Edição V. 19, Ed. 17 - 20/08/2019

“Seu filho anda falando muito na aula”

Comunicação, Filosofia, Sociologia, Avaliação, Educação Infantil, Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Outras Mais Específicas e Política Educacional

Este artigo tem como objetivo propor uma discussão teórica a respeito de determinadas tradições discursivas (TDs) que salientam disparidades socioculturais em ambiente escolar, mais especificamente na relação professor-aluno. Para tanto, parte de uma teorização acerca da maneira como determinadas expressões veiculam ideias preconcebidas em senso comum pouco interessante à construção do conhecimento colaborativo, na medida em que são legitimadas pela linguagem – aqui tratada como um fenômeno sociocultural que muito tem a dizer sobre as estruturas sociais não só da Escola, mas também de outros setores sociais.

Leia este artigo

O conhecimento pedagógico do conteúdo dos erros

Matemática e Formação de Professores

É importante que alguns erros comuns cometidos por alunos nas aulas de Matemática na Educação Básica sejam estudados nos cursos de licenciatura, a fim de que os futuros professores estejam capacitados a entender o que levou o estudante a cometê-los. Isso servirá para que ele trabalhe esses conteúdos de modo a antecipar esse problema e esteja atento aos processos de ensino e aprendizagem.

Leia este artigo

Educação a Distância no mundo e no Brasil

Educação a Distância

A Educação a Distância não é algo recente no mundo nem no Brasil; ela já era praticada desde o século I, mas somente a partir do século XVIII, com cursos por correspondência, ela se consolida. Atualmente, com presença da tecnologia, se pode falar em sua consolidação e efetivação. É um método muito usado; este trabalho visa fazer um levantamento histórico no mundo, no Brasil e no Rio Grande do Norte.

Leia este artigo

A Astronomia presente no ensino de Ciências numa sala de aula

Astronomia e Física

Este trabalho objetiva verificar quais práticas pedagógicas os professores de Ciências de séries finais do Ensino Fundamental de um colégio estadual do Paraná adotam com relação aos conteúdos de Astronomia. Além disso, o presente estudo de caso, exploratório e qualitativo, objetiva investigar a formação inicial e continuada desses docentes e analisar se eles possuem conhecimento e utilizam os PCN na preparação de suas aulas. Dentre os principais resultados, destaca-se que, apesar de os professores trabalharem os conteúdos de Astronomia, estes são abordados de forma superficial, que os docentes não utilizam os PCN de forma direta, que não tiveram contato suficiente com a Astronomia em sua formação acadêmica e que faltam recursos, materiais e incentivo ao ensino de Astronomia na sua instituição de ensino.

Leia este artigo

Seleção de mediadores e conteudistas - Diretoria de Extensão

Inscrições abertas

Informações:
https://www.cecierj.edu.br/extensao/

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Caminho para a liberdade

Mirian Goldenberg faz um resumo do clássico estudo de Simone de Beauvoir sobre a condição feminina: “O segundo sexo".

Educadores brasileiros

Anísio Teixeira: grande empreendedor da educação

Só existirá democracia no Brasil, no dia em que se montar no país a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a escola pública.

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco