Edição V. 7, Ed. 24 - 19/06/2007

A verdade bem redonda

“É preciso que de tudo te instruas,/ do âmago inabalável da verdade bem redonda/ e de opiniões de mortais, em que não há fé verdadeira,/ no entanto também isto aprenderás, como as aparências/ deviam validamente ser, tudo por tudo atravessado”. O autor dessas palavras, Parmênides, nasceu na Itália (numa cidade da Magna Grécia chamada de Eleia) por volta de 530 antes da era comum e desenvolveu, através de um conjunto de versos divididos em duas grandes partes, toda uma visão de mundo baseada na ideia de imobilidade. O personagem central dos versos é o próprio poeta-filósofo, que é levado num carro incandescente, guiado pelas musas (filhas da deusa Mnemonise). A viagem de Parmênides faz referência a um tipo muito particular de transposição. Um deslocamento semelhante à ascensão de Elias num carro de fogo em direção aos céus ou de Dante, na sua busca pelos ciclos do inferno, paraíso e purgatório, por Beatriz.

Leia este artigo

Plantando árvores e colhendo ideias

Lembro de um professor de geografia que tive nos distantes anos de minha adolescência que falava sobre um futuro (este não muito distante) onde o petróleo seria mais valioso que o ouro, a água seria escassa e o ar seria comercializado. Achávamos o cara completamente doido, um apocalíptico que deveria escrever roteiros para filmes de ficção científica tipo Mad Max em vez de ficar bancando o professor. Eu queira saber sobre cerrado, savana e estepes, e ele lá com aquelas teorias malucas.

Leia este artigo

CES (Centro de Ensino Supletivo): Trabalhando com Jovens e Adultos

Inicialmente o CES foi concebido para ter seu funcionamento diferente das escolas convencionais, já que traz em si a ideia de uma escola aberta, com condições para atender alunos que iniciem o curso em qualquer período do ano, em horários favoráveis aos mesmos, sem obrigatoriedade de frequência.

Leia este artigo

Saindo de casa

Sempre acordo dez minutos antes do despertador, geralmente às quatro horas e cinquenta minutos da madrugada. Não levanto imediatamente. Fico olhando os ponteiros do relógio irem se aproximando do horário programado. Aproveito o tempo para repassar mentalmente o meu dia. Penso em Andi, um aluno que entrou em um processo de autodestruição que temo não conseguir interromper. Penso que serão quase oito horas em salas de aula. Confesso que muitas vezes a perspectiva causa-me um princípio de exasperação. Sei que terei de enfrentar uma série de problemas que fogem completamente ao meu planejamento diário – por mais que eu lute contra o improviso, lecionar numa escola pública de periferia requer uma constante revisão de metas. Planejava passar o filme Cruzada, de Ridley Scott, para a turma 601.

Leia este artigo

Atenção: Submissão de trabalhos

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco