Edição V. 9, Ed. 23 - 30/06/2009

O cuidado com o professor

Beber não sei quanto litros de água por dia, não abusar do café preto, comer frutas no café da manhã, não espremer os cravinhos inoportunos que aparecem no rosto, tomar banho frio, não comer até ficar saciado, evitar ingerir líquidos durante as refeições, usar filtro solar chova ou faça sol, mastigar bastante os alimentos e praticar exercícios físicos com regularidade são uma ínfima amostra de coisas que deveríamos pôr em prática, mas nem sempre (ou quase nunca) colocamos. Há pessoas que não cumprem nenhuma dessas coisas e estão muito bem assim. Mas para quem é professor algumas dessas dicas não podem não ser levadas a sério, pois a própria vida profissional corre o risco de ser encurtada drasticamente devido a algum descuido com a voz, com o corpo ou com a cabeça.

Leia este artigo

Eu hei-de amar uma pedra

António Lobo Antunes, em Eu hei-de amar uma pedra, radicaliza sua forma esquizofrênica de escrita dando voz a múltiplos narradores que se revezam ao contar ao leitor os lampejos de uma história de amor – e muitas de rancor – entre um homem e uma mulher maduros que se encontram semanalmente numa hospedaria barata em Lisboa.

Leia este artigo

Tabagismo entre os universitários

O problema do tabagismo prescinde de maiores explicações, como problema pessoal para quem é fumante como para aqueles que vivem no entorno dos fumantes.

Leia este artigo

Atenção: Submissão de trabalhos

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco