Edição V. 13, Ed. 9 - 12/03/2013

AULAS DE LITERATURA: INTERAÇÕES & LEITURAS

Dada a constante circulação entre linguagens nas aulas de Literatura e a possibilidade de se estabelecerem entre elas laços às vezes aparentemente inusitados, propiciamos aqui um entrelaçamento de linguagens em aulas de Literatura, eclipsando as representações do país na música Brasil, de Cazuza. Se a construção do olhar presente reinterpreta os Brasis que vivemos, criando vários olhares precursores para textos atuais, parece pertinente olhar para as práticas de aulas de Literatura de forma intertextual, criativa e relacional. Por isso a ideia deste texto surgiu da necessidade de registrar e divulgar a experiência vivida no CIEP (Centro Integrado de Educação Pública) 393 Aroeira em Macaé, no Estado do Rio de Janeiro, em turmas de Literatura do Ensino Médio.

Leia este artigo

No parquinho

Os dois casais já se conheciam de longa data, eram amigos de colégio e casaram mais ou menos na mesma época – coisa de meses de diferença. Os filhos também têm quase a mesma idade. Depois de se tornarem pais, houve algum afastamento, porque os quatro concordavam que dar de mamar, acalmar o choro, limpar golfadas e trocar fraldas eram atos que não deviam ser compartilhados. Além, é claro, daquele cansaço que se traduz nas olheiras de pais recém-formados. Mas o tempo passou, uns quatro ou cinco anos, as crianças cresceram esse tanto e agora já podiam ficar mais soltas no parquinho, desde que não subissem no trepa-trepa nem jogassem areia na cara de ninguém. Nesse dia, só estavam as mamães com os filhotes. Os papais foram fazer compras juntos, para um churrasquinho no final daquela tarde.

Leia este artigo

A história de nossos fracassos

Talvez seja o paroquialismo infinito das demandas eleitorais, amigo velho, que contamina hoje, de modo tão desconcertante, a disputa ideológica no Brasil. Assistir no camarote das redes sociais às disputas retóricas da esquerda e da direita em função do caso Yoani Sánchez é exemplar de como o combate ideológico no Brasil é contaminado pela geopolítica.

Leia este artigo

MAPAS CONCEITUAIS DE APRENDIZAGEM NA SALA DE AULA

Os mapas conceituais de aprendizagem são ferramentas didáticas não tradicionais cruciais no processo de ensino, por sua hierarquia de significados sobre conceitos de um determinado tema ou conteúdo a ser ministrado e por ser um meio de avaliação qualitativa e formativa do alunado. Essa técnica foi desenvolvida por Joseph Novak e aprimorada para o ensino por David Ausubel (Figura 1) (MOREIRA, 2012) a partir da teoria cognitivista, que, primariamente, foi desenvolvida por Jean Piaget na década de 1920. Posteriormente, temos o desenvolvimento do cognitivismo para a aprendizagem significativa com Vygotsky (PELIZZARI et al., 2002; MOREIRA, 2003), o que vem consolidar os mapas conceituais de aprendizagem (MCA).

Leia este artigo

As joias da EJA

Este ano comecei a ministrar aulas para a EJA (Educação de Jovens e Adultos), uma “modalidade da educação básica destinada aos jovens e adultos que não tiveram acesso ou não concluíram os estudos no Ensino Fundamental e no Ensino Médio”. Sobre tal modalidade, o site da Secretaria de Educação do Distrito Federal afirma a importância de

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Pandemia e Educação na imprensa

26/10 Educadora defende a inclusão da aprendizagem colaborativa na formação escolar

Leia aqui


15/09 Precursor e de contribuição "incomparável": como acadêmicos estrangeiros enxergam Paulo Freire

Leia aqui


31/08 Entre as principais medidas para enfrentar a crise, escolas disponibilizaram materiais pedagógicos impressos, e criaram grupos em aplicativos e redes sociais para facilitar a comunicação

Leia aqui

Seção Divulgação Científica

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Célestin Freinet

"A democracia de amanhã se prepara na democracia da escola."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco