Edição V. 13, Ed. 20 - 04/06/2013

Um rei muito bom

Conta-se que um fanático rei mandou construir uma cama de ouro muitíssimo valiosa, adornada com milhares de diamantes e mandou que a colocassem no quarto de hóspedes do palácio. Sempre que havia convidados, o rei elogiava a cama e dizia do prazer que sentia por receber pessoas tão ilustres. Porém existia uma condição: o convidado teria que se encaixar na cama que fora fabricada sob medida. Se fosse gordo, o hóspede deveria ser cortado para caber na cama, com a desculpa do preço e do valor da cama.

Leia este artigo

Territórios e biocivilização

Minha reflexão sobre territórios se inscreve num marco de buscas e de construção de alternativas a partir de uma organização de cidadania ativa, o Ibase, cuja agenda é determinada pela prática de identificar situações, relações e processos que geram injustiças, exclusões, desigualdades sociais e destruições ambientais negadoras de cidadania, visando transformá-las em questões para o debate público e a radicalização da democracia. Trata-se de realizar estudos, pesquisas e reflexões voltados à ação político-cultural que gerem argumentos mobilizadores, que contribuam para a expressão das diversas identidades de sujeitos na comum igualdade do direito a ter direitos, que fortaleçam o tecido organizativo no interior da sociedade civil e que potencializem a participação e a incidência cidadã sobre o poder político e a economia. Enfim, coerente com o seu envolvimento no Fórum Social Mundial, as buscas do Ibase são engajadas para que “outro mundo seja possível”.

Leia este artigo

Democracia? Sim, já ouvi falar.

Cansei de repetir para meus alunos, durante os sete anos que lecionei no curso de Direito da FARN (hoje UNI-RN) o velho brocado romano que dizia: “nem tudo que é legal é honesto”.

Leia este artigo

No começo de tudo: o Nada ou o Ente?

Estudado por diversos filósofos ao longo do tempo, o Principio da Razão Suficiente é aquele segundo o qual sempre haverá um motivo ou uma razão para que algo ocorra de determinado modo e não de outro. Todas as coisas que existem devem ter necessariamente uma causa que as tenham feito existir. Não podem ter surgido do nada. No interior de cada substância estão contidos todos os seus modos, tudo que lhe ocorrerá, pois “tudo quanto alguma vez pode acontecer-nos são apenas consequências de nosso ser. E como esses fenômenos conservam certa ordem conforme a nossa natureza ou, por assim dizer, ao mundo existente em nós, o que nos permite, (...) muitas vezes, sem enganos julgar o futuro pelo passado” (LEIBNIZ, 2004, p. 30). Assim, podemos trilhar um caminho ascendente até chegar àquilo que deu inicio a tudo.

Leia este artigo

Jornal da Ciência

Além de ter sido um dos baluartes na luta pela democracia brasileira nos duros tempos da ditadura de 1964, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência tornou-se uma instituição de defesa, valorização e respeito à ciência produzida no País.

Leia este artigo

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Novidades por e-mail

Cadastre-se e receba as novidades da revista Educação Pública!

Clique aqui

Artigos mais lidos nos últimos dois meses

Educação na imprensa

03/02/23 Letramento e afetividade: o que o amor tem a ver com a escola?

Leia aqui


19/10/22 Brasil pode conquistar prêmio de melhor escola do mundo

Leia aqui


11/02/22 WhatsApp em sala de aula? Saiba como a ferramenta pode apoiar o ensino

Leia aqui

Seção Divulgação Científica

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco