Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Memória Viva

Mariana Cruz

Viva a memória!

Imagem da página inicial do site
http://www.memoriaviva.com.br/

Para aqueles que cismam em dizer que o Brasil é um país sem memória, o site Memória Viva vem amenizar o estigma amnésico da terrinha. A começar pelo próprio nome, pois não é preciso muita perspicácia para constatar que se trata de um site sobre aquilo ou aqueles que já não estão mais entre nós.

Surgido em 1998, o Memória Viva vem aumentando seu baú de antiguidades a cada dia. As personalidades selecionadas pertencem às mais variadas áreas: música, literatura, poesia, política, cinema etc. Tem para todos os gostos. Personalidades talentosas, exóticas e geniais.

O ilustre escolhido na estreia do site foi o pesquisador, poeta, folclorista, advogado e jornalista Câmara Cascudo. Basta entrar na seção Arte & Cultura e clicar no nome dele. A página do intelectual é considerada uma das mais completas da Internet brasileira dedicada a uma personalidade. Ela traz detalhes de sua vida, seus livros, fotos, depoimentos, frases, curiosidades, memorial e até mesmo um blog. Nesta mesma seção, logo abaixo, está a biografia da polêmica Luz Del Fuego, também com fotos, produção literária, histórias de sua lendária Ilha do Sol e outras excentricidades da Encantadora de Cobras.

Na seção Cinema & Teatro, os artistas escolhidos foram Grande Otelo, Wilson Grey e Jesiel Figueiredo, este último tem uma página com os itens “A vida e o teatro”, “A última e entrevista” e “O adeus” que nos permite conhecer detalhes de sua vida. Na seção Literatura & Poesia, temos um encontro com escritores, poetas, cronistas como Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Ferreira Itajubá, Gregório de Matos, Monteiro Lobato, Nísia Floresta e Zila Mamede. Os itens sobre Vinícius e Drummond nos trazem uma boa surpresa: um áudio com a voz dos poetas recitando suas poesias. Além disso, na página do poetinha encontramos sua biografia e um item intitulado “Poemas, crônicas, cancioneiro” com mais de 60 textos escritos por ele. Em Mulheres Pioneiras está a interessante biografia de Maria Quitéria, a heroína da independência; a seção de Música nos dá a chance de conhecer a vida de grandes cantores e compositores das mais diversas épocas e estilos: Elis Regina, Heitor Villa-Lobos, Noel Rosa, Raul Seixas, Tim Maia e Tom Jobim. E, para finalizar as biografias, temos a seção Política que traz a vida de Tancredo Neves, Café Filho e Manoel Dantas.

Mas o bom gosto não fica apenas na seleção das personalidades, outras surpresas também são encontradas, como a seção reservada à preservação da História da Imprensa Brasileira, com os sites das revistas O cruzeiro, Careta e O malho.

O Memória Viva possui hoje um acervo digitalizado de aproximadamente 100 edições de O cruzeiro, além de todos os exemplares dos três primeiros anos (1928 – 1930) e outras 70 revistas a partir de 1940. Esta é a chance de conhecer o humor de O Amigo da Onça e de O Pif-Paf. Imperdíveis também são os quadrinhos de Carlos Estevão, a seção A última Página (escrita por ninguém menos que Rachel de Queiroz) e a coluna de David Nasser, com diversas matérias. Aliás, o texto “A boneca para Beatriz” é ótimo. E, para prosseguir esta viagem no túnel do tempo, aproveitemos para ver as propagandas de produtos clássicos como o Conga, a Lambretta, o lendário carro Simca Chambord, os lençóis Santista e o sabonete Eucalol.

Na primeira edição de O cruzeiro(1928) podemos ler a matéria de apresentação da revista aos leitores e na última edição(1975) nos deparamos com Pelé na capa vestido de Tio Sam. Na seção Curiosidades, ficamos sabendo que a revista O cruzeiro tem recordes até hoje não batidos, como edições com mais de 750 mil exemplares e uma longevidade de 47 anos (de 1928 até 1975).

Aproveite para fuçar essas antiguidades com a vantagem de não ficar coberto de poeira.

Publicado em 24 de julho de 2007

Publicado em 24 de julho de 2007