Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

No mundo dos sonhos

Carminda Lopes Fonseca Cunha

Pró-Licenciatura em Artes/Teatro na Unimontes - São Francisco

Na minha infância, gostava de brincar com bonecas, pular corda, jogar queimadas, tomar banho no rio, brincar de teatrinho, recitar poesias e ler muitas histórias.

Tenho um segredo
Que hoje te vou contar:
Quando vou pra cama à noite
Quero sonhar.

Sinto saudades das histórias
Que vinham me contar.  
Queria que fosse noite,
para sempre sonhar.

As historias são muito lindas,
Todos dizem e têm razão.
Elas trazem muita recordação
do fundo do coração.

Estas fotos foram feitas com os alunos da Escola Pentágono, na formatura do 3º período do ensino infantil. O tema foi: CONTOS DE FADAS.

Enfim, pude soltar a imaginação e sonhar, lembrando-me daquele tempo que foi tão lindo e que passou! Mas aquela era a hora de voltar a ser criança e brincar, pensando que aqueles meninos fossem os verdadeiros personagens das historias, que eu pudesse manipular e refazer toda a história. Ali sonhei, brinquei e revi as histórias: Pequena sereia, A bela adormecida, Os sete anões, Cinderela, Rapunzel, A bela e a fera. Foi muito bom trabalhar com esse teatrinho em que as crianças foram espontâneas e felizes. Olha que  interessante! Hoje estou fazendo os bonecos para essa turminha fazer recontos, brincando, sonhando novamente.

“Se desejarmos formar seres criativos, críticos e aptos para tomar decisões, um dos requisitos é o enriquecimento do cotidiano infantil com a inserção de contos, lendas, brinquedos e brincadeiras.”

Tizuko Morchida Kishimoto

Publicado em 15 de março de 2011

Publicado em 15 de março de 2011