Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Agronomia; Astronomia; Biologia e Biociências; Computação e Tecnologias; Física; Geologia; Matemática; Química
Limpar filtros
Ensino de Ciências e sexualidade: razões para a exclusão de termos acerca da sexualidade na BNCC
Biologia e Biociências e Sociologia

O artigo faz revisão de literatura com a finalidade de discutir e analisar a temática da sexualidade, além de termos como gênero e educação sexual na nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Essas temáticas são pouco abordadas em sala de aula e no âmbito escolar, haja vista ainda serem temas tabus na sociedade. Após a análise da construção das três versões da BNCC e a versão final enviada ao Congresso, verificou-se que realmente a temática sexualidade foi apresentada, porém os termos gênero e orientação sexual foram excluídos, mascarando os estudos referidos à sexualidade em seu contexto mais amplo.

Análise expositiva e crítica do artigo “Marx como referencial para análise de relações entre ciência, tecnologia e sociedade”, de Lima Júnior e colaboradores
Computação e Tecnologias e Filosofia

O artigo analisa as relações entre ciência, tecnologia e sociedade, dentro do referencial teórico e metodológico encontrado no livro O capital. Também prioriza a desmistificação dos três mitos da neutralidade da ciência, de acordo com a perspectiva marxista; na introdução, o trabalho traz um breve histórico a respeito do enfoque dado a ciência, tecnologia e sociedade (CTS) dentro dos currículos e das práticas de educação científica em países imperialistas; em seguida, aborda diferentes concepções de estudiosos do movimento CTS; por fim, expõe os três mitos apontados por Auler e Delizoicov.

A Educação com Pessoas Jovens, Adultas e idosas (Epjai), a Matemática e o Cordel: a história de um encontro
Matemática e Vivências de Sala de Aula

O formato do resumo já diz ao que o texto vem:
ele vem escrito em versos não por desprezo ou desdém
das normas da Academia (nós sabemos que ela as tem!);
mas pra adiantar o tema, numa expressão enfática,
que é a articulação literária, política e didática
da Educação com jovens, gente adulta e com mais prática
com a arte do Cordel
e saberes de Matemática.

Genética em Jogo: recurso didático para o aprendizado de conceitos básicos de Genética
Biologia e Biociências

O estudo da Genética no Ensino Médio envolve vários conceitos de Biologia e Estatística que são fundamentais para o aprofundamento de como os genes são transmitidos e para interpretação de dados. Nesse contexto, este material didático apresenta a aplicação de Genética em Jogo para revisar termos abordados em sala de aula sobre como ocorre a transmissão de características de um organismo aos seus descendentes. Alia-se essa metodologia a um exemplo prático que envolve a interação entre estudantes na resolução de perguntas e respostas, relacionando o conhecimento escolar com a Ciência na sociedade.

Contos e microcontos cientificamente proibidos
Astronomia, Física, Matemática e Química

O mundo é um ambiente misterioso. Em tempos pregressos, quando ainda convivíamos em maior proximidade com a natureza, lugares, pedras ou plantas poderiam simbolizar grande poder. O ser humano impregnava a natureza de poderes fantásticos, como deuses animais, forças telúricas e entes diversos inalcançáveis pelos nossos sentidos ordinários. Ao longo do tempo e, especialmente, após o iluminismo, essas associações caíram em desuso, passamos condicionar o nosso entendimento da natureza àquilo que era factualmente demonstrável, enquanto as crenças antigas foram tachadas de retrógadas e primitivas.

Semeando Artistas: a contribuição de Ciências Naturais e Artes Visuais no processo de alfabetização
Biologia e Biociências, Vivências de Sala de Aula e Educação Artística

Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a decodificação do código da escrita se torna o principal foco do processo de ensino-aprendizagem. Por isso, esta prática foi criada com o objetivo de intervir no processo de alfabetização e letramento por meio da construção de um livro coletivo e interdisciplinar entre Ciências e Artes Visuais. Realizou-se uma sequência didática com 34 estudantes do 1º ano no primeiro semestre de 2022. Fez-se aula de campo de Ecologia para reconhecer seres vivos e não vivos e ilustrações do conteúdo explorado. O livro Semeando Artistas contém narrativa lúdica que incentiva a curiosidade, a criatividade e a autonomia do leitor.

Uma nova perspectiva para resolver problemas envolvendo triângulos retângulos
Matemática

O presente artigo tem como objetivo viajar no tempo, relembrando um pouco da história de um dos maiores matemáticos da antiguidade: Pitágoras. A intenção é abordar alguns aspectos sobre a sua principal e grande obra: o Teorema de Pitágoras. Além disso, visa apresentar diferentes formas de abordagem desse conteúdo em sala de aula na resolução de problemas. Por fim, pretende também apresentar o Multiplicador de Lopes e o Teorema de Lopes como nova forma de resolver em sala de aula problemas envolvendo triângulos retângulos. Afinal, a prática pode tornar as aulas de Matemática mais fáceis e atraentes aos estudantes.

Uso de sequências didáticas associando conceitos da Física ao funcionamento do motor de avião
Física

Como ponto central, nosso objetivo no presente artigo é analisar a associação dos conceitos da Física com os sistemas de um avião, alicerçados por um produto educacional, o qual foi aplicado aos alunos do 2° ano do Ensino Médio da Escola Estadual Cardoso Fontes, por meio de um site que contém sequências didáticas e simuladores virtuais direcionados à associação com os conceitos da Física. Buscaram-se artigos que trazem informações sobre associação dos conceitos trabalhados na Física com a aviação. Verificamos que as associações trouxeram resultados promissores para o aprendizado da Física.

A Estatística nas provas da primeira fase da OBMEP para alunos dos 6º e 7º anos do Ensino Fundamental
Matemática, Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

O artigo traz resultados de análises feitas em provas de edições da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas entre 2005 e 2019, a fim de evidenciar quais os conteúdos matemáticos estatísticos abordados, de acordo com os níveis de letramento estatístico definidos por Watson e Callinghan. Apresentamos considerações acerca de letramento estatístico e da investigação para saber se o tema central desta pesquisa já foi tema de estudo dos programas de mestrado profissional em Matemática e Ensino de Ciências em Minas Gerais. Foram observadas onze questões que abordam conteúdos estatísticos e nível de letramento estatístico.

Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP) no ensino de usinagem computadorizada: relato de experiência no IEMA Dr. João Bacelar Portela
Computação e Tecnologias, Vivências de Sala de Aula e Outras Mais Específicas

A Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP) é uma metodologia ativa desenvolvida sobre atividades de ensino-aprendizagem e tarefas contextualizadas que trazem desafios para os estudantes resolverem. Neste trabalho será apresentada uma visão do processo de construção, execução e desenvolvimento de peças pela usinagem computadorizada. Ele tem como objetivo disseminar, por meio de um relato de experiência, a aplicação da ABP, ao adotar três etapas como metodologia: transferência de conhecimentos preliminares, modelagem/uso da máquina CNC para usinagem das peças (peão e bispo) e reflexões sobre o processo.