Edição V. 6, Ed. 12 - 18/04/2006

Os conteúdos curriculares atendem às necessidades dos educandos

Um currículo centrado em disciplinas, como os que nos são familiares, não respondem às necessidades dos educandos. Mas um currículo centrado em problemas cuja solução pode ser buscada por intermédio de projetos de interesse dos alunos, este sim, atenderia à realidade deles. Cabe muito a nós, educadores, saber ver e sentir a realidade na qual estamos trabalhando e adaptar os conteúdos curriculares a esta realidade para que o aluno se interesse pela aprendizagem e possa mostrar suas habilidades e talentos que lhes são peculiares. Já nasceram com eles. Cabe a cada um de nós abrir caminhos para que as habilidades e os talentos se desenvolvam e se aprimorem para que os alunos possam ter condições de decidir o que é melhor para eles, possam ter opiniões próprias, reivindicar seus direitos, cumprir seus deveres e tentar desatar os nós que vão surgindo no caminhar de suas vidas. Aí sim, estaremos contribuindo para que cada educando tenha o seu espaço na sociedade como cidadão consciente de que ele não é apenas mais um no Universo, mas, sim, mais um talento que junto com outros farão desse mundo um mundo muito melhor, mais produtivo, mais humano, mais inteligente. É bastante evidente que as competências e habilidades como, por exemplo, entender a linguagem verbal falada e escrita e desenvolvimento da capacidade de ler com compreensão e rapidez; habilidade de se expressar bem em língua materna falada e escrita; de se expressar bem através da linguagem não-verbal; de analisar criticamente e avaliar a informação textual, numérica, gráfica, sonora e visual; de compreender o ser humano no plano individual e social; de se relacionar bem com as pessoas; de solucionar problemas; de administrar o tempo; habilidade de reconhecer os erros e aprender com eles e outras podem ser desenvolvidas em projetos os mais variados que buscam soluções para problemas os mais variados. Mas esses projetos não podem se restringir a atividades que se desenvolvem dentro das disciplinas tradicionais. Para que tenham impacto, é preciso que sejam interdisciplinares e que se relacionem com questões que sejam de interesse dos alunos.  Conhecer e trabalhar a realidade do aluno é participar realmente do processo ensino-aprendizagem, é interagir no processo.

Leia este artigo

Noizinho da Silva

Deficiência é perda da qualidade ou falta ou carência. Esta definição do Houaiss é um exemplo para definir o site que resolvemos visitar para nossa seção Site de Vez - Noisinho da Silva (um jeito mineiro de chamar e tratar todas as pessoas). Como ouvimos muito por aí: às vezes é preciso entender que quantidade não é qualidade e que isso aplicado à deficiência é de suma importância para saber que os limites que são impostos devem e sugerem ser superados.

Leia este artigo

Riscos Ambientais e Geografia: Conceituações, Abordagens e Escalas

Esta contribuição é uma tentativa de buscar a relação entre risco ambiental e Geografia, discutindo as categorias do risco ambiental e sua dimensão espacial e temporal. Assim, admitimos que a noção de risco ambiental deve ser construída ao longo do tempo, associada à dinâmica espacial das cidades.

Leia este artigo

Caçadores de mitos e a escola

Desde o dia 26 de fevereiro, o programa Fantástico da TV Globo está passando o quadro "Caçadores de Mitos", que pode ser um jeito divertido de se aprender como se faz ciência. Ao testar a veracidade de alguns mitos - como o celular que explode no posto de gasolina -, o programa dá exemplos de aplicação do método científico para se contestar esses mitos, o que pode servir como material para discussão em sala de aula.

Leia este artigo

Bairro Escola: educação em tempo integral

Uma das razões para que o conselho internacional do Fórum Mundial de Educação escolhesse a cidade de Nova Iguaçu para sediar o seu principal evento, foi o choque causado pela chacina de 30 de março de 2005, que fez 29 vítimas, em apenas um dia, na Baixada Fluminense. Levar para a cidade um evento mundial, como é o Fórum, para discutir o tema "Educação Cidadã, para uma cidade Educadora" objetivava atrair atenção para a Baixada, uma região historicamente esquecida e desprezada. E, esse objetivo, como se viu, foi inteiramente atingido.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Atenção: Submissão de artigos

Prezados autores, prezadas autoras,
estamos realizando uma atualização de nosso sistema editorial. Por isso, a revista Educação Pública não estará temporariamente recebendo novos trabalhos para publicação. Vale ressaltar que os artigos já recebidos estão em processo de avaliação e, se selecionados, serão publicados.

Quando o sistema voltar a funcionar normalmente - o que esperamos que aconteça muito em breve - retomaremos o processo de submissão de novos trabalhos que tratem de temas ou relatem experiências relevantes para a Educação Básica no Brasil.

20/10 às 18h | Mulheres na EaD: partilhando experiências e realidades antes e durante a pandemia

14/10 a 18/12 | Festival do Filme Científico

De 14 de outubro a 18 de dezembro, o Brasil recebe a segunda edição do Science Film Festival, festival de cinema dedicado à promoção da ciência e da educação científica por meio do audiovisual. O tema deste ano é sustentabilidade e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) – a seleção de filmes voltados a professores, estudantes e público geral aborda questões que duramente afetam o planeta hoje, como mudanças climáticas, biodiversidade, inovação e tecnologia, energias limpas, entre outras. No Brasil, a mostra traz 14 vídeos de países como Tailândia, Alemanha, Chile e Canadá, todos dublados ou legendados para o português brasileiro, destinados a crianças e adolescentes.

site do evento

17 a 20/11 | XI Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco