CTS e livro didático de Matemática: algumas aproximações

Helismar Medeiros dos Santos

Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática (UFMA), licenciado em Matemática (UEMA), professor da rede municipal de Rosário/MA

É perceptível o agravamento dos problemas sociais e ambientais. No entanto, as discussões sobre a natureza do conhecimento científico e seu papel na sociedade cresceram no mundo inteiro, fazendo surgir um movimento que passou a refletir criticamente sobre as relações entre Ciência, tecnologia e sociedade (Auler; Bazzo, 2001; Bazzo, 1998; Cruz; Zylbersztajn, 2001; Pinheiro; Silveira; Bazzo, 2001).

As mudanças ocorridas na sociedade nos dois últimos séculos têm servido para alertar as populações sobre a origem dos problemas enfrentados na atualidade, instigando reflexões e propondo caminhos para solucioná-los ou evitá-los por meio da educação. O avanço tecnológico, a industrialização dos setores da economia e o descaso com o ambiente têm sido os principais temas dessas reflexões, cada vez mais presentes no campo científico. Esses acontecimentos tornaram a ciência e a tecnologia alvos de olhares críticos; e o ensino de ciência, um meio para conscientizar a população sobre problemas atuais gerados pela ciência e pela tecnologia (Bazzo, 2001).

A maneira pela qual a pessoa toma conhecimento sobre questões ligadas a C&T geralmente fica por conta dos meios de divulgação que se faz em torno dessas atividades e que influencia boa parte da população que, segundo Bazzo (2010), tornando a ciência e tecnologia uma coisa boa aos olhos de todos, evitando questionamentos plausíveis ou contraditórios sobre a o lado obscuro que a tecnologia e a própria ciência também apresentam.

Porém, para além dos benefícios, as consequências do desenvolvimento científico tecnológico são evidentes nas dimensões socioeconômico-ambientais. Praia e Cachapuz (2005) afirmam que:

Sem dúvida que esses desenvolvimentos trouxeram grandes benefícios à condição humana. Porém, à medida que se amplifica o seu impacto sobre a natureza em geral e sobre a vida dos indivíduos e das sociedades em particular, profundas e agudas questões sociais e éticas se vão levantando (p. 175).

Nessa perspectiva, surge a relação entre o avanço tecnológico e científico e suas possíveis consequências nos meios político, social e econômico, que podem ser visto no crescente desmatamento de áreas preservadas para construção de moradias ou expansão da monocultura, derramamento de petróleo em ambientes marinhos e a divulgação de fake news, informações inverídicas ou distorcidas da realidade.

Livro didático e os temas transversais contemporâneos

Os temas transversais contemporâneos, como a educação ambiental e educação para o consumo, trabalho, saúde, direitos humanos, educação e multiculturalismo e ciência e tecnologia presentes nos livros didáticos de matemática, possibilitam aos estudantes entrarem em contato com a C&T, proporcionando o desenvolvimento do pensamento reflexivo, que podem ser relacionadas às transformações que a sociedade vem enfrentando ligadas à Ciência e a Tecnologia, fazendo com que o estudo desses conteúdos, de maneira reflexiva, passe a fazer parte da vida dos aprendizes em outros espaços que não sejam a escola (Santos, 2007).

Portanto, percebe a importância de uma educação que seja balizada em CTS para possibilitar futuras gerações a transitarem segurança e criticidade por temas ligados à ciência e tecnologia Silveira (2013). Sem dúvida, o LD pode ser pensado para ser um instrumento de alfabetização cientifica, pois cientificamente alfabetizado, segundo Cachapuz (2005, p. 181), “implica ser capaz de discutir alguns resultados das investigações científicas e as suas possíveis implicações, de modo a poder compreender a sociotecnologia de maneira crítica, a ter ‘consciência tecnológica’”.

No Brasil, o livro didático é o principal recurso pedagógico utilizado pelos alunos e professores, onde o estudante tem acesso aos conteúdos que serão ministrados durante todo o ano. Não é possível negar a importância desse recurso pedagógico concreto nas escolas públicas, pelo fato de o aluno ter contato constante e concebê-lo como uma fonte de consulta, possibilitando uma aprendizagem cada vez mais autônoma. Segundo Teixeira (2013), o livro didático está ligado ao desenvolvimento de habilidades, competências e diversos outros requisitos necessários à vida individual e social. O livro didático deve oferecer uma perspectiva interdisciplinar que mobilize conhecimentos e promova, por meio dos textos e atividades, uma postura investigativa por parte do aluno, conduzindo assim ao exercício da cidadania (Teixeira, 2013).

O LD é um recurso didático de amplo espectro para discentes e docentes; é um guia para os nossos professores, e nele está expresso, de maneira mais objetiva, o que se deseja no currículo formal (Brasil, 2003). Porém, é necessário um estudo que investigue como os livros didáticos de matemática estão abordando temas tão importantes, como os relacionados às temáticas CTS, para o desenvolvimento dos discentes da Educação Básica e, consequentemente, como contribuem para o desenvolvimento da sociedade como um todo.

Metodologia

A investigação científica é um processo importante para aquisição e produção do conhecimento. Ela possibilita ao pesquisador compreender o mundo em que vive. É por meio da pesquisa que se realiza a investigação científica (RODRIGUES, 2006).

A Análise de Conteúdo, segundo Campos (2004, p. 611), é “compreendida como um conjunto de técnicas de pesquisa cujo objetivo é a busca dos sentidos de um documento”. Portanto, optou-se pela análise de conteúdo por se tratar de um livro didático, e ao mesmo tempo por ser recurso pedagógico.

As escolhas dos livros no município de Rosário estão sendo realizadas de maneira coletiva pelos professores. Para os anos finais do Ensino Fundamental, foi escolhido o livro Teláris Matemática (2018), que, de acordo com o documento que constitui a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do território maranhense, deve trazer conteúdos da abordagem CTS, considerando que no âmbito educacional, essa abordagem é parte propulsora do desenvolvimento sustentável da região e enfatiza que a educação em ciências e tecnologia não pode se dar sem a incorporação de importantes e amplos valores humanos, como a educação, ética, solidariedade e empatia.

A escolha dos livros está sendo feita em três etapas: na primeira fase, os professores podem observar 22 itens que constam numa ficha de apoio que a Secretaria de Educação do município disponibilizou para auxiliar o professor na seleção, e entre esses itens, observam-se algumas características ligadas a abordagens CTS; a segunda etapa consiste na verificação do conteúdo presente no manual do professor, já que os livros dos alunos ainda não foram distribuídos, e no conteúdo envolve o tema CTS.

Para fazermos a relação entre o que o LD apresenta e abordagem CTS, optamos por usarmos as características sobre CTS feitas na disciplina de Abordagem Ciência e Tecnologia no Mestrado em ensino de Ciência e Matemática da Universidade Estadual do Maranhão, a saber:

  • Busca, no âmbito educacional, promover uma educação científica?
  • Incentiva o uso de novas tecnologias?
  • Aborda temas sobre relacionado ao meio ambiente e sua conservação?
  • Possibilita discussões sobre os impactos da ciência e tecnologia na sociedade?

Resultados

No livro didático de Matemática da Coleção Teláris, 6º ano, identificamos, em seus conteúdos, aspectos relacionados à abordagem CTS.

  • Busca, no âmbito educacional, promover uma educação científica?

Entendemos por educação científica a produção de cidadãos críticos, analíticos e racionais. Por esse motivo, a ciência para a cidadania tem como objetivo a educação científica e deve ser projetada para a população em geral (Mansour, 2009). O livro aqui analisado possibilita a criticidade quando propõe situações- problema relacionadas ao cotidiano do aluno, como no exercício a seguir:

Em uma campanha de vacinação a previsão era de que no mínimo 20 000 crianças fossem vacinadas em 2 dias. No primeiro dia foram vacinadas 11 640 crianças e no segundo dia, 3 264 crianças a menos do que no dia anterior. Verifique se o objetivo foi alcançado (Teláris, 2018, p. 41).

O exercício acima aborda um tema muito discutido na atualidade, as vacinas. Dados recentes expõem a importância da vacinação e como as fake news têm colaborado para disseminar informações dúbias sobre os efeitos das vacinas distribuídas no Brasil. O estudo mostrou a relação da vacinação com as mídias sociais e constatou que 57% dos que não se vacinaram citaram um motivo relacionado à desinformação, e 48% dos entrevistados relacionam que têm as redes sociais e aplicativos como uma das principais fontes de informação sobre vacinas (SBIm, 2019). Logo, o exercício apresentado permite ao estudante trazer para a sala de aula questionamentos importantes sobre as vacinas; o professor, por sua vez, tem a oportunidade de mostrar a importância das vacinas e desmistificar conceitos errôneos que são disseminados pelas redes sociais sobre as vacinas.

  • Incentiva o uso de novas tecnologias?

Nas últimas décadas, os impactos provocados pelas tecnologias fomentaram mudanças importantes no dia a dia das pessoas, tanto na área da educação quanto em outros segmentos. Os recursos tecnológicos, por sua vez, oferecem uma grande contribuição para a aprendizagem, a partir do momento em que os professores incentivam seu uso em sala de aula e possibilitam aos estudantes os contatos com esses recursos (Souza, 2017, p. 370). O LD apresenta ao estudante inúmeras possibilidades relacionadas ao uso de softwares educativos, de mídias digitais, sites para pesquisa e uma unidade no fim de cada capítulo chamada de matemática e tecnologia, na qual os autores propõem o seu uso em sala de aula. Observe:

O GeoGebra é um software livre e dinâmico de Matemática que pode ser utilizado em diversos conteúdos de Álgebra e Geometria, em todos os níveis de ensino. Ele foi criado em 2001 pelo matemático austríaco Markus Hohenwarter (1976-) e recebeu diversos prêmios na Europa e nos Estados Unidos.

Sugestão de atividade

Retome com seus alunos algumas informações, como a de que 2 pontos definem uma reta. Em seguida, peça que, no GeoGebra, marquem 6 pontos quaisquer usando a ferramenta “Ponto” (Teláris, 2018, p. 138).

Portanto, como visto acima, o LD oferece tanto ao professor como aos estudantes estratégias e sugestões voltadas ao uso das tecnologias em sala de aula, porém não promove questionamento sobre o seu uso.

  • Aborda temas relacionados ao meio ambiente e sua conservação?

São grandes os desafios a serem enfrentados e os objetivos a serem alcançados pelos cidadãos por melhores condições de vida no mundo. Os constantes avanços tecnológicos oportunizaram formas de produção de bens com consequências indesejáveis que se agravam com a mesma rapidez. A exploração dos recursos naturais passou a ser intensa, a ponto de pôr em risco a renovação dos desses recursos. Sabe-se agora da necessidade de entender mais sobre os limites da renovabilidade de recursos tão básicos como a água, por exemplo (Brasil, 1997, p, 167-168).

A abordagem de tema tão importante para todos e imprescindível para a formação de estudantes conscientes aptos para decidir e atuar na realidade socioambiental de modo comprometido com a vida, com o bem-estar de cada um e da sociedade, local e global, o LD analisado se faz uso da música Planeta Água seguida de dados da Organização das Nações Unidas sobre o crescimento populacional e suas consequências para o meio ambiente, observe:

Texto 1.

Planeta Água

Águas escuras dos rios
Que levam
A fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra

(Teláris, 2018, p .236 )

Questão. Observe o título do texto “Planeta Água”. Por que você acha que o texto nomeia o planeta assim? Esse nome reflete a situação da água disponível para consumo dos seres humanos? Se necessário faça uma pesquisa para embasar sua resposta (Teláris, 2018, p .237).

Como pudemos observar, o LD traz informações relevantes sobre problemas enfrentados na atualidade ligados ao meio ambiente, consumo e o crescimento populacional. Para isso, utilizou a música Planeta Água para contextualizar o tema meio ambiente; logo em seguida, incentiva os alunos a refletirem sobre a água potável no planeta a partir da atividade (questão) proposta e com resposta de cunho pessoal do aluno.

  • Possibilita discussões sobre os impactos da ciência e tecnologia na sociedade?

Os acontecimentos ligados ao desenvolvimento científico e tecnológico, a partir de meados do século XX, despertaram nas pessoas o sentimento de que o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico não proporcionava, de forma linear o desenvolvimento do bem-estar social dos envolvidos (Bazzo, 2001). Os estudantes devem estar cientes de que o avanço tecnológico não traz somente benefícios, mas traz também problemas ligados ao meio ambiente, economia, política e desenvolvimento social.

Observe o quadro abaixo e verifique como o LD induz nos estudantes a mudança de hábitos ligados ao uso dos recursos tecnológicos e como isto está relacionado com o aquecimento global.

Medidas para poupar energia

Redução de CO2 por residência (kg por ano)

Use aparelhos manuais ao invés de elétricos.

40

Compre produtos embalados em pacotes recicláveis e reutilizáveis.

110

Instale chuveiros no modo verão para usar menos água quente.

150

Substitua as lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes.

250

Lave as roupas em água morna ou fria e não quente.

250

Instale um sistema de aquecimento solar para fornecimento de água quente.

360

Recicle todos os jornais, cartões, vidros e metais de sua casa.

400

Deixe o carro em casa duas vezes por semana (caminhe, ande de bicicleta, pegue transporte público).

750

 Isole paredes e tetos contra calor e frio, dependendo do clima.

2000

Plante árvores ao redor de sua casa e pinte o telhado com cores claras no clima quente e escuras no clima frio.

2500

Considerações finais

Levando em consideração os resultados deste estudo com o livro didático de Matemática da Coleção Teláris do 6º ano, constata-se que o livro relaciona a maioria dos conteúdos e abordagens sobre temas atuais e acontecimentos que se relacionam com o cotidiano das pessoas e retratam situações do dia a dia dos alunos, como a poluição dos rios, a produção e destino do lixo, o desmatamento de florestas e o aquecimento global. O livro incentiva o uso das novas tecnologias de informação e comunicação e internet.

A análise feita até o momento refere-se ao livro didático do 6º ano da coleção Teláris. O LD analisado oferta, em seus conteúdos, diversas situações que permitem ao professor desenvolver nas aulas as temáticas pertinentes à abordagem CTS.

Referências

AULER, D.; BAZZO, W. A. Reflexões para a Implementação do Movimento CTS no Contexto Educacional Brasileiro. Ciência & Educação, v. 7, nº 1, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Projeto de avaliação dos livros didáticos da 1ª à 4ª série. v. 2. Brasília: MEC, 2003.

______. Parâmetros curriculares nacionais: meio ambiente e saúde. Brasília: MEC/SEF, 1996.

CAMPOS, C. J. G. Método de análise de conteúdo: ferramenta para a análise de dados qualitativos no campo da saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 57, nº 5, p. 611-614, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v57n5/a19v57n5.pdf. Acesso em: 13 out. 2019.

DANTE, L. R. Teláris Matemática, 6º ano. 3ª ed. São Paulo: Ática, 2018.

FRIAS FILHO, Otavio. O que é falso sobre fake News. Revista USP, São Paulo, nº 116, p. 39-44, jan./mar. 2018.

PRAIA, J.; CACHAPUZ, A. Ciência-Tecnologia-Sociedade: um compromisso ético. Revista CTS, v. 2(6), p. 173-194, 2005.

MANSOUR, N. Sociedade, Ciência, Tecnologia (STS): um novo paradigma na Educação em Ciências. Boletim de Ciência, Tecnologia e Sociedade, 2009.

RODRIGUES, A. J. Metodologia científica: completo e essencial para a vida universitária. São Paulo: Avercamp, 2006.

SANTOS, W. L. P. Contextualização no ensino de Ciências por meio de temas CTS em uma perspectiva crítica. Ciência & Ensino, Campinas, v. 1, nº esp., p. 1-12, 2007.

SILVEIRA, Everaldo. Livro didático de matemática e CTS: algumas aproximações, 2013.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Sete a cada dez brasileiros acreditam em informações falsas sobre vacinação. 13 de novembro de 2019. Disponível em: https://sbim.org.br/noticias/1139-sete-a-cada-dez-brasileiros-acreditam-em-informacoes-falsas-sobre-vacinacao. Acesso em: 14 dez. 2019.

SOUZA, Joamir Roberto de; PATARO, Patrícia Rosana Moreno. Vontade de aprender matemática. 2015.

TEIXEIRA, P. M. M.. Educação científica e movimento CTS no quadro das tendências pedagógicas no Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, 2011.

Publicado em 01 de dezembro de 2020

Como citar este artigo (ABNT)

SANTOS, Helismar Medeiros dos. CTS e livro didático de Matemática: algumas aproximações. Educação Pública, v. 20, nº 46, 1 de dezembro de 2020. Disponível em: https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/20/46/cts-e-livro-didatico-de-matematica-algumas-aproximacoes