Edição V. 12, Ed. 33 - 28/08/2012

Ascensão e declínio social da humanidade: uma questão de altruísmo

O ser humano, espécie altamente adaptável e considerada entidade mais evoluída do planeta, pois criou formas de propiciar sua sobrevivência nos diferentes ambientes, pois transforma tudo à sua volta, construindo e reconstruindo artificialmente os ambientes, não conseguiu ainda projetar na atualidade as consequências desses atos e os custos dessa adaptabilidade no futuro (CÓRDULA, 2010). Mesmo tendo um telencéfalo altamente desenvolvido, ainda sim, preocupa-se apenas com o agora, com as necessidades imediatistas, e deixa de pensar na coletividade, no futuro e no planeta (CÓRDULA, 1999).

Leia este artigo

Leitura e construção de sentido: um olhar sobre a prática pedagógica

Nos últimos anos, os debates acerca do ensino da leitura ampliaram-se de maneira considerável. De acordo com Pietri (2007, p. 264), “no Brasil, principalmente a partir da década de 1980, instâncias oficiais de diversos níveis governamentais têm fomentado a produção e publicado documentos com o objetivo de promover mudanças no ensino”. Dentro dessa perspectiva, essas discussões têm início nos 1980, em face da proliferação dos estudos de diversos campos de investigação. Albuquerque (2006) e Albuquerque et al (2008) ressaltam o fato de uma gama de campos do saber ter produzido vasta quantidade de fundamentos teóricos que respaldam uma nova prática pedagógica. São exemplos dessas áreas de investigação: as Ciências da Educação [Pedagogia], as Ciências da Linguagem [Linguística], Ciências Psicológicas [Psicologia, Psicologia Cognitiva, Psicologia da Aprendizagem, Psicologia do Desenvolvimento, Psicolinguística etc.] (ALBUQUERQUE, 2006; ALBUQUERQUE et al, 2008). Todos esses postulados trazem à tona novos fundamentos que levam para o âmbito educacional uma nova didática da escolarização do leitor.

Leia este artigo

O socialismo é uma doutrina triunfante

Crítico literário, professor, sociólogo, militante. Um adjetivo sozinho não consegue definir a importância de Antonio Candido para o Brasil. Considerado um dos principais intelectuais do país, ele mantém a postura socialista, a cordialidade, a elegância, o senso de humor, o otimismo. Antes de começar nossa entrevista, ele diz que viveu praticamente todo o conturbado século XX. E participou ativamente dele, escrevendo, debatendo, indo a manifestações, ajudando a dar lucidez, clareza e humanidade a toda uma geração de alunos, militantes sociais, leitores e escritores. Aos 93 anos, Antonio Candido explica a sua concepção de socialismo, fala sobre literatura e revela não se interessar por novas obras.

Leia este artigo

O mito decisivo

A persistência do homem perante o absurdo da vida, proposta pelo filósofo francês Albert Camus, se origina do desconforto de uma resposta não dada: “o absurdo nasce desse confronto entre o apelo humano e o silêncio despropositado do mundo” (1989, p. 46), i.e. , nasce da sensação do homem de que seus questionamentos perante a vida não serão respondidos. Esse sentimento do absurdo nasce da relação do homem com o mundo, do confronto entre o querer do homem e o que o mundo lhe oferece. Segundo Camus, no entanto, o homem deve persistir, porque está vivo e deve ter coragem e consciência para desfrutar desse fato – coragem para viver sem apelações e consciência para saber os seus limites. A resposta do questionamento sobre o que foi apresentado não é satisfatória, porque o homem não consegue medi-la, mas esse homem vai continuar procurando satisfazer-se através da admiração pelo mundo e por sua própria coragem.

Leia este artigo

Multiculturalidade e desconstrução: a escola de favela

Estudos recentes da Universidade de Wyoming (EUA) indicam que a evolução do homem e o consequente predomínio do homo sapiens sobre o homo neanderthalensis teria se dado em grande medida como um desdobramento de primitivas formas de comércio (troca de alimentos e artefatos), caudatárias da divisão do trabalho ocorrida há cerca de 10.000 anos. Nessa ocasião, o reconhecimento, ainda que inconsciente, das diferenças de talento inerentes à espécie humana teria se afirmado, passando os homens a ocupar papéis distintos nos agrupamentos de então (caçadores, construtores de artefatos, agricultores algum tempo depois e outros).

Leia este artigo

O que mais chama a atenção dos adolescentes no mundo virtual

Você conhece algum adolescente que não seja também internauta? Difícil lembrar alguém que não leve ao extremo o hábito de usar a internet no seu dia a dia, não é mesmo? Aliás, é bom ressaltar que, apesar de o exagero ser uma característica dessa fase da vida, a internet é capaz de “encantar” todos nós; afinal, nesse mundo virtual não há limites. É só dar alguns cliques para ir aonde quiser. Tudo é possível! Parece até conto de fadas; mas nas histórias que conhecemos a última pagina sempre traz um final feliz e, na internet, a última página vai nos levar a outro link e a outro, a outro, a outro... E ao desconhecido.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Atenção: Submissão de artigos

Prezados autores, prezadas autoras,
estamos realizando uma atualização de nosso sistema editorial. Por isso, a revista Educação Pública não estará temporariamente recebendo novos trabalhos para publicação. Vale ressaltar que os artigos já recebidos estão em processo de avaliação e, se selecionados, serão publicados.

Quando o sistema voltar a funcionar normalmente - o que esperamos que aconteça muito em breve - retomaremos o processo de submissão de novos trabalhos que tratem de temas ou relatem experiências relevantes para a Educação Básica no Brasil.

14/10 a 18/12 | Festival do Filme Científico

De 14 de outubro a 18 de dezembro, o Brasil recebe a segunda edição do Science Film Festival, festival de cinema dedicado à promoção da ciência e da educação científica por meio do audiovisual. O tema deste ano é sustentabilidade e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) – a seleção de filmes voltados a professores, estudantes e público geral aborda questões que duramente afetam o planeta hoje, como mudanças climáticas, biodiversidade, inovação e tecnologia, energias limpas, entre outras. No Brasil, a mostra traz 14 vídeos de países como Tailândia, Alemanha, Chile e Canadá, todos dublados ou legendados para o português brasileiro, destinados a crianças e adolescentes.

site do evento

17 a 20/11 | XI Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco