Edição V. 10, Ed. 24 - 29/06/2010

Porque a vitória não basta

Quando a gente publica artigos em jornais ou na Internet sempre se expõe a recriminações. Neste tempo de euforia nacionalista, que vem sazonalmente em época de copa do mundo, levantar questões sobre a pertinência de torcer ou não pela seleção canarinho pode soar muitas vezes como uma espécie muito peculiar de imprudência particular.

Leia este artigo

Cronópios literários

Cronópios são personagens criados pelo escritor argentino Julio Cortázar, um tanto distraídos, com almas de artista e meio desorientados dentro da ordem social. Podem também ser chamados de preguiçosos ou desanimados. Outros personagens que convivem com eles são os famas, de perfil mais prático e mais adaptados ao mundo. Os cronópios têm mais o espírito do próprio Cortázar, que dizia, inclusive, se considerar um deles. E é esse espírito que rege o site cronopios.com.br, que trata de literatura e de cultura em geral com leveza, sem ser superficial, através de artigos, críticas e ensaios. Além disso, obras de ficção também são publicadas, o que evita a sensação de que é apenas mais um site de críticas, mas formado também por escritores. Não há uma apresentação dos editores ou uma proposta formal do site, mas a organização de seu menu é auto-explicativa e seu conteúdo traz uma riqueza que vai se tornando rara na rede, em tempos de Twitter.

Leia este artigo

Desabafo Cíclico

É com muito desprazimento que venho situar sucessos vividos na presente revolução de nosso astro mãe. Temo ter mais uma vez que deparar-me com a indiligência desta refeição em turba de cérebros. Nego-me “Levar à Cena” pensamentos de outrem, mantidos que estão em estado pusilânime. Fica clara a poltronaria aqui implantada e disseminada através do receio e dos vigilantes de “Lucros Cessantes”, cotejadores das vantagens econômicas alheias, digeridos pelos que representam “Princípios doutrinários”, tornados inverdades nos meandros das improbidades políticas: Arquitetamos assim venturo ditoso?

Leia este artigo

José Saramago e a Finitude Indesejada

É uma sensação curiosamente estranha. O finito ficar ainda mais finito. Quando perdemos um Tom Jobim, quando se despede de nós um Carlos Drummond de Andrade, a gente fica com a sensação de precariedade ainda mais à flor da pele. O existir torna-se um sopro que, de um instante para outro, pode não mais acontecer. O existir torna-se precário em toda sua totalidade. Olhamos ao redor e percebemos o precário da própria vida. E agora fico sabendo de José Saramago. Deixou de existir. Tornou-se radicalmente precário.

Leia este artigo

Turmas indisciplinadas: uma questão de ponto de vista

Os professores podem reclamar de tudo: do baixo salário, do excesso de trabalho, dos alunos bagunceiros, do diretor autoritário, mas tem uma coisa de que eles nunca poderão se queixar: de tédio. Para quem não é chegado a uma rotina, gosta de enfrentar desafios, superar obstáculos (desculpem pelas sentenças lugar-comum), ser professor é a profissão ideal.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Magda Soares

"Para a criança, a complexa aprendizagem da língua escrita deve acompanhar seu desenvolvimento cognitivo, linguístico e mesmo motor, para a manipulação dos instrumentos e suportes da escrita."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco