Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Os Conceitos Básicos sobre Lixo - Os 5 R's

Prof. Rondon Mamede Fatá

Conta-se que ocorreu um incêndio em uma floresta.Todos os animais se afastaram velozmente do foco do incêndio; mas um Beija-Flor vinha em sentido contrário, trazendo no bico uma gota d’água.Os que fugiam lhe perguntaram para que serviria aquela gota d’água... Ele respondeu que era para ajudar a apagar o fogo.Os outros acharam graça e tentaram mostrar ao Beija-Flor que aquilo era impossível, mas ele exclamou “apenas estou fazendo a minha parte!”

Moral da estória: não vamos sozinhos resolver os problemas do nosso planeta, mas podemos contribuir para que as próximas gerações, as dos nossos descendentes, encontrem uma Terra melhor. Portanto, que cada um faça a sua parte e que cada parte seja a melhor possível.

Na exposição a seguir, vamos demonstrar como diminuir a quantidade de lixo produzida no nosso dia-a-dia.

Para tal, estaremos nos baseando em cinco conceitos básicos relativos ao lixo, que são conhecidos como os 5R’s:

Repensar | Reduzir | Reutilizar | Reaproveitar | Reciclar

I – Conceito de Repensar

Geralmente agimos na vida automaticamente, sem analisarmos o que estamos fazendo, pois de antemão concluímos que todos fazem a sua parte.

Mas é necessário parar para pensar:

  1. Realmente precisamos de determinados produtos que compramos ou ganhamos?
  2. Compramos produtos duráveis/resistentes, evitando comprar produtos descartáveis?
  3. Evitamos a compra de produtos que possuem elementos tóxicos ou perigosos?
  4. Enterramos o nosso lixo, se não houver coleta do mesmo no bairro?
  5. Evitamos queimar o lixo?
  6. Lemos os rótulos dos produtos para conhecer as suas recomendações ou informações ambientais?
  7. Usamos detergentes e produtos de limpeza biodegradáveis?
  8. Utilizamos pilhas recarregáveis?
  9. Não compramos produtos provenientes de trabalho escravo?
  10.   Não compramos produtos produzidos por crianças que são obrigadas a trabalhar?
  11. Não compramos produtos de origem duvidosa?
  12. Evitamos a compra de caderno e papéis que usam cloro no processo de branqueamento?
  13. Pegamos emprestado ou alugamos aparelhos/equipamentos que não usamos com frequência, ao invés de comprá-lo?
  14. Não jogamos no lixo remédios, injeções e curativos feitos em casa, procurando uma farmácia ou um posto de saúde como uma alternativa de descarte?
  15. Consertamos produtos em vez de descartá-los, substituindo-os por novos?
  16. Deixamos os pneus velhos nas oficinas de trocas, pois elas são responsáveis pelo seu destino adequado?
  17. Deixamos a bateria usada do carro no local onde adquirimos a nova, certificando que existe um sistema de retorno ao fabricante?
  18. Evitamos as pilhas de alto teor de chumbo, cadmo e mercúrio ou então, após o uso,  devolvemos o produto para o revendedor?
  19. Junto aos outros consumidores, exigimos produtos sem embalagens desnecessárias, assim como vasilhames?
  20. Damos preferência a produtos e serviços que não agridem ao ambiente, tanto na produção, quanto na distribuição, no consumo e no descarte final?
  21. Escolhemos produtos de empresas certificadas, isto é, que desenvolvam programas sócioambientais e/ou que sejam responsáveis pelo produto após consumo?

II– Conceito de Reduzir

Portanto, devemos reduzir o consumo tomando as seguintes atitudes:

  1. Comprar somente o necessário;
  2. Comprar produtos duráveis;
  3. Adotar um consumo mais racional;
  4. Comprar produtos que tenham refil;
  5. Diminuir a quantidade de pacotes e embalagens;
  6. Evitar gastos desnecessários de papel para embrulhar presentes;
  7. Levar sacolas ou carrinhos de feira para carregar compras, em substituição as sacolas oferecidas pelas lojas e supermercados; e
  8. Dividir com outras pessoas alguns materiais como: jornais, revistas e livros.

III – Conceito de Reutilizar

Este conceito está relacionado com a utilização de um produto ou embalagem mais de uma vez.

Portanto, estaremos reutilizando quando:

  1. Compramos produtos cujas embalagens são reutilizáveis e/ou recicláveis;
  2. Quando usamos o verso da folha de papel para escrever;
  3. Pintamos móveis antigos, fazendo-os parecer novos;
  4. Trocamos a capa dos estofados;
  5. Guardamos, para uso posterior, envelopes pardos que já foram usados, mas que continuam perfeitos;
  6. Fazemos a limpeza em objetos antigos, sem uso, para começar a reutilizá-los;
  7. Doamos produtos que possam servir as outras pessoas, como: revistas, livros, roupas, móveis, utensílios domésticos, etc; e
  8. Consertamos brinquedos.

IV – Conceito de Reaproveitar

Com o reaproveitamento, a quantidade de lixo diminui e ainda economizamos.E o ambiente agradece. Vejam como reaproveitar materiais no cotidiano:

  1. Não comprem sacos de lixo. Utilizem as embalagens das compras para jogá-lo fora;
  2. Procurem comprar produtos que tenham embalagens que podem ter outro uso;
  3. Caixas de sapato são ótimas para porta –trecos;
  4. Potes de plástico ou de vidro são boas opções para guardar pregos, parafusos, chips, etc;
  5. Envelopes podem ser usados para guardar documentos ou fotografias;
  6. Roupas usadas poderão ser recortadas ou tingidas;
  7. Caixas de papelão poderão ser utilizadas para colocar produtos de limpeza; e
  8. Procuramos dar um novo destino aos objetos que foram utilizados.

V – Conceito de Reciclar

Através da reciclagem, os produtos (= lixo) serão transformados em matéria prima para se iniciar um novo ciclo de produção-consumo-descarte.

O ambiente também agradece a reciclagem, pois a economia de água e de energia é muito grande. Podemos contribuir com a Reciclagem:

  1. Comprando produtos reciclados;
  2. Comprando produtos cujas embalagens sejam feitas de materiais reciclados;
  3. Participando de campanhas para coleta seletiva de lixo;
  4. Organizem-se em seu trabalho/escola/bairro/rua/comunidade/igreja/casa um projeto de separação de materiais para coleta seletiva;
  5. Entrando em contato com uma Associação de Catadores do seu bairro, distrito ou município para juntos traçarem um plano de trabalho que deverá ser desenvolvido no seu local de ação;
  6. Só faça coleta seletiva de “lixo” que poderá ser encaminhado para local de reciclagem ou de venda;
  7. Os materiais que poderão ser coletados, de modo geral, são: jornais, papéis, papelões, livros, vidros, plásticos, alumínio, outros materiais; e
  8. Após a coleta encaminhar para a Associação de Catadores ou diretamente para a Indústria de Reprocessamento.

Durante a explanação sobre os 5 R’s observamos a gama de ações que podemos fazer para diminuir a quantidade de lixo produzida. Algumas ações são bem simples e dependem exclusivamente de cada um de nós; outras são mais complexas, pois além de nos levar a ter conhecimentos científicos e jurídicos, obriga-nos a uma organização em grupos/equipes/associações de cidadãos. O uso do consumo sustentável depende da participação de todos. Espero que se possa, em breve, dizer: sou um Consumidor Ético, sou um Consumidor Consciente ou sou um Consumidor Verde.

Evolução dos R's
1º MOMENTO
(ONTEM)
2º MOMENTO
(HOJE)
3º MOMENTO
(AMANHÃ)
OBSERVAÇÃO
3 R’s 5 R’s 7 R’s DESEJADO
1- Reduzir
2- Reutilizar ou
Reaproveitar
3- Reciclar
1- Reduzir
2- Reutilizar
3- Reaproveitar
4- Reciclar
5- Repensar

1- Reduzir
2- Reutilizar
3- Reaproveitar
4- Reciclar
5- Repensar
6- Recusar
7- Recuperar

O mais importante de tudo:

REINVENTAR uma nova maneira de:
viver,
consumir,
produzir,
transportar,
armazenar
e até prestar serviços financeiros.

Publicado em 10 de abril de 2007.

Publicado em 10 de abril de 2007