Edição V. 8, Ed. 34 - 09/09/2008

Contos de fadas modernos: ensinando modos de ser homem e mulher

As escolas, criadas como locais para o desenvolvimento do ensino-aprendizagem, tidas como “centros do saber”, fizeram e ainda fazem uso da literatura infantil e infanto-juvenil como artefato pedagógico para ensinar, para incutir normas e valores socioculturais dominantes. Professores e professoras das escolas usam a literatura – junto com outros artefatos culturais – não só para desenvolver o gosto pela leitura, mas também para trabalhar temas, discutir conceitos e assuntos conflituosos e polêmicos: questões como ser gordo, os apelidos, raça/etnia, consumismo, infância e trabalho, medos etc. Desse modo, ocorre uma psicologização e pedagogização da literatura infantil e infanto-juvenil.

Leia este artigo

Cuidado com o Cão

Estava me deliciando com o livro Doutor Fausto, de Thomas Mann, quando me deparei com a seguinte passagem: “quem crê no diabo já lhe pertence”.

Leia este artigo

Proust e a escrita: a página dos Campanários

O clássico assombro diante da folha, ou da tela, em branco não é exclusividade dos escritores diletantes. O não saber sobre o que escrever inquieta mesmo aqueles que têm a escrita por ofício. Talvez por isso, paralelamente ao desenvolvimento de suas obras, tantos escritores tenham se dedicado a pensar o ato da escrita. Entre os que teorizaram sobre a criação literária estão sobretudo os poetas. Charles Baudelaire, Paul Valéry, Paul Celan e João Cabral de Melo Neto são apenas alguns de uma vasta lista.

Leia este artigo

Somos todos iguais nesta noite

– Não há de ser nada. Tudo no mundo se resolve quando a gente pode entrar em casa e avistar o mar.

Leia este artigo

O prazer de ler

Este artigo pretende apresentar a importância da leitura para o desenvolvimento do indivíduo e a importância de promover o gosto pela leitura. Fala da magia, da paixão pela leitura, pelas histórias e pelos livros. Leitura... Palavra mágica que proporciona informação, formação, crescimento, atualização do individuo e, sobretudo, prazer.

Leia este artigo

A importância dos recursos didáticos educacionais

A fim de contribuir para o aprimoramento das aulas, o Portal da Educação Pública está colocando à disposição vários objetos didáticos (animações, ilustrações, figuras) para uso livre dos professores – desde que seja mencionada a fonte. São arquivos digitais em formatos comumente usados nos computadores, sem cobrança de direitos autorais, que abordam diversos conteúdos programáticos da Educação Básica. Você pode utilizá-los direto do link a seguir ou baixá-los para o seu computador.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Atenção: Submissão de artigos

Prezados autores, prezadas autoras,
estamos realizando uma atualização de nosso sistema editorial. Por isso, a revista Educação Pública não estará temporariamente recebendo novos trabalhos para publicação. Vale ressaltar que os artigos já recebidos estão em processo de avaliação e, se selecionados, serão publicados.

Quando o sistema voltar a funcionar normalmente - o que esperamos que aconteça muito em breve - retomaremos o processo de submissão de novos trabalhos que tratem de temas ou relatem experiências relevantes para a Educação Básica no Brasil.

14/10 a 18/12 | Festival do Filme Científico

De 14 de outubro a 18 de dezembro, o Brasil recebe a segunda edição do Science Film Festival, festival de cinema dedicado à promoção da ciência e da educação científica por meio do audiovisual. O tema deste ano é sustentabilidade e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) – a seleção de filmes voltados a professores, estudantes e público geral aborda questões que duramente afetam o planeta hoje, como mudanças climáticas, biodiversidade, inovação e tecnologia, energias limpas, entre outras. No Brasil, a mostra traz 14 vídeos de países como Tailândia, Alemanha, Chile e Canadá, todos dublados ou legendados para o português brasileiro, destinados a crianças e adolescentes.

site do evento

17 a 20/11 | XI Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Caminho para a liberdade

"A educação é o ponto em que decidimos se amamos o mundo o bastante para assumirmos a responsabilidade por ele."
Hannah Arendt (1906-1975).

Educadores brasileiros

Dermeval Saviani

"A educação é uma atividade que supõe a heterogeneidade no ponto de partida e a homogeneidade no ponto de chegada."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco