Edição V. 18, Ed. 12 - 19/06/2018

Ensinando Física no quinto ano do Ensino Fundamental: uma proposta envolvendo magnetismo

Física

Este artigo apresenta proposta sobre a alfabetização científica para os anos iniciais aplicada em escola pública, baseada em atividades práticas nas aulas de Ciências. O objetivo é inserir tais atividades práticas nas aulas do quinto ano escolar. O tema escolhido para as atividades é o magnetismo. A metodologia pesquisa-ação e a utilização de mapas conceituais contribuem para que a aprendizagem dos estudantes seja significativa.

Leia este artigo

A interdisciplinaridade ao alcance de todos

Formação de Professores

A unidade da natureza do homem é desfeita na educação pelas disciplinas; a interdisciplinaridade é uma possibilidade de romper os limites dessa divisão, propondo a integração do conhecimento, por meio de uma nova organização de conteúdos e currículos.

Leia este artigo

Artes Visuais em cena: motivações iniciais

Educação Artística

Envolvendo professores de diversas disciplinas e artistas que utilizam diversas técnicas na produção de obras de artes visuais, o projeto de uma escola municipal de João Pessoa, na Paraíba, valoriza um grupo de artistas da Paraíba e incentiva a produção artística dos seus alunos.

Leia este artigo

Um estudo de caso sobre o ensino-aprendizagem dos diferentes significados de frações em uma escola de Educação Básica

Matemática

Este trabalho investigou junto a alunos do Ensino Fundamental de uma Escola Municipal de Duque de Caxias os significados de frações que esses alunos demonstraram ter maior domínio ou não possuem e os mais presentes entre eles, como relação parte-todo, operador multiplicativo, quociente/número, razão e probabilidade. Foram analisados os livros didáticos usados por esses alunos, os resultados de tarefas propostas e as respostas verbais dadas em entrevistas sobre essas tarefas.

Leia este artigo

A produção do conhecimento na construção do saber sociocultural e científico

Formação de Professores e Cidadania e Comportamento

A academia é o centro de produção do saber, e conta com dois eventos de estruturação cultural: a escrita e o papel, pela possibilidade de registro e acúmulo do conhecimento, facilitando a perpetuação, o arquivamento e o acesso a ele. O conhecimento científico nasceu da sistematização.

Leia este artigo

Filosofia e Pandemia: o mundo pós-isolamento social

Vamos tratar dos temas EAD, Gamificação e Ensino Híbrido

Canal no YOUTUBE: Acesse aqui

Bate papo sobre o ensino de História

Clique na imagem para ver a programação:

Live no canal Youtube LAPEHIS UFVJM: bit.ly/3h3aBXF

Seminário Virtual Internacional do Grupo Educação, Políticas Públicas e Mundo do Trabalho

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video no link: https://youtu.be/ckWJGWZfFnM

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

COVID-19

Coronavírus: O que você precisa saber e fazer

coronavirus.saude.gov.br.

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco