Este trabalho foi recuperado de uma versão anterior da revista Educação Pública. Por isso, talvez você encontre nele algum problema de formatação ou links defeituosos. Se for o caso, por favor, escreva para nosso email (educacaopublica@cecierj.edu.br) para providenciarmos o reparo.

Detetives do passado

Alexandre Alves

Brincando com a História

Imagem da página inicial do site
http://www.historiaunirio.com.br/numem/detetivesdopassado

Um grupo de professores e pesquisadores do Núcleo de Documentação, História e Memória da Escola de História da UNIRIO criou este site, que propõe oficinas para levar os estudantes a investigar aspectos do passado curiosos ou pouco abordados.

São sugeridas atividades investigativas com base na internet, para serem realizadas por alunos da Educação Básica. Nesta primeira fase, foram preparadas oito atividades, todas com o tema Escravidão no século XIX.

Na sequência do projeto, haverá atividades mais elaboradas do ponto de vista tecnológico e outros temas.

Visualmente, o site traz a ambientação de um escritório de investigação particular, bem ao estilo de famosos detetives da ficção, como Marlowe ou o brasileiro Ed Mort. Nos arquivos, as oficinas; no quadro de avisos, os primeiros passos; na parede, a lista dos arquivos para baixar.

Na seção Para professores, que está no quadro de avisos, estão informações relacionadas à metodologia e um pequeno texto sobre o ensino de História da Escravidão e História da África e as referências utilizadas.

Na seção Downloads, estão os temas tratados, em formato pdf, especialmente para distribuição aos alunos que têm menos facilidade de acesso à internet.

No arquivo, as oito oficinas, com temas ligados à escravidão no Brasil. Cada uma delas é dividida em quatro itens – o caso, a tarefa, o passo a passo e a solução – com dados, bibliografias e atividades específicas.

Neste primeiro momento, está disponível também uma edição do site em CDs, para ser distribuído às escolas. Se você souber de alguma escola/secretaria interessada em receber o CD, entre em contato!

Para quem acredita que é possível vincular o passado às condições do presente, e que é possível estudar jogando, este site é o jogo dos milhões. Vale a pena experimentar!

Publicado em 3 de novembro de 2009

Publicado em 03 de novembro de 2009