Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Botânica; Ecologia e Meio Ambiente; Oceanografia; Zoologia
Limpar filtros
"Lili do Rio Roncador" na educação: uma resenha da obra de Lucília Junqueira de Almeida Prado
Ecologia e Meio Ambiente, Farmácia, Agronomia e Língua Portuguesa e Literatura

A presente resenha busca apresentar a obra Lili do Rio Roncador, escrita por Lucília Junqueira de Almeida Prado. Inicialmente é feita uma breve contextualização sobre a escritora, enfatizando seus locais de vivência e prêmios recebidos. Em seguida, apresenta-se a obra de modo geral, obedecendo à sequência presente no livro. O trajeto heroico da personagem principal aparece permeado de intertextualidade. Vê-se um animal domesticado, do sexo feminino, no posto de herói; entretanto, é possível perceber algumas aberturas para interpretações ideológicas da obra.

A união entre ludicidade e brincadeiras ao ar livre, um pilar do desenvolvimento infantil
Ecologia e Meio Ambiente, Psicologia, Educação Infantil e Vivências de Sala de Aula

A presente pesquisa tem como foco discutir, conhecer e analisar a importância e o significado da ludicidade ao ar livre na Educação Infantil, visto que é notório o desprovimento de tais vivências ao ar livre em muitas escolas, por considerarem que as aprendizagens ocorrem somente dentro da sala de aula, com o ensino formal. Como metodologia, foi escolhida a revisão bibliográfica, inclusive de documentos como RCNEI e o ECA, que normatizam a Educação Infantil. Pensando sobre a temática, realizou-se um estudo de campo com o auxílio de questionário destinado a professores da Educação Infantil de escolas públicas da cidade do Rio de Janeiro.

Storytelling e gamificação com estratégias didáticas problematizadoras em temas de Educação Ambiental
Ecologia e Meio Ambiente

A inserção de ferramentas digitais na educação é primordial para acompanhar as constantes mudanças na sociedade, a exemplo dos jogos educativos. Tais ferramentas podem contribuir significativamente para o desenvolvimento de diferentes habilidades dos educandos. Além disso, devem estar relacionadas aos aspectos que promovam o protagonismo dos alunos, como a metodologia ativa storytelling, que, embora ainda pouco utilizada na educação, possui a premissa de inserção de histórias no ensino como forma de contextualização e promoção de motivação. Assim, a presente pesquisa teve como objetivo avaliar o potencial de utilização da metodologia e recursos de gamificação na Educação Ambiental.

O bioma Cerrado: uma abordagem interdisciplinar entre Ciências Naturais e Matemática
Botânica, Zoologia e Matemática

O presente artigo discorre sobre as ações desenvolvidas pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid 2018-2020), em uma escola do município de Barreiras/BA, por meio do projeto interdisciplinar bioma Cerrado envolvendo as disciplinas de Ciências Naturais e Matemática. Embora sejam a princípio áreas distintas, quando se trata da necessidade de compreensão da riqueza e diversidade da fauna e flora daquele bioma, é evidente uma abordagem interdisciplinar, integrando objetos de conhecimento específicos dessas áreas.

A Zoologia Cultural como abordagem em potencial para a Educação Básica
Zoologia

O ensino em Zoologia apresentou diversas mudanças com o passar das décadas, sendo um ensino muito importante por se tratar do contato científico dos alunos com os animais; torna-se necessário levantar reflexões sobre as abordagens presentes no estudo. A abordagem utilitarista que, segundo a literatura, é a mais presente atualmente, promove uma segregação dos animais em úteis e inúteis, o que não se baseia na Zoologia como ciência. Este artigo promove uma reflexão sobre a Zoologia Cultural como possível abordagem alternativa para o ensino formal da Zoologia no Ensino Básico público brasileiro.

A música "Passarinhos" como prática educativa para a sala de aula
Ecologia e Meio Ambiente, Biologia e Biociências, Sociologia, Avaliação, Música e Política Educacional

Esta proposta de trabalho tem a intenção de apresentar um conjunto de perguntas (e de possíveis respostas) a partir da canção Passarinhos. Inicialmente será apresentada a letra da música, que faz parte do álbum Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa, lançado em setembro de 2015. A seguir, serão relacionadas as questões que irão direcionar as atividades em sala de aula, destacando-se aspectos como questões ambientais e pedindo ações pessoais de alunos e alunas para alcançar melhores condições de vida para todos.

O documentário como uma potencialidade educativa na Educação Ambiental
Ecologia e Meio Ambiente e Formação de Professores

Este artigo traz uma contribuição em relação à produção e utilização de documentários como recurso didático. É o resultado da participação das autoras na disciplina de Análise e Produção de Recursos Didáticos ofertada no curso de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática (Educimat) do IFES sobre os passos necessários para a produção de um documentário e sua utilização como recurso didático. Teve como público-alvo os próprios alunos do programa de Mestrado do Educimat. O tema escolhido do documentário nasceu de uma inquietação em relação ao movimento de Educação Ambiental e suas reais ações.

A vida em uma gota d'água
Ecologia e Meio Ambiente

A diversidade biológica nem sempre está acessível aos nossos olhos. Existem vários organismos microscópicos habitando os mais diversos ambientes do planeta. Muitos desses organismos ocorrem em água doce, tais como rios, ribeirões e córregos. Nesses corpos d’água, principalmente os que cortam as áreas urbanas, acontece muitas vezes o lançamento indiscriminado de esgoto, comprometendo a qualidade da água desses ambientes e a diversidade ali existente. O resultado é a alteração da paisagem com corpos d’água de aspecto e odor desagradáveis. A canalização desses cursos d’água tem sido a medida mais comum apresentada para sanar o problema. Mas será que essa é a melhor solução?

O uso consciente de água em espaços escolares: estudo de caso na Escola Municipal Infantil Mingau
Ecologia e Meio Ambiente, Educação Infantil, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

O presente trabalho objetiva verificar como se dá o uso da água nos ambientes escolares, em especial na Escola Municipal Infantil Mingau, em Taboão da Serra/SP. Dentre os objetivos específicos estavam a observação do local, se possuía ações e projetos que trabalhassem o uso consciente da água e a identificação das principais necessidades referentes à infraestrutura e aos equipamentos. Como metodologia, usamos a pesquisa de campo (com entrevistas realizadas com a direção e a coordenação da escola) e a pesquisa bibliográfica (com conteúdo envolvendo o tema água como recurso natural esgotável, caso não seja usado de maneira consciente.

Arborização da E. E. I. F. Tarcísio Gonçalves de Oliveira, em Aurora/CE, a partir da participação na Jornada Cidadania nas Escolas em 2018
Ecologia e Meio Ambiente e Geografia

Este artigo indica como a participação da Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental Tarcísio Gonçalves de Oliveira, na Jornada Cidadania nas Escolas, impactou na promoção de práticas coletivas, nos legados ecológicos e paisagísticos dentro do ambiente escolar, com destaque para o processo de arborização no entorno da unidade escolar. A metodologia desta pesquisa consistiu na inscrição da UE na Jornada Cidadania nas Escolas, na atividade de campo com a aplicação de entrevistas com a comunidade, no desenvolvimento do processo de arborização do entorno escolar e, por fim, na análise de todo esse processo a partir da escrita deste texto.