Edição V. 22, Ed. 5 - 08/02/2022

As concepções de infância e o papel da família e da escola no processo de ensino-aprendizagem

Educação Infantil e História da Educação

Este trabalho tem como objetivo geral compreender as concepções de infância, bem como discorrer sobre a educação infantil e o papel da família e da escola no processo de aprendizagem das crianças. Para tanto, realizamos uma pesquisa bibliográfica com autores que tratam da temática infância, bem como consultamos documentos oficiais referentes à Educação Infantil. Verificamos que a concepção de infância da contemporaneidade difere dos séculos passados, quando a criança era vista como um miniadulto ou um mero objeto. Desse modo, na contemporaneidade, a criança é compreendida como um sujeito social, histórico e de direitos.

Leia este artigo

Produção de infográficos no Cefet/RJ - Campus Maria da Graça: integrando Biologia e Educação Física em tempos de pandemia

Nutrição e Alimentos, Saúde, Biologia e Biociências, Educação a Distância e Vivências de Sala de Aula

Em março de 2020 o mundo foi surpreendido com a pandemia do coronavírus. As atividades laborais e estudantis foram suspensas. Com o passar do tempo e sem perspectiva de retorno das atividades estudantis presenciais, várias questões foram levantadas no sentido de sanar o distanciamento do alunado da escola. Ao recebermos orientações no sentido de como procederíamos no futuro bem próximo para retomar às atividades – desta vez, numa perspectiva remota –, inúmeros desafios surgiram, dentre eles a ausência de acesso à internet e a dispositivos móveis por grande parte do corpo discente.

Leia este artigo

Indústria cultural e seu impacto na educação

Sociologia, Política Cultural e Política Educacional

Este trabalho trata da indústria cultural e de sua influência na educação contemporânea. Usando meios modernos de comunicação, a ideologia do consumo permeia toda a cultura contemporânea, de forma que os meios de comunicação capturam essa ideologia e a reproduzem. A indústria cultural se globalizou e está se espalhando pelo mundo; hoje em dia, qualquer acontecimento pode ser monetizado por meio do YouTube e outras redes sociais. A cultura vai perdendo cada vez mais sua particularidade para dar lugar ao lucro.

Leia este artigo

O brincar nas crianças autistas

Educação Especial e Inclusiva

Este artigo visa entender o modo como o ato de brincar se faz nas crianças portadoras do transtorno do espectro autista. A brincadeira é uma atividade que vai muito além do lazer. Com o ato de brincar, as crianças exploram o mundo que as cerca, imitam os padrões da sociedade em que estão inseridas, compreendem regras de convívio e se desenvolvem física, mental e emocionalmente. As crianças autistas, comumente conhecidas por seu isolamento, possuem uma maneira diferente de brincar. É preciso que essa criança seja estimulada a participar de todos os tipos de brincadeira para que possa usufruir de todos os benefícios que a brincadeira proporciona.

Leia este artigo

A utilização da história em quadrinhos Turma da Mônica como ferramenta pedