Práticas de leitura em tempos de pandemia: relato de experiência do clube de leitores Te Indico

Cibele Bastos Mendonça Lima

Graduada em História, especialista em História e Educação Especial e Inclusiva, professora de Ensino do Uso da Biblioteca (SEE/MG)

Dercília Maria de Freitas

Graduada em Pedagogia, especialista em Supervisão, professora de Ensino do Uso da Biblioteca (SEE/MG)

Juliana Bizarro Ferraz Giarola

Graduada em Pedagogia e Educação Especial, especialista em Psicopedagogia, Educação Especial e Biblioteconomia, professora de Ensino do Uso da Biblioteca (SEE/MG)

Nancy Cherigath Romero de Paula

Graduada em Pedagogia, especialista em Supervisão, Educação Especial e Neuropsicopedagogia, professora de Ensino do Uso da Biblioteca (SEE/MG)

Gustavo Gomes Siqueira da Rocha

Graduado em Letras/Português e Pedagogia, especialista em Docência do Ensino Superior, Tutoria em EAD e Literatura, Cultura e Artes na Educação, mestrando em Letras (UFJF), monitor de Língua Portuguesa (Colap - PUC-Rio), professor de Educação Básica (SEE/MG)

O grupo de leitura Te Indico surgiu da ideia de que leitura é fonte inesgotável de prazer e entretenimento e uma das melhores formas de viajar sem sair de casa (Dias; Quadros, 2015). O projeto é desenvolvido pela Escola Estadual Ilka Campos Vargas, localizada na área urbana do munícipio de Tombos/MG, que possui como prioridade mostrar a importância da leitura para seus estudantes, procurando sempre despertar neles o gosto pelos livros, pois este, além de aprimorar o vocabulário, dinamiza o raciocínio e a interpretação. A escola atende alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, possuindo a média de 500 alunos, sendo a maior parte deles pertencente a famílias de classe média baixa.

Muitos projetos vêm sendo desenvolvidos na escola pelos professores de Ensino do Uso da Biblioteca (PEUB) com o objetivo de ajudar os alunos na compreensão dos diferentes gêneros textuais que circulam na sociedade; com sagacidade, perceberam a oportunidade de ampliar essas atividades com os estudantes em casa, colaborando para preencher, com qualidade, o tempo que poderia ser ocioso neste momento de isolamento social. A proposta do grupo de leituras Te Indico para todos que participam dele é promover, neste momento, atividades relacionadas à leitura sem obrigação; o conhecimento de obras literárias de forma prazerosa; a saída de casa viajando por diferentes lugares e épocas; a oportunidade de colocar-se no lugar dos personagens e tirar lições para a própria vida e, principalmente, ajudar a suavizar os impactos da pandemia. No grupo, os participantes possuem a oportunidade de interagir e se aproximar uns dos outros, mesmo que a distância.

Metodologia do projeto

O grupo de leitores foi organizado com o objetivo de continuar o trabalho do Clube de Leitura da Escola Estadual Ilka Campos Vargas, já existente, conduzido pelas professoras de Ensino do Uso da Biblioteca desde o ano de 2017, adequando-o ao regime especial de atividades não presenciais (Reanp), em consonância com os pressupostos da Secretaria Estadual de Educação para o período de isolamento social. “Neste momento, é preciso dar aos estudantes a possibilidade da continuidade do processo de desenvolvimento cognitivo e proporcionar a retomada de algumas atividades educacionais, mesmo que sejam fora do convívio escolar” (Minas Gerais, 2020, p. 4).

Acreditando que os livros são ótimos companheiros nesse momento, o projeto foi elaborado com o intuito de estimular os alunos que já faziam parte do Clube de Leitura e os demais alunos e professores da escola a se unir para amenizar os impactos negativos da pandemia e desenvolver habilidades cognitivas no corpo discente.

Ao ler, o leitor percebe não apenas sua capacidade subjetiva, sua condição de sujeito sócio-histórico-cultural ao compartilhar a leitura ficcional, como também propõe seus esforços interpretativos ao reconstruir o texto com o envolvimento criativo de sua imaginação (Dias; Quadros, 2015, p. 10).

A proposta do grupo de leituras Te Indico é criar, uma vez por semana, momentos em que os participantes possam compartilhar e analisar alguma leitura realizada. Foram convidados autores de obras literárias da região, que, a cada semana, em vídeos, contam sua história de escritor, suas dificuldades, suas experiências com a escrita buscando aguçar o gosto e o prazer pela leitura.

Desenvolvimento do projeto

O projeto vem sendo desenvolvido da seguinte maneira: toda segunda-feira um escritor convidado comenta sua obra e o gênero textual abordado nela. Cada dia da semana, os participantes ou um professor convidado indica e comenta uma obra, que pode ser um livro lido ou um filme baseado em uma obra literária.

Os encontros do grupo funcionam com conversas entre leitores; portanto, apresentação de pontos de vista pessoais, questionamentos sobre pontos da história que permitem várias interpretações são práticas bem-vindas. O professor de Ensino do Uso da Biblioteca é um facilitador dos diálogos, e não um instrutor. O prazer de ler e compartilhar impressões sobre livros dá o tom dos encontros online e maximiza as interações. A culminância do projeto se dá com a apresentação de trechos de peças teatrais e leituras de poemas.

A seguir está o cronograma elaborado para o projeto.

Cronograma:

  • 01/06/20 a 05/06/20 – convite aos escritores para participação no projeto.
  • 08/06/20 a 10/06/20 - apresentação da proposta de trabalho e organização do grupo de leitores.
  • 15/06/20 a 31/07/20- início e trabalho com o grupo de leitores.
  • Recursos: Redes sociais (Facebook e Instagram); Vídeos; WhatsApp.

