Edição V. 9, Ed. 24 - 07/07/2009

Ruth Rocha fala a pais, crianças e professores na Flipinha 2009

Socióloga, orientadora educacional, editora, redatora e ex-diretora da divisão de produtos infanto-juvenis da Editora Abril, Ruth Rocha dispensa apresentações. Uma das nossas mais importantes escritoras de livros infantis, muito tem ajudado a nós, professores, no ofício de despertar nas crianças o gosto pela leitura. Ganhou os maiores prêmios brasileiros destinados à literatura infantil da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, da Câmara Brasileira do Livro, cinco Prêmios Jabuti, prêmios da Associação Paulista de Críticos de Arte e da Academia Brasileira de Letras, entre outros. Seu livro mais conhecido é “Marcelo, Marmelo, Martelo”, que já vendeu mais de 1 milhão de cópias. Neste artigo, não pretendo falar de sua biografia, dos 40 anos em que escreve para crianças nem de seus mais de 130 títulos publicados, que serão reeditados e relançados pela Editora Moderna agrupados em coleções. Essas informações estão disponíveis na internet e podem ser encontradas facilmente. Vou tentar, aqui, contar um pouco da experiência que essa escritora dividiu conosco em sua apresentação na Flipinha – a versão para crianças da FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) no sábado, dia 4/7, num encontro mediado pela também escritora Bia Hetzel.

Leia este artigo

Atenção: Submissão de trabalhos

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco