Edição V. 14, Ed. 11 - 25/03/2014

Uma crônica

Hoje fui aposentado. O Estado me aposentou, impiedosamente. Pior: me proibiu de trabalhar, de hoje em diante, na universidade cuja concepção, gestação, nascimento, criação e crescimento compartilhei durante os últimos 35 anos. Só posso trabalhar na condição de “velho” – “sênior”, uma elegância fantasmagorizada – se a universidade me quiser. Assim, estou condenado para o resto da minha vida a ganhar salário do Estado sem trabalhar. Estou me sentindo mal. Um insulto. Uma deformação do ser humano. Uma ordem suprema da nação inapelavelmente fere os princípios e as leis do jogo na luta pela produção e reprodução da espécie humana. Alguém pode impedir o outro de trabalhar? Sinto que ninguém tem legitimidade para proibir alguém de trabalhar.

Leia este artigo

Funk canibal

Sei que muita gente não vai gostar do texto que vai abaixo. Mas esta semana vi, no Facebook, meninas de escolas onde estive em palestras. Postaram fotos trajadas para bailes funk. Postaram fotos mostrando suas performances. São adolescentes. Sei que não vão bem na escola. Sei que são humildes. Sei que estão estragando os seus futuros. Me entristeci. Veio este texto – protesto, em verdade. Fotografia da epidemia que muitos levam na brincadeira, sem perceber o abismo. Um desabafo. Espero que as tais meninas o leiam. Quem sabe o entendem? Quem sabe refletem? Quem sabe...

Leia este artigo

A excelência do educador e uma pedagogia social em tempos de construção de novos relacionamentos cidadãos - fragmentos de conversas

Fragmento 1: Em 12 de fevereiro, para uma grande plateia, foi apresentado o estudo A partir de um ensino de excelência: como melhorar a qualidade da educação para todos os colombianos, da Fundação Compartir, realizado pelos pesquisadores Sandra García Jaramillo, Darío Maldonado Carrizosa, Guillermo Perry Rubio, Catherine Rodríguez Orgales, Juan Esteban Saavedra Calvo.

Leia este artigo

Atenção: Submissão de trabalhos

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco