Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Alma Carioca

Mariana Cruz

No doce balanço a caminho do mar

Imagem da página inicial do site
http://www.almacarioca.net

O site Alma carioca, logo na apresentação mostra o despojamento que faz jus ao nome: convida o leitor a se sentir como se estivesse em um bar, puxar a cadeira, bater um papo e tomar um chope. Também não poderia ser diferente, já que o intuito é partilhar “o amor ao Rio, suas belezas, a generosidade, o bom-humor, o jogo-de-cintura, a musicalidade e tudo enfim que a carioquice tem de bom”. Depois desse amistoso texto, já ficamos bem à vontade, prontos para iniciar uma deliciosa viagem no tempo e no espaço da Cidade Maravilhosa.

Logo abaixo das boas-vindas do editor, encontramos a seção Desvendando a alma carioca, em que o Rio aparece sob diversos ângulos fotográficos. Em Ontem & Hoje, vemos as mudanças ocorridas na cidade - especialmente no Leblon - desde o começo e meados do século passado até os dias atuais. Apesar das diversas modificações arquitetônicas, é com felicidade que vemos que as montanhas que nos cercam continuam lá, intactas.

Na seção Rio Antigo estão vídeos do Rio de décadas atrás, diversas fotos do Centro e de bairros da Zona Sul, cartões postais e outras curiosidades. Em Fotos do Rio está o “Rio de hoje”. São belas imagens atuais do Arpoador, das praias, das matas e dos cariocas; como nas ruas da cidade – em que famosos e gente comum se misturam -, os rostos de ilustres estão lado a lado com personagens bem conhecidos pelos cariocas, como o amolador de facas, os pescadores, os travestis, o vendedor de amendoim. Há outras galerias de fotos sobre arredores do Rio, como a região dos Lagos e Niterói. De quebra, ainda são ensinados truques e macetes de fotografia.

Depois de um passeio pelas imagens do Rio de Janeiro, uma dica é caminhar pelas outras áreas do site. Em Crônicas estão ótimos textos escritos por quem conhece bem a cidade. Embora nem todas sejam sobre o Rio, grande parte delas tem a cidade como personagem, como é o caso da Circundando a lagoa, arredondando a vida, de Affonso Romano de Sant’Anna ou da O carioca é. Antes de tudo, de Millôr Fernandes. Para se ler de frente para o mar.

Na seção Bairros há um pequeno texto apresentando cada um deles. Longe de ser um texto didático, é um olhar intimista, quase uma prosa sobre cada cantinho do Rio: Leblon, Realengo, Barra da Tijuca, Paquetá, Cordovil, Cosme Velho e tantos outros. E haja história para contar. Diverte tanto os nativos quanto os estrangeiros.

Mas nem só de diletantismo vivem os cariocas – nem o site. Também há espaço para os serviços, mas até nisso foge do turismo tradicional. Em Dicas e passeios, as indicações são boas alternativas ao manjado circuito Corcovado-Pão-de-Açúcar, como a pista Cláudio Coutinho, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói. Fora da Região Metropolitana, os locais eleitos vão de Saquarema a Visconde de Mauá.

Mais abaixo estão as Dicas e palpites de onde ficar, onde comprar, onde comer, onde se divertir, todas elas também longe dos guias "para inglês ver".

Na parte de História encontramos interessantes textos sobre o Rio, como o extermínio dos índios tamoios, as lendas sobre a Pedra da Gávea, os anos 1960 no Rio, a origem do nome favela e outras curiosidades.

É um site para cariocas, não-cariocas, curiosos, simpatizantes, gringos, saudosistas, baladeiros e quem mais quiser: basta puxar um banquinho, colocar uma mesa a mais e... Tim-tim.

Publicado em 28 de outubro de 2008

Publicado em 28 de outubro de 2008