Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Mostra de fotonovelas para o ensino e aprendizagem da Física no Colégio Estadual Canadá, de Nova Friburgo-RJ

Adriana Oliveira Bernardes

Mestre em Ensino de Ciências (UENF)

O trabalho com recursos lúdicos em sala de aula vem obtendo excelentes resultados. Vários trabalhos já publicados apontam para o fato.

Deixar de lado as aulas expositivas traz grandes possibilidades para o aprendizado dos alunos, e a utilização de tais recursos motiva e por isso auxilia o trabalho do professor. Textos, jogos, vídeos e as fotonovelas podem motivar o aprendizado da Física no Ensino Médio.

Criadas no início do século, as fotonovelas eram alvo de grande interesse pelos leitores. Uma fotonovela é uma espécie de novela em formato de história em quadrinhos, utilizando imagens ao invés de desenhos.

Nesse trabalho utilizamos as fotonovelas com o intuito de tornar o aluno agente do processo de ensino e aprendizagem, na medida em que pode elaborá-la com conteúdos de Física, sendo orientado pelo professor.

Essa prática torna a disciplina mais próxima do aluno, oferecendo-lhe a oportunidade de aprender e desenvolver competências importantes que constam dos Parâmetros Curriculares Nacionais.

Aqui apresentarei minha experiência na elaboração de fotonovelas realizada no Colégio Estadual Canadá, de Nova Friburgo, no Estado do Rio de Janeiro.

A culminância do projeto deu-se na exposição de uma mostra que motivou os alunos e mobilizou a escola, além de trazer uma nova visão para a Física, de que ela pode ser aprendida e vivenciada pelos alunos em seu dia a dia.


Figura 1 – Colégio Estadual Canadá, Nova Friburgo-RJ

Relatos de experiência

Há sete anos iniciei, na revista Educação Pública, um trabalho de divulgação dos trabalhos realizados em sala de aula, trazendo basicamente relatos de experiência.

Quando iniciei esse trabalho, acreditava na importância desses relatos para os professores em geral; acreditava que conhecer o trabalho de outro professor poderia contribuir para a sua prática. Da mesma forma, é importante para o professor que expõe sua prática, porque também pode melhorá-la; é, portanto, uma estrada de mão dupla, havendo benefícios para ambas as partes.

Em sete anos utilizei vários recursos: vídeos, textos e jogos, entre outros, sempre procurando estimular o aluno a ser ativo no processo de aprendizagem – e não apenas a receber conhecimento pronto.

O trabalho que apresento agora pode ser considerado uma grande vitória; quem está em sala de aula conhece bem as dificuldades e sabe do que estou falando.

Elaborando fotonovelas para o ensino de Física no Ensino Médio

No C. E. Canadá, de Nova Friburgo, desde o início de 2013 vem sendo desenvolvido um projeto no qual os alunos são incentivados a tornarem-se ativos no processo de ensino e aprendizagem, ao participar da criação de material para o ensino de Física.

O material elaborado são fotonovelas abordando os conteúdos de Física do Currículo Mínimo estadual: aquecimento global e funcionamento da geladeira e do ar-condicionado são exemplos de conteúdos que fazem parte das histórias criadas pelos alunos desenvolvidas em fotonovelas produzidas pelos alunos do 2o ano do Ensino Médio, turmas 2001 e 2002, das quais fazem parte cerca de 70 alunos.

Para sua elaboração, os alunos foram divididos em grupos de no máximo três componentes, que realizam o trabalho a partir dos conteúdos ministrados pelos professores em sala de aula, que fazem parte do Currículo Mínimo de Física.

Com a produção das fotonovelas, os alunos:

  • Pesquisam o assunto a ser abordado;
  • Elaboram texto sobre os conceitos trabalhados;
  • Elaboram uma história na qual os conceitos podem ser inseridos.
  • Elaboram uma fotonovela no programa PowerPoint.

A seguir podemos observar os tópicos abordados nas fotonovelas:

  • Aquecimento global
  • Efeito estufa
  • Comportamento anômalo da água
  • Funcionamento da geladeira
  • Funcionamento do ar-condicionado
  • Brisas marítimas
  • Poluição atmosférica
  • Termômetros
  • Primeira Lei da Termodinâmica

Figura 2 – Alunas participando de fotonovela para o ensino de Física

A realização do projeto mostra as possibilidades de a Física se aproximar mais do cotidiano do aluno e de conhecimentos de Física poderem ser discutidos entre os alunos com aproveitamento.

trabalho 294.JPG
Figura 3 – Alunos caracterizados para a produção da fotonovela que explica como funciona a geladeira

A culminância do projeto ocorreu no dia 22 de maio, na quadra de esportes do Colégio Estadual Canadá. Os alunos do 2o ano do Ensino Médio das turmas matutinas apresentaram sua produção para toda a comunidade escolar. Foram eleitas então as melhores fotonovelas, no primeiro, segundo e terceiro lugares. Os alunos que se destacaram também foram premiados como destaques individuais da mostra.

Mais à frente, quando estiverem tabulados, publicaremos os resultados da pesquisa realizada com os alunos sobre seu desenvolvimento.

Mostra de fotonovelas


Figura 4 – Ao lado do diretor Édson Nunes, Pedro, Fábio, Paulo, Marcos, João conquistaram o primeiro lugar em apresentação de trabalho na Mostra

Figura 5 – Pâmela, Sara e Jhénnifer, ao lado do professor Bini, conquistaram a segunda melhor apresentação de trabalho na Mostra

Figura 6 – Marcelle, Paloma e Izabela, ao lado da intérprete Natália, terceiro lugar em apresentação na Mostra

Figura 7 – Destaque individual da Mostra, Douglas Knupp

Referências

BRASIL. MEC. Ciências da natureza, Matemática e suas tecnologias. Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006.

BRASIL. MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Fundamental. Adaptações Curriculares. Disponível em: http://www.educacaoonline.pro.br/adaptacocurriculares.asp. Acesso em: 27 de setembro de 2008.

Saiba mais:

Projetos nos quais são utilizados recursos como jogos educativos e vídeos:

Publicado em 25 de junho de 2013

Publicado em 25 de junho de 2013