Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Olhar das Marcas

Mariana Cruz

Um olhar além das marcas

Imagem da página inicial do site
http://www.olhardasmarcas.com.br

Lembro-me de uma atividade que vez ou outra era proposta na minha época de escola: consistia em criar uma máquina de fotografia com a embalagem de algum produto – que então chamávamos de sucata. Hoje provavelmente utiliza-se o termo “material reciclável”. Apesar da mudança dos termos, a ideia continua atual, mesmo com a profusão de câmeras digitais destes tempos. Minha frustração é nunca ter conseguido fazer minha máquina de sucata (não lembro se por falta de tempo ou de habilidade). Mas nem por isso deixa de ser uma divertida e interessante atividade para propor às crianças. E por que não aos adultos também?

Essa é a essência do site Olhar das Marcas, que foi criado para uma exposição ocorrida em São Paulo (realizada pela agência de propaganda JWT), onde era mostrada uma série de retratos tirados por renomados fotógrafos a partir de uma câmera de pin hole criada por cada um deles (sim, o nome da tal câmera de sucata é pin hole!). Apesar de a exposição já ter acontecido, o site é tão interessante que por si só já vale a pena ser visitado. São diversos os motivos para tal. Primeiro: ver as embalagens escolhidas – marcas bastante conhecidas do grande público, como Coca-Cola, Lux, Nestlé, Trident e Ford, entre outros – virar as tais câmeras pin hole; segundo, saber quem são os fotógrafos que fizeram parte do projeto; e terceiro, o resultado, isto é, as fotos tiradas. Além disso, há um making of que mostra artista plástico Frank Morais construindo a sua própria pin hole. Assim, vemos como é fácil construir a nossa: basta pegar uma caixa e fazer um furo bem pequeno – como o próprio nome indica: um pin (alfinete) hole (furo, buraco).

Para navegar pelas partes mais interessantes do site, basta ir ao tópico Olhar das marcas, clicar em uma das marcas exibidas e ver a foto tirada pela pin hole feita com a embalagem daquela marca.

As fotos têm sempre alguma relação com a marca. Em uns casos isso se dá de forma mais explicita, em outros nem tanto. À direita da imagem há uma pequena foto de cada artista e um link com uma breve biografia de cada um deles; outro link mostra a pin hole com a qual ele fez as fotos.

Os links Serviço e Leilão não estão mais funcionando, o que não é de se estranhar, pois, com o encerramento da exposição, tais serviços perderam a razão de ser.

O site Olhar das Marcas é de múltiplo interesse: serve tanto para amantes da fotografia, artistas plásticos, publicitários como é também um bom exercício para propor em sala de aula.

Publicado em 14 de junho de 2011

Publicado em 14 de junho de 2011