A proposta de trabalho foi apresentada para o gestor da escola e as especialistas em Educação Básica; os professores de Língua Portuguesa foram convidados a participar e colaborar com a divulgação do projeto nos grupos deWhatsApp de cada ano de escolaridade em que atuam. Às professoras de Ensino do Uso da Biblioteca coube o trabalho de organizar todo o material necessário para trabalhar com o gênero textual apresentado na semana.

Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer como e quando os escritores iniciaram o gosto pela leitura e escrita, assim como as dificuldades encontradas para publicação de suas obras, pelos vídeos enviados por eles. Professores, ex-professores e ex-alunos também fizeram suas indicações de leituras. Alguns escritores consagrados, como Jorge Amado, Graciliano Ramos, Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de Moraes, foram indicados e apresentados para os participantes do grupo através de links no YouTube. Com o desenvolvimento do projeto e com a participação de todos que se envolveram, obtivemos um ótimo resultado, conforme será explicado mais à frente.

Com as visualizações e comentários sobre os vídeos, foi possível perceber que o principal objetivo do projeto foi alcançado. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou algumas ações com o objetivo de amenizar os impactos negativos da pandemia, como escrever e, principalmente, ler. Assim sendo, a intenção é continuar com o grupo de leituras Te Indico, a fim de mostrar que valorizar a leitura se faz necessário não apenas para a formação do ser humano, mas também para o seu bem-estar.

Resultados e discussão

Com a aplicação do projeto Te Indico por meio das redes sociais WhatsApp e Facebook, conseguiu-se atingir resultados satisfatórios perante as dificuldades enfrentadas durante o período de pandemia mundial do vírus Orthocoronavirinae (popularmente conhecido por Covid-19 ou coronavírus), resultados esses alcançados devido ao grande empenho da equipe em proporcionar incentivos diversificados através de dicas de leituras diversas, tais como os vídeos produzidos por autores regionais, os quais geraram não somente um importante atrativo/incentivo para os estudantes, mas também o cumprimento do cronograma inicialmente proposto para andamento do projeto em si.

Os resultados se mostraram positivos mediante a interação das rodas de conversa entre os envolvidos: alunos, orientadores e colaboradores. Nesses bate-papos interativos, além de perceber uma quebra de mitos, houve uma ação totalmente positiva ao exercer o papel percursor na revelação dos talentos de escrita de um aluno que se mostrou autor de contos. Dessa forma, todas as consequências do projeto foram alcançadas devido a um bom planejamento prévio de aplicação e execução, em que não houve necessidade de comutação e/ou adaptação para o desenvolvimento do objetivo.

Considerações finais

O projeto de leitura Te Indico foi elaborado, portanto, com o intuito de garantir aos alunos da Escola Estadual Ilka Campos Vargas e a toda a comunidade escolar a continuidade do acesso à biblioteca Vera Batista de Paula, da escola, como meio de proporcionar a continuidade do processo de aprendizagem, bem como, incentivar a leitura, a escrita e a criatividade, e, assim, a revelação de novos talentos.

O maior êxito do projeto foi a participação dos alunos, que foram convidados e não obrigados a participar no desenvolvimento das atividades. Os talentos desconhecidos tornaram-se verdadeiros parceiros na busca pela motivação dos demais estudantes diante do cenário global de pandemia em decorrência do Covid-19; o meio para tirar do papel o projeto em questão foi a utilização dos recursos digitais, que serviu ainda para o sucesso da divulgação. Com o empenho dos profissionais envolvidos em tal projeto, ele não alcançou no WhatsApp o número de alunos pretendidos; por outro lado, no Facebook o acesso foi maior. Ainda assim, prosseguiremos com o projeto, reforçando o que por ora já funciona como nova meta: a ideia de que os alunos participem mais ativamente, por meio da leitura compartilhada de uma obra literária escolhida entre livros que serão disponibilizados digitalmente em PDF pelos criadores do projeto. A intenção também é que os alunos realizem resenhas por meio de áudios ou até vídeos, a serem colocados no grupo. Ainda serão premiados os alunos que se destacarem no desempenho nos concursos de algum gênero literário, debates e comentários de obras diversas.

Por fim, é importante destacar que o momento vivido é algo jamais visto em todo o mundo; as adaptações foram realizadas principalmente na educação e as mudanças foram aceleradas; o futuro que se desenha está de sobremaneira vinculado à realidade vivida pelos alunos, que estão cada vez mais tecnológicos. Logo, a palavra de ordem que ficou para todos nós é: reinventar, criar novas possibilidades para, assim, garantir o processo educacional.

Referências

DIAS, Flávia Brito; QUADROS, Deisily. A literatura e a escola: tensões e possibilidades. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE LITERATURA INFANTIL E JUVENIL, 2015. Presidente Prudente. Anais... p. 1.381-1.393.

MINAS GERAIS. Resolução SEE nº 4.310/20. Belo Horizonte, 2020. Disponível em: https://srepousoalegre.educacao.mg.gov.br/index.php/banco-de-noticias/9-noticias/156-resolucao-see-n-4-310-2020. Acesso em: 12 ago. 2020.

Publicado em 15 de dezembro de 2020

Como citar este artigo (ABNT)

LIMA, Cibele Bastos Mendonça; FREITAS, Dercília Maria de; GIAROLA, Juliana Bizarro Ferraz; PAULA, Nancy Cherigath Romero de; ROCHA, Gustavo Gomes Siqueira da. Práticas de leitura em tempos de pandemia: relato de experiência do clube de leitores Te Indico. Educação Pública, v. 20, nº 48, 15 de dezembro de 2020. Disponível em: https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/20/48/praticas-de-leitura-em-tempos-de-pandemia-relato-de-experiencia-do-clube-de-leitores-te-indico