Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Harry Potter: construindo opiniões

Alexandre Dijan Coqui

Professor do Município de Jacaraci-BA e secretário do Conselho Municipal de Educação

O homem produz linguagens, transforma outros homens com ela e transforma também a si mesmo por meio da interação com o mundo. A linguagem, portanto, não é um objeto que pode ser aprisionado e controlado, pois está em constante transformação. Assim, uma palavra ou um símbolo pode ter um significado unívoco, quando tomado isoladamente, fora do espaço sóciointerativo, mas seu sentido só se revela a partir do contexto ou situação na qual estão inseridos.
Nilma Guimarães

Apresento aqui o projeto que desenvolvi em 2007 com a 7ª série da escola municipal em que trabalho, em Jacaraci-BA, como proposta para uma leitura crítica dos livros de um personagem que vem sendo notícia em todos os meios de comunicação: Harry Potter.

A ficção apresentada nos livros de J. K. Rowling, sobre as aventuras do menino Harry Potter durante sua estada na Escola de Magia de Hogwarts, causou polêmica, dividindo estudiosos, críticos, religiosos e professores. Uns destacam o lado negativo das práticas de bruxaria descritas nos livros, vivenciadas num mundo paralelo ao mundo real; outros discutem a necessidade de conhecer a saga de Harry Potter e debater com crianças e adolescentes os pontos positivos e negativos.

Valorizando as diversas opiniões

Decidi-me por construir um projeto com esse tema em função dessas divergências; pelo fato de pré-adolescentes conhecerem e gostarem das histórias do menino-bruxo, levando em consideração que não cabe ao profissional esconder as verdades ou manipular os alunos para conhecerem apenas a visão do professor, mas colocar em pauta as divergências sobre os livros e os filmes e debater de forma saudável todas as possibilidades que encontradas, sejam elas positivas e/ou negativas.

Com este projeto, os alunos poderiam desenvolver seu senso crítico sobre as diversas mídias, compreender o processo da crítica em relação às obras de ficção, analisar as opiniões encontradas e construir sua própria. Além disso, com a exibição dos filmes de Harry Potter, seria possível valorizar os temas trabalhados na escola; fragmentos das obras serviriam como espaço de estudo da gramática na sua construção, levando os estudantes a produzir seus próprios textos com coerência e coesão.

A construção de um caderno de registro das atividades realizadas no projeto foi essencial. A cada dia um aluno era responsável por levá-lo para casa e registrar a aula; no dia seguinte, eram lidas as anotações – que podiam ser feitas como dissertação, narração e até como poesia ou música.

As quatro unidades

A metodologia desenvolvida visava vincular o tema Harry Potter aos temas das quatro unidades, desenvolvidos anteriormente na escola: as múltiplas faces da violência; a construção da paz; o esporte como forma de união; e a retrospectiva do ano, valorizando principalmente as práticas de leitura e escrita. Cada casa era formada por um grupo de alunos. A casa que, a cada unidade, tivesse a maior média aritmética das notas de seus componentes seria considerada vitoriosa.

Na primeira unidade, era abordada a violência presente na obra e na realidade, apresentando os personagens e falando da construção de uma obra de arte e seu impacto na sociedade. Falamos também da gramática e sua relação com a oralidade, mostrando a importância da gramática normativa para que um texto tenha diálogo com os diferentes níveis da sociedade. Esta unidade teve como eventos de culminância a realização de trabalhos com mosaicos e colagens de diversos materiais; foi premiada a equipe que se destacou.

A segunda unidade foi continuação direta da primeira; nela, a proposta é valorizar os vínculos de amizades, a determinação em enfrentar problemas, a possibilidade de construir uma paz duradoura. A pesquisa é a fonte para fomentar debates e a formação de opiniões. A análise da estrutura dos sintagmas domina o espaço da gramática voltada para o desenvolvimento de textos. A exposição de poemas e ilustrações foi a culminância desta unidade, junto com a indicação da casa vencedora.

Foto: Exposição de trabalhos, Professor e alunos trajados como personagens do filme Harry Potter
Exposição de trabalhos, Professor e alunos trajados como personagens do filme Harry Potter
Foto: Exposição de trabalhos, professores Alexandre e Adenilde.
Exposição de trabalhos, professores Alexandre e Adenilde.
Foto: Visita do público à exposição dos trabalhos
Visita do público à exposição dos trabalhos

A partir da prática do quadribol, apresentada em Harry Potter III, o esporte foi o tema dominante da terceira unidade. Destacamos a vida saudável, a união das diversas culturas em torno do esporte, mencionando também os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Ao fim desta unidade, foram montadas maquetes em biscuit e expostos os outros materiais sobre esportes, especialmente sobre o Pan e sobre quadribol. Houve também a premiação da casa de maior média.

A quarta unidade trouxe a retrospectiva dos textos preparados nas unidades anteriores e as conclusões do levantamento de opiniões sobre essa série de livros de J. K. Rowling. A gramática foi estudada como recurso para uma comunicação eficaz, ao contribuir para a construção de textos que são compreendidos. A culminância aconteceu com uma apresentação teatral e reapresentação dos trabalhos realizados, além da entrega da Taça das Casas à equipe que mais se destacou durante o ano letivo: a Casa de Corvinal.

Foto: Representantes da Casa Corvinal, vencedora do ano
Representantes da Casa Corvinal, vencedora do ano.

A avaliação

O processo de avaliação aconteceu ao final de cada unidade e na conclusão do projeto. Foram analisados os aspectos positivos dos alunos e aqueles em que eles precisam se aprimorar. Os alunos também se avaliaram, destacando os pontos mais problemáticos e os elementos de que mais gostaram, emitindo opiniões fundamentadas sobre os diversos assuntos estudados.

Certamente a contextualização entre os temas escolhidos e o projeto Harry Potter ajudam a construir uma nova visão sobre as diversas leituras do mundo e a influência dos meios de comunicação nesse processo; a gramática, ao servir para a compreensão do texto, possibilita o encontro do aluno com sua prática de leitura e escrita.

Outro dado que nos levou à certeza do sucesso do projeto foi que, no decorrer do ano, diversos alunos indicavam sites que se relacionavam ao personagem central, com comentários positivos e negativos. Outros alunos levavam revistas de grande circulação que falavam do menino-bruxo. Esse material realimentava as discussões e análises, sendo incorporado às várias atividades.

O sucesso foi tanto que, no encerramento de uma das unidades, foi realizada uma noite de autógrafos e apresentações dos trabalhos; a turma em conjunto, a partir do Projeto Harry Potter, montou um cenário para representar uma das salas de Hogwarts, vestindo roupas dos personagens do filme.

Foto: Exposição de trabalhos. Felipe (na cadeira) como Harry Potter e Ramon como Rony Weasley
Exposição de trabalhos. Felipe (na cadeira) como Harry Potter e Ramon como Rony Weasley

No final do ano letivo, foi realizado com êxito o torneio “Desafios de Harry Potter”, em que foram propostos sete desafios, entre textos, gramática contextualizada e testes de atenção.

Na estreia do filme A ordem de Fênix, a turma foi a Vitória da Conquista (que fica a cerca de 120km e tem o cinema mais próximo de Jacareci) assistir à película, acompanhada por mim, com autorização dos pais e da diretora Maria Inês Ladeia David Flores. O ônibus foi cedido pela Prefeitura Municipal.

Foto: Alunos em excursão à estreia do filme Harry Potter nos cinemas de Vitória da Conquista (BA).
Alunos em excursão à estreia do filme Harry Potter nos cinemas de Vitória da Conquista (BA).
Foto: Shopping em Vitória da Conquista (BA)
Shopping em Vitória da Conquista (BA)
Foto: Shopping em Vitória da Conquista (BA)
Shopping em Vitória da Conquista (BA)
Foto: Alunos e professor Alexandre em excursão à Vitória da Conquista (BA)
Alunos e professor Alexandre em excursão à Vitória da Conquista (BA)

Posteriormente à "excursão", na escola, o filme e os personagens foram comentados e analisados pelos alunos, baseando-se nos temas abordados no Projeto Harry Potter.

Publicado em 4 de março de 2008.

Publicado em 04 de março de 2008