Edição V. 13, Ed. 13 - 09/04/2013

Vampirismo e vitalismo

O mito do vampiro foi construído a partir de dois eixos: o da metafísica vitalista e o da experiência histórica. O primeiro eixo envolve a universalidade própria de tudo que é vivo, especialmente os mamíferos e, especialissimamente, os seres humanos. O segundo eixo enquadra tudo que é peculiar e, na maior parte das vezes, acidental na experiência única dos indivíduos humanos em sua história coletiva. Contudo, a divisão entre os dois eixos nem sempre é tão rígida. Trata-se mais de uma dicotomia metodológica do que de uma representação exata da natureza da dinâmica do mito do vampiro. Entre os elementos do primeiro eixo temos o caráter autótrofo da vida (a vida se alimenta de vida) e o caráter autótrofo de muitos animais (animais que se alimentam de animais), assim como o caráter autótrofo dos mamíferos (o filhote se alimenta do próprio genitor), em especial o ser humano.

Leia este artigo

Educação ambiental e a educação continuada de professores(as)

A Educação Básica por si só não consegue mais atender às reais necessidades da sociedade contemporânea, em virtude das grandes crises sociais e ambientais pelas quais passamos (CÓRDULA, 2010). Por essa razão, há décadas vêm se criando educações paralelas para suprir tais carências que vão além do trabalho docente, como a educação sexual, a do trânsito, a do cidadão etc. Sendo assim, a educação ambiental (EA) vem desde a década de 1940 sendo implantada em todas as esferas da sociedade, com ênfase no âmbito formal na escola, para tratar de questões inerentes às relações do ser humano com este planeta (CÓRDULA, 2012; TANNER, 1976).

Leia este artigo

Como vivem os vovôs no Brasil?

Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde mostra que, dos 93 mil idosos que são internados a cada ano no Sistema Único de Saúde (SUS), 27% são vítimas de violência. Só em 2007, 116 mil pessoas acima dos 60 anos foram agredidas Brasil afora, segundo dados do Governo Federal. Dos 19 milhões de idosos brasileiros, 12% já sofreram maus-tratos e 54% das agressões são causadas pelos próprios filhos.

Leia este artigo

Breve relato histórico acerca da investigação de Russell sobre Leibniz

Ao ser convidado, em 1899, para ministrar aulas sobre Leibniz como professor no Trinity College, em Cambridge, Bertrand Russell iniciou um minucioso estudo sobre o sistema leibniziano que o fez perceber a fragilidade da estrutura sobre a qual construíra sua própria visão a respeito de tal filosofia.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Magda Soares

"Para a criança, a complexa aprendizagem da língua escrita deve acompanhar seu desenvolvimento cognitivo, linguístico e mesmo motor, para a manipulação dos instrumentos e suportes da escrita."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco