Presidiário foi um dos mais bem colocados no Enem

Um dos melhores alunos fluminenses no Enem é um presidiário. Ele aproveitou seu tempo ocioso na penitenciária para estudar (utilizando o sistema Ceja, da Fundação Cecierj em parceria com a Secretaria de Estado de Educação) e passou para Administração na UFF e Direito na Faculdade Anhanguera, contrariando os padrões encontrados no Brasil. Além dos estudos, ele descobriu na cela o prazer da leitura.

Publicado em 16 de fevereiro de 2016