Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Associação de Agricultura Orgânica

Alexandre Amorim

Visão crítica do meio ambiente

Associação de Agricultura Orgânica
http://www.aao.org.br/

O site da Associação de Agricultura Orgânica é, antes de tudo, uma injeção de ânimo naqueles que veem qualquer movimento ecológico alternativo com ceticismo. Atuando desde meados dos anos 1970 (ganhando o nome atual em 1989), a entidade já realizou projetos que atingem desde um governo socialista, como Cuba, até um banco, como o Banespa, passando por outros países da América Latina e por governos de estados brasileiros. Inseridos no contexto de luta pela sustentabilidade e consciência do meio ambiente, seus participantes acreditam em participação política, mas sempre fundamentada em análises técnico-científicas.

O site oferece cursos ligados à cultura de animais e plantas de modo que haja equilíbrio entre produção e consumo. Aliás, os temas dos cursos podem parecer estranhos aos habitantes de metrópoles, mas os títulos remetem às necessidades do agricultor que precisa ser orientado em relação à agricultura sustentável: Sítio em equilíbrio, Horta Caseira, Plantas medicinais são apenas alguns deles. Como a sede do órgão é na cidade de São Paulo, no Parque da Água Branca, alguns cursos são ministrados em outros locais, como sítios ou granjas em cidades próximas.

Para quem quer ter melhor noção da importância da consciência ecológica, o site traz dois documentos interessantes: o Estatuto e as Normas de Produção da AAO. São regras da instituição que, por si sós, servem como uma aula de como manter a produção de alimentos sem perder a qualidade da relação com o que está à sua volta. O site também reúne documentos do Greenpeace referentes à agricultura. Na seção Livraria, obras sobre alimentação saudável, devastação na Amazônia, ervas medicinais e perspectivas para a sustentabilidade.

Essa é uma boa opção para atividades escolares voltadas a práticas agrícolas, como cultivos de hortas e introdução ao contato com alimentos e com o meio ambiente. Pelo vocabulário, os textos não são direcionados para o aluno de ensino fundamental, mas podem ser facilmente adaptados pelo professor. Para que os estudantes possam crescer com a ideia da origem de seu alimento, e para que eles saibam como cuidar do espaço onde esse alimento é produzido, vale a pena visitar o site.

Publicado em 10 de agosto de 2010

Publicado em 10 de agosto de 2010