Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Educar sempre...

Tatiana Serra

Vamos cantar, a aula vai começar!

Imagem da página inicial do site
http://blogeducarsempre.blogspot.com.br

O que acha de começar a aula pela música? Normalmente, a escolha de uma letra de música como recurso para abordar um tema em sala de aula é bem-vinda e dá um ar mais dinâmico, interativo e alegre ao conteúdo programático. Porém, é importante conhecer bem sua turma e tentar agradar a todos os gostos.

No blog Educar Sempre, a professora Lucineide, de Dourados-MS, fala sobre o trabalho com letras de música em sala de aula. Ela é especialista em orientação educacional e pós-graduada em Educação de Jovens e Adultos.

A professora destacou que as músicas que trabalha variam desde regionais, infantis, gospel, MPB, rap a outras. ”Tento contemplar todos os estilos durante o ano, respeitando os gostos e valores a serem resgatados na música”, afirma.

Para suas aulas, Lucineide estuda a letra da música e faz a análise linguística ou a reprodução de texto (escrita ou com desenhos). E, em sala, começa com a leitura da música escolhida; problematiza a letra com questões sobre a mensagem da música; discute a tipologia textual, versos, estrofes, rimas, caso tenha; diferencia compositor de cantor; faz uma leitura coletiva com os alunos; em seguida, todos cantam juntos e, dependendo da música, pode haver dramatização, destacando personagens etc.

Entre as letras de música já trabalhadas pela professora de Dourados, destacamos algumas de diferentes estilos:

  • O caderno, de Toquinho e Mutinho;
  • Aquarela, de Toquinho, Vinicius de Moraes, G. Morra e M. Fabrizio;
  • Planeta Água, de Guilherme Arantes;
  • Trem do Pantanal, de Almir Sater;
  • Só Hoje, e Amor maior, de Jota Quest.

A música pode ser usada como recurso de aprendizagem em sala de aula, mesmo que o aluno ainda não saiba ler correntemente, porque, ao ouvir a canção, ele poderá identificar se já a conhece ou não e se envolver ao conhecer a sua história e estrutura. Em alguns instantes, certamente alunos e professores estarão cantando juntos e facilitando a aprendizagem.

Conhecer um blog de uma professora com prática no “chão da sala” traz sempre sugestões práticas e realizáveis – não são aquelas propostas nascidas em gabinetes refrigerados... E mais: como é um blog, o acesso e a resposta da blogueira-professora é rápido e as trocas são ágeis. Vale a pena tentar.

E como primeira experiência, uma aula com música...

Publicado em 18 de dezembro de 2012

Publicado em 18 de dezembro de 2012