Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Espaços Urbanos; Política Cultural; Política Educacional
Limpar filtros
Os educadores e as competências de ensino em EaD no pós-covid-19
Educação a Distância, Formação de Professores, História da Educação, Instituição Escola e Política Educacional

Tendo como pano de fundo e, ao mesmo tempo, agente catalisador à covid-19 constatamos que a concepção e prática do ensino em EaD passa atualmente por significativas transformações no Brasil, principalmente nos níveis mais básicos do ensino oficial. Assim, este artigo apresenta informações, análises, questionamentos e sugestões com o objetivo de fomentar reflexões sobre um tema que se tornou mandatório no ambiente escolar: o ensino público a distância mediado pela web.

Educação como prevenção à violência
Antropologia, Vivências de Sala de Aula, Música, Outras Mais Específicas e Política Educacional

É importante convencer os jovens de que aquilo que a escola ensina é essencial, mas também garantir que o conteúdo ensinado seja verdadeiramente relevante para o seu dia a dia. Objetivou-se com o presente trabalho avaliar as razões que contribuem para o aluno abandonar a escola, a relação entre essa atitude e a violência, além das soluções para diminuir esse índice. O método aqui apresentado está fundamentado em artigos científicos online e livros com temas similares. No entanto, para reverter o índice elevado de evasão escolar, se fazem necessárias parcerias, além de maior investimento em políticas públicas voltadas para a Educação brasileira.

O componente curricular Arte nos livros didáticos do novo Ensino Médio: uma análise da abordagem nos livros de Linguagens, códigos e suas tecnologias
Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Artes Plásticas, Educação Artística, Outras Mais Específicas e Política Educacional

O presente artigo objetiva apresentar informações sobre como as obras do PNLD 2021 abordam o conteúdo disciplinar Arte na área de Linguagens, códigos e suas tecnologias, sendo analisadas três das obras disponíveis para a escolha dos docentes e levando em consideração a interdisciplinaridade e as propostas da BNCC para o novo Ensino Médio. A proposta atual para os livros didáticos por área difere muito dos livros das disciplinas individuais utilizados anteriormente; no entanto, o componente Arte é abordado nas obras em constante interação com as outras disciplinas da área de linguagens, exigindo dedicação para adaptação ao novo modelo.

O autista com dificuldade de leitura e escrita - métodos de aprendizagem
Psicologia, Formação de Professores, Outras Mais Específicas e Política Educacional

Este estudo surge da necessidade de informações sobre quais metodologias devem ser aplicadas por profissionais da Educação em consonância com a família, no caso de crianças portadoras de autismo, definido como transtorno global do desenvolvimento, comprometendo o indivíduo na sua comunicação, interação social e na elaboração de atividades, das mais simples às mais complexas. Os autistas criam formas próprias de relacionamento com o mundo exterior, isolando-se de tudo. Alguns aspectos e comportamentos autísticos são abordados para que seja feito um prévio diagnóstico e trabalhar de forma a amenizar o problema.

“Por detrás da cortina”: reflexões sobre as políticas educacionais da Língua Brasileira de Sinais no contexto escolar
Educação Especial e Inclusiva e Política Educacional

Nos últimos tempos, tem crescido o número de alunos com alguma deficiência – em particular de surdos – nas salas de aula que se encontram despreparadas para recebê-los. O objetivo desta pesquisa foi analisar a efetividade das políticas públicas educacionais e seus reflexos na educação de alunos surdos. Foi possível observar que, apesar de os documentos oficiais serem específicos quanto à inserção da Libras na formação de professores e sua inserção no ambiente escolar como prática integradora, muitas escolas ainda não conseguiram se encaixar nesse eixo.

O pesquisador-tecnologista da Educação Básica e Superior do Distrito Federal: caminhos para sua consolidação
Sociologia, Avaliação, Educação a Distância, Educação Especial e Inclusiva, Educação Infantil, História da Educação, Instituição Escola e Política Educacional

O argumento central a ser estudado no presente trabalho visa contribuir com as discussões em relação à organização das carreiras pelos órgãos governamentais no âmbito da educação escolar, bem como a imperiosa necessidade de se promover o reconhecimento desses profissionais e contribuir para a consolidação de uma carreira de pesquisador-tecnológico de modo a contemplar as atividades de controle governamental na educação básica e superior das esferas governamentais.

Divulgação de Astronomia na escola: estrelas variáveis
Astronomia, Instituição Escola e Espaços Urbanos

Estrelas variáveis são estrelas cujo brilho varia em determinado espaço de tempo, que pode ou não seguir algum padrão. Sua observação fornece dados importantes que podem ser aplicados às demais estrelas, contribuindo para a compreensão da existência e da origem não somente delas como de todo o universo. Devido à reduzida complexidade de tal tarefa e dos grandes recursos humanos necessários a seu constante acompanhamento, pode ser realizada por qualquer um que tenha interesse e tempo disponíveis. Nesse sentido, decidimos levar essa proposta a alunos de Ensino Médio do Colégio Estadual Canadá, localizado em Nova Friburgo/RJ.

Gêneros textuais e ensino de Língua Portuguesa
Formação de Professores, Língua Portuguesa e Literatura e Política Educacional

O estudo dos gêneros pode ter consequências positivas nas aulas de Português, pois leva em conta seus usos e funções numa situação comunicativa. A resenha desse capítulo tem o objetivo de revelar metodologias de ensino da Língua Portuguesa voltadas a estudantes de licenciatura e para educadores e professores já formados, de modo que assim possam utilizar de maneira mais ampla a didática, de acordo com qualquer área na educação. Qualquer contexto social ou cultural que envolva a leitura ou a escrita é um evento de letramento, o que implica a existência de inúmeros gêneros textuais culturalmente determinados.

Atuação do assistente social na educação escolar: possíveis práticas com perspectiva inclusiva
Educação Especial e Inclusiva e Política Educacional

O assistente social tem como objeto de trabalho a questão social com suas diversas expressões. Sua atuação no contexto educacional pode contribuir para a democratização da educação, ampliando o acesso da população à escola pública. É sua responsabilidade permanecer atento às diretrizes legais que garantem os direitos da pessoa com deficiência. Na escola, as diferenças não devem constituir um fator de exclusão, pois cabe a ela respeitar e acolher a diversidade humana, bem como se modificar para propiciar o desenvolvimento de quaisquer indivíduos, independentemente de seus déficits ou necessidades.

O uso, não uso e personalização do uniforme escolar: uma análise sobre a autoria discente no Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Educação Infantil, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Cidadania e Comportamento, Espaços Urbanos, Política Cultural e Política Educacional

Este trabalho, cujo tema compreende a crítica por trás do uso do uniforme escolar, que se torna um agente padronizador das identidades que o vestem, tem a finalidade de refletir sobre os escapes encontrados pelos alunos para a afirmação de suas personalidades individuais através da personalização dessas vestimentas no contexto atual, através de acessórios (bolsas, mochilas, bijuterias e/ou cintos), calçados, vestuários inferiores (calça, leg, short, bermuda etc.), roupas complementares (jaqueta, casaco etc.) ou até a própria estilização da blusa escolar. Para tanto, foram analisadas as vestimentas dos alunos do CAp-UFRJ.