Edição V. 20, Ed. 30 - 11/08/2020

Pedagogias e suas contribuições em terreiros

Antropologia, Teologia, Formação de Professores, Espaços Urbanos e Política Cultural

O objetivo deste trabalho foi apresentar a produção científica relacionada às práticas pedagógicas que permeiam o cenário de ensino-aprendizagem no terreiro e que contribuem para o pleno desenvolvimento do ser, contribuindo em questões que valorizam o corpo e a vida. Para tanto, valemo-nos da técnica de análise bibliométrica para quantificar e analisar as fontes teóricas que versavam sobre a temática em bases de dados científicas. Foram encontrados e utilizados 17 trabalhos científicos, escritos por 17 autores de 11 instituições situadas no Brasil. Pudemos constatar que as pesquisas sobre a temática concentram-se nas regiões Norte e Nordeste do país, e que o número de publicações tem aumentado nos últimos anos; entretanto, ainda são poucos os estudos que se predispõem a tratar esse cenário, cabendo que mais pesquisas sejam desenvolvidas para que possa haver a difusão de conhecimentos de maneira correta sobre os benefícios da educação em terreiro.

Leia este artigo

A resolução de problemas como ferramenta metodológica no ensino de Matemática e Física

Física, Matemática, Avaliação e Formação de Professores

Este trabalho se propõe a refletir sobre a importância da prática de resolução de problemas no ensino da Matemática e da Física, prática imprescindível para o desenvolvimento da educação contemporânea. O objetivo deste artigo é apresentar uma discussão teórica sobre a relevância da resolução de problemas como metodologia de ensino; para tanto realizou-se pesquisa bibliográfica a respeito do tema com autores que deram contribuições significativas na área. Com base nas contribuições desses autores, observou-se o mérito da resolução de problemas como metodologia de ensino facilitadora do desenvolvimento crítico e pensamento autônomo dos alunos, além de ser ferramenta que proporciona desafios de motivação.

Leia este artigo

Uma conversa sobre identidade: a partir dos estudos dos cotidianos e literatura

História, Cidadania e Comportamento e Língua Portuguesa e Literatura

O cerne principal desta comunicação, após identificação e análise realizada a partir da observação e do material trabalhado em Literatura Brasileira no Ensino Médio, é demonstrar na prática docente alguns dos discursos homogeneizantes que produzem desigualdades e exclusão, principalmente na rede pública estadual de Educação. Os preceitos de desigualdade e exclusão têm sua composição, suas mutações e sua materialização construídos no âmbito dos conflitos presentes nas relações sociais, nas quais ocorre a intervenção de grupos sociais formados em função do seu estrato social, gênero, etnia, língua (com suas variações), cidade/bairro, sexo etc. Esses conflitos vêm sendo fortemente reproduzidos no ambiente escolar em virtude da hegemonia de um pensamento que encara as desigualdades como normalidade, produzindo, com eficácia, a discriminação. Eficácia essa da qual não se pode determinar o grau, já que varia de acordo com o tempo histórico ou a sociedade em que ocorre e outros fatores. Na desigualdade, o aspecto classe tem função predominante, embora a sua eficácia discriminatória dependa de outros aspectos ligados especificamente à etnia e ao sexo.

Leia este artigo

Problematizando a literatura que referencia o bullying nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Direito, Psicologia, Vivências de Sala de Aula, Cidadania e Comportamento e Política Educacional

O presente artigo originou-se em um trabalho de conclusão de curso; busca fazer um estudo bibliográfico sobre o bullying nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com sugestões de ações que deveriam ser tomadas por parte da escola como prevenção e acolhimento à possível vítima, evitando que o problema se agrave cada vez mais e fique mais difícil de ser resolvido. Diante disso, foram levados em conta autores que abordam cientificamente o bullying a fim problematizar um ponto de vista crítico. Também analisamos documentos legais e pesquisas no site da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, na qual foi possível ter noção da dimensão com que a problemática é trabalhada no campo científico. Os autores caracterizam o bullying como um tipo de violência marcado pela repetição de agressões a determinado sujeito; trata-se de uma relação desigual de poder e dominação social contra a vítima. Isso pode gerar consequências drásticas e cruéis em todos os sujeitos envolvidos (vítima, autor e testemunhas).

Leia este artigo

Percepção de alunos e professores da Seeduc/RJ sobre o ensino on-line de caráter emergencial durante a pandemia

Educação a Distância e Política Educacional

Este artigo analisa uma pesquisa realizada com professores e alunos de duas escolas da rede estadual do Rio de Janeiro sobre as experiências com o ensino online realizado emergencialmente em função da pandemia do novo coronavírus. A busca de soluções para melhorar o acesso e reduzir as dificuldades no uso da plataforma mostra que os recursos da internet têm tudo para ser usados no futuro, complementando as aulas presenciais.

Leia este artigo

Seção Divulgação Científica

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Pandemia e Educação na imprensa

11/02 WhatsApp em sala de aula? Saiba como a ferramenta pode apoiar o ensino

Leia aqui


13/12 Lições para promover uma revolução na educação pública brasileira

Leia aqui


26/10 Educadora defende a inclusão da aprendizagem colaborativa na formação escolar

Leia aqui

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Célestin Freinet

"A democracia de amanhã se prepara na democracia da escola."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco