniciais, a teoria da transferência freudiana e as discussões sobre as dificuldades de aprendizagem, principalmente na leitura e escrita. Dessa forma, pudemos indicar que a ausência de transferência entre professor e estagiário dificulta e limita a troca de experiências e que a ausência de transferência entre professor e aluno inibe o ensino-aprendizagem e o diagnóstico de possíveis dificuldades de aprendizagem.

Leia este artigo

Edições anteriores

Edição V. 21, Ed. 36 - 28/09/2021

O uso da tecnologia no ensino da Matemática: contribuições do software GeoGebra no ensino da função do 1º grau

Matemática

Com o advento e as mudanças proporcionadas pelas tecnologias no cenário educacional, surge o desafio de fazer uso das novas ferramentas tecnológicas no ensino da Matemática, com o intuito de facilitar e aprimorar a relação de ensino e aprendizagem. Este artigo apresenta um estudo a respeito do uso da tecnologia no ensino da Matemática, com ênfase no software GeoGebra para trabalhar função polinomial do 1º grau, com o propósito de analisar suas contribuições. O estudo mostrou que o uso do software leva o aluno a aprender de maneira dinâmica e pensativa, compreendendo o conteúdo de forma mais eficaz.

Leia este artigo

Proposta de pesquisa, extensão e ensino nas áreas de Português e Inglês para os discentes do Ensino Médio das escolas públicas e para a comunidade

Formação de Professores, Língua Estrangeira e Língua Portuguesa e Literatura

Este trabalho apresenta uma proposta de ensino, pesquisa e extensão em favor dos discentes do Ensino Médio das escolas públicas e da comunidade. O intuito principal é contribuir para que os alunos obtenham bom desempenho na área de Linguagens, que possui alto peso no Enem. Espera-se que esta proposta auxilie os professores quanto a uma prática pedagógica que contribua com as necessidades educacionais dos discentes para ingressar numa instituição superior pública de qualidade.

Leia este artigo

A (des)colonização do corpo surdo - breve histórico dos modelos educacionais e as representações do ser surdo

Educação Especial e Inclusiva e História da Educação

Nos últimos anos, as pessoas surdas vêm alcançando cada vez mais espaço em nossa sociedade, conquistando autonomia, formação e trabalho tanto garantidos por legislações como pelo esforço próprio de não serem mais vistas como corpos incapazes e limitados por uma deficiência, mas, sim, sujeitos singulares pertencentes a uma comunidade, uma identidade e cultura e, portanto, a uma minoria linguística. Todavia, antes de saber sobre as pessoas surdas hoje e entender como é organizada a comunidade surda na atualidade, precisamos debruçar-nos sobre o histórico desses sujeitos, que têm até início dos anos 2000 sua história narrada pelas pessoas que ouvem – ouvintes – e não por si mesmos.

Leia este artigo

Ambientes de aprendizagem para além do espaço: desenvolvimento, implicações, perspectivas e o método montessoriano

Instituição Escola

Este artigo apresenta uma reflexão acerca da importância do ambiente de aprendizagem na Educação Infantil sob a luz do método montessoriano. O objetivo é ponderar, a partir do método mencionado e sua concepção de aprendizagem, sobre a importância da relação professor-aluno, bem como a do próprio ambiente da sala de aula, que será aqui abordado como ambiente de aprendizagem, para o desenvolvimento pleno da criança. Para tal, foi utilizada a metodologia qualitativa de pesquisa bibliográfica, realizada com autores como Behrens, Cambi, Forneiro, Gadotti, Gandini, Libâneo, Montessori e Rinaldi.

Leia este artigo

Matemática e Música no Ensino Médio: duas linguagens e uma sinfonia

Matemática, Educação a Distância, Formação de Professores e Música

O estudo objetivou analisar a possibilidade de conciliação entre Música e Matemática no processo de ensino, utilizando a potencialidade das duas linguagens em prol do pensamento musical, matemático e físico do aluno. Dentre os procedimentos, elaboraram-se videoaulas no intuito de ampliar o conhecimento sobre a relação entre Teoria Musical, Matemática e a Física na produção de sons: validou-se a proposta apresentada nas videoaulas com professores de Matemática e Arte que atuam no Ensino Médio e avaliaram-se, com base na perspectiva dos professores, os impactos das videoaulas para ampliação do conhecimento nos conteúdos acadêmicos.

Leia este artigo

O papel do professor como agente transformador da educação em meio à pandemia da covid-19

Saúde e Educação a Distância

O presente artigo se desenvolveu através de pesquisas em que foram consultadas referências bibliográficas, a partir da abordagem qualitativa, na área da Educação objetivando o crescimento do conhecimento sobre o papel do professor na época de pandemia da covid-19, analisando a responsabilidade do educador da atualidade ao criar estratégias para estabelecer o equilíbrio entre a inovação e o tradicional na contemporaneidade. Verifica-se que as transformações determinadas pelo contexto sócio-histórico convidam a uma revisão e atualização de vários princípios, abordagens e modelos, inclusive pedagógicos.

Leia este artigo

Escritos de educação

Sociologia e Educação a Distância

Esta resenha tem como objetivo fazer uma reflexão baseada no livro Escritos de Educação, organizado por Maria Alice Nogueira e Afrânio Catani sobre importantes escritos epistemológicos do sociólogo francês Pierre Bourdieu (1930-2002) a respeito de suas relevantes pesquisas e contribuições sociológicas acerca do sistema educacional e ensino. A obra reúne onze capítulos, cujo prefácio foi feito pelo autor, além de anexar informações sobre os níveis de modalidades entre o ensino francês e o brasileiro.

Leia este artigo

Usando os vídeos do YouTube na pandemia: mudanças paradigmáticas no ensino de História

História

Este artigo é resultante de pesquisa envolvendo 38 alunos do Ensino Médio em uma escola estadual no interior do Rio de Janeiro, no período de pandemia e isolamento social, durante o ano de 2020. Apresentam-se como delineamentos teórico-metodológicos uma revisão bibliográfica e observações dos alunos durante as aulas de História, expondo seus problemas e dificuldades na aprendizagem, com a complementação investigativa por meio de um questionário aplicado aos estudantes.

Leia este artigo

A ilustração em duas obras da literatura infantil e juvenil produzida por Neusa Jordem Possatti

Artes Plásticas, Língua Portuguesa e Literatura e Outras Mais Específicas

A ilustração tem papel de grande importância na constituição do livro de literatura infantil e juvenil. A construção de sentido na relação entre o visual e o verbal é imprescindível para a formação de leitores críticos. Por isso, é fundamental que haja diálogo entre o ilustrador e o escritor. Nosso interesse em realizar esta pesquisa se deu por dois motivos. O primeiro foi trabalhar com literatura infantil e juvenil de autoria feminina, e o segundo foi eleger obras que enfatizassem o protagonismo do feminino. As obras eleitas para elaboração deste artigo foram Ciça e Ciça e a Rainha, de Neusa Jordem Possatti.

Leia este artigo

Edição V. 21, Ed. 35 - 21/09/2021

O teatro como ferramenta didática para o ensino de História no Ensino Médio

História e Vivências de Sala de Aula

O artigo explora as potencialidades do teatro como ferramenta didática para o ensino de História. A partir das respostas de estudantes do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio de colégio particular da Zona Norte do Rio de Janeiro sobre suas experiências prévias como espectadores, atores e/ou produtores dessa forma artística, a inclusão do teatro nos planos de aula sobre o tema trabalho foi considerada uma forma de potencializar aprendizagens significativas pautadas em múltiplas linguagens, de favorecer a formação integral e o desenvolvimento de habilidades e competências propostas pela BNCC.

Leia este artigo

Educação de Surdos – aspectos histórico-linguístico-culturais da comunidade surda

Educação Especial e Inclusiva e História da Educação

É de fundamental importância que, ao iniciar os estudos acerca da Educação de Surdos, conheçam-se os aspectos históricos e culturais, bem como todo o contexto educacional e linguístico vivenciado pelas comunidades surdas ao longo dos séculos, para assim compreender de fato os surdos enquanto minoria linguística e não pessoas que necessitam de reabilitação ora-auditiva. E pensando em iniciantes e leigos na leitura da escrita acadêmica, bem como no tocante aos Estudos Surdos, pensou-se a respeito da escrita de textos que abordem o contexto sócio-histórico-linguístico dos povos surdos.

Leia este artigo

Síntese reflexiva: marcos da Educação Inclusiva brasileira: perpassando o atendimento educacional especializado e refletindo sobre o Desenho Universal da Aprendizagem

Educação Especial e Inclusiva

No decorrer da História, as concepções de currículo passaram por diversos processos, e ainda hoje encontramos diferentes formas de compreender o mesmo. No entanto, ainda é evidente a falta de uma política que considere as múltiplas realidades sociais que constituem esta nação. Tais fatores se apresentam a partir da organização dos planos de ensino anuais que se repetem sistematicamente ano após ano, como protótipos educacionais engessados, objetivos e avaliações reproduzidas.

Leia este artigo

Educação Infantil: relato de vivências nos campos de experiências da BNCC

Educação Infantil e Vivências de Sala de Aula

Este trabalho é de natureza descritiva, uma vez que tem a intenção de descrever a experiência vivida no ano de 2019. Essa produção empreendida tem como finalidade promover uma experiência vivida na Escola do/no Campo Municipal Santo Antônio do Caramujo, situada em Cáceres/MT, especialmente com a turma da creche unificada de 2 e 3 anos de idade; para esse objetivo, foram realizadas atividades lúdicas com a finalidade de contribuir com o processo de ensino-aprendizagem dos educandos, dispondo como eixo orientador os cinco campos de experiência definidos na BNCC para a Educação Infantil.

Leia este artigo

Um falcão no punho e a alma na página

Língua Portuguesa e Literatura

Com uma linguagem extremamente poética e metafórica, Maria Gabriela Llansol escreve, em Um falcão no punho, uma narrativa de inações, ou seja, sem ações. Distanciando-se da narração tradicional, não há uma complicação, um clímax, um desfecho. Não há um enredo central que, epicamente, progrida e detenha ferozmente o olhar do leitor para a história, ansiando para a página final e o encerramento da aventura. Não há uma pluralidade de personagens, de espaços, de diálogos. Pois, então, o que há? Uma alma na página. A mente llansolana materializada no papel e a necessidade de reinventarmos a nossa maneira de leitura.

Leia este artigo

Pressupostos pedagógicos da teoria walloniana: interfaces com a proposta pedagógica de um centro de Educação Infantil

Educação Infantil

Este artigo tem como objetivo construir um paralelo analítico entre os pressupostos pedagógicos da teoria de Henri Wallon e a proposta de ensino e aprendizagem de um centro de Educação Infantil. Para isso, buscou-se analisar se os pressupostos pedagógicos contidos na teoria de Wallon se expressam no cotidiano de um centro de Educação Infantil em Acaraú/CE. Para tanto, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com as professoras e a coordenadora pedagógica. Frente aos resultados da pesquisa, foi possível concluir que as pressuposições feitas por Wallon são válidas e estão presentes no dia a dia da instituição pesquisada.

Leia este artigo

Educação e saúde: identificação morfológica e a importância médica dos escorpiões para alunos do 7º ano do Ensino Fundamental

Ecologia e Meio Ambiente, Zoologia, Biologia e Biociências e Vivências de Sala de Aula

Os acidentes com animais peçonhentos apresentam importância médica por causarem risco de vida às pessoas. E, entre os animais peçonhentos, os escorpiões se destacam pela quantidade de acidentes que causam anualmente e por sua letalidade em determinados casos. Um fator que favorece a disseminação dos escorpiões é a sua capacidade de se adaptar a viver nos centros urbanos, acentuando assim os riscos de envenenamento de seres humanos. Objetivando ensinar as características morfológicas e como se prevenir de possíveis acidentes, o presente trabalho atuou junto a estudantes do 7º ano, ensinando aspectos biológicos e de importância médica desses animais.

Leia este artigo

As Diretrizes Curriculares do Estado do Paraná - concepções curricular e pedagógica e organização curricular

Geografia, Instituição Escola e Política Educacional

O artigo objetiva discutir as concepções curricular e pedagógica presentes nas Diretrizes Curriculares Estaduais do Paraná implementadas a partir de 2008, bem como a organização curricular correspondente. Analisam-se exclusivamente as diretrizes de Geografia, focando nos anos finais do Ensino Fundamental. Mediante pesquisa documental com suporte bibliográfico, demonstra-se a perspectiva crítica em que estão fundamentadas as referidas concepções, assim como evidencia-se a opção das diretrizes por uma organização curricular disciplinar com base em perspectiva acadêmica.

Leia este artigo

Educação Inclusiva: dificuldades e intervenções

Educação Especial e Inclusiva

A inclusão dos alunos com deficiência no ambiente escolar não é um debate novo; tal fenômeno vem sendo abordado há décadas por pesquisadores e sociedades leigas que visam garantir o ingresso e permanência dessas pessoas no processo de ensino-aprendizagem. Um retrato do Brasil ineficiente nessa luta se vê de maneira nítida como um patamar ainda distante de ser alcançado. O trabalho aborda as dificuldades docentes e discentes e as políticas de intervenção para que seja bem-sucedido o processo de inclusão.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

02 a 08/10 | 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Mais informações podem ser obtidas em https://semanact.mcti.gov.br/ ou pelos telefones (61)2033-8782/7826/7426.

04/05 a 25/11 | Paulo Freire - 100 anos de praxis libertadora

Pandemia e Educação na imprensa

15/09 Precursor e de contribuição "incomparável": como acadêmicos estrangeiros enxergam Paulo Freire

Leia aqui


31/08 Entre as principais medidas para enfrentar a crise, escolas disponibilizaram materiais pedagógicos impressos, e criaram grupos em aplicativos e redes sociais para facilitar a comunicação

Leia aqui


29/06 Volta às aulas!

Leia aqui

Seção Divulgação Científica

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Emília Ferreiro

"... A minha contribuição foi encontrar uma explicação segundo a qual,
por trás da mão que pega o lápis,
dos olhos que olham,
dos ouvidos que escutam,
há uma criança que pensa"

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco