Edição V. 7, Ed. 32 - 14/08/2007

A contribuição da robótica para o desenvolvimento das competências cognitivas superiores no contexto dos projetos de trabalho

Vivemos numa sociedade em que todos são atingidos, direta ou indiretamente, pelas tecnologias, seja no banco, em casa, no trabalho ou mesmo nos modos mais simples de vivência. Essa característica da tecnologia influencia a forma de vida das pessoas, ao passo que exige novas competências cognitivas. Nesse contexto, emergem os objetivos deste estudo: a) apresentar o contexto nacional e internacional que explica o surgimento da robótica; b) identificar as concepções sobre robótica presentes no campo da educação; c) analisar as propostas dos PCN sobre a área de ciência e tecnologia; d) caracterizar desenvolvimento a partir das contribuições de Piaget, Vigotsky e Papert; e) identificar as novas propostas metodológicas apresentadas na literatura como as mais adequadas para o ensino na atualidade: projetos de trabalho; f) relacionar pedagogia de projetos ao ensino de robótica; g) refletir sobre as contribuições da robótica para o desenvolvimento das competências cognitivas superiores, no contexto dos projetos de trabalho.

Leia este artigo

A AVALIAÇÃO NO PRINCÍPIO DA EXCELÊNCIA E DO ÊXITO ESCOLARES

In: PERRENOUD, Philippe. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens – entre duas lógicas (Trad. Patrícia Chittoni Ramos). Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999. 183 p.

Leia este artigo

A escola não ensina

Mal o jornal foi para as bancas com a nossa reportagem sobre os preços das matrículas e dos uniformes, começamos a receber telefonemas de adesão. Eram mocinhas e rapazes que estudam por conta própria, trabalhando nos empregos mais estranhos para pagar colégios ou cursos noturnos e diurnos, eram pais e mães de família responsáveis por filhos em idade escolar. Todos queriam prestar depoimento e auxiliar nossa reportagem. Escolhemos o Sr. José Afonso Alves. A escolha foi feita por ser o nosso amigo representante típico do brasileiro médio, morador das capitais. Desde o principio nosso objetivo tem sido demonstrar as deficiências e dificuldades do ensino no Brasil, tomando como ponto de partida o padrão médio — nem o completo abandono em que vive o sertanejo, nem o privilégio de uma pequena minoria que usufrui os benefícios das escolas modelo. Para não sermos injustos quanto à qualidade do nosso ensino (já chegaremos ao problema de sua quantidade), procuramos estabelecer o equilíbrio, tomando como ponto de partida o meio termo. Pois bem, o Sr. José Afonso é funcionário publico letra J (Cr$ 3.620,00 por mês), padrão médio do funcionário, nem "Barnabé" nem "Maria Candelária". Seus filhos são em numero de três, que parece também ser a média dos casais modernos de vida normal. A sogra mora com eles, pois sua mulher trabalha e alguém precisa tomar conta das crianças. Todos vivem engavetados num apartamento em Botafogo, com dois quartos apenas, reservados para a sogra e as crianças, sendo o casal obrigado a dormir na sala, que é durante o dia sala de estar e de jantar; e atelier de costura de sua mulher, que trabalha, mas em casa, ao mesmo tempo que ajuda a mãe nos afazeres domésticos.

Leia este artigo

Andi

Comecei a semana chegando quinze minutos antes de os portões do colégio João Antônio abrirem. A rua estava deserta, com uma leve neblina que, se não fosse pela temperatura um tanto fria, passaria por fumaça saída das torres da refinaria. Das chaminés de aço emanava uma luz mortiça cuja tonalidade avermelhada banhava tudo em volta. Fiquei ali, sentado no meio-fio, esperando, até que uma van veio diminuindo a velocidade e estacionou no acostamento da Rodovia Rodrigues Alves.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Pandemia e Educação na imprensa

26/10 Educadora defende a inclusão da aprendizagem colaborativa na formação escolar

Leia aqui


15/09 Precursor e de contribuição "incomparável": como acadêmicos estrangeiros enxergam Paulo Freire

Leia aqui


31/08 Entre as principais medidas para enfrentar a crise, escolas disponibilizaram materiais pedagógicos impressos, e criaram grupos em aplicativos e redes sociais para facilitar a comunicação

Leia aqui

Seção Divulgação Científica

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Célestin Freinet

"A democracia de amanhã se prepara na democracia da escola."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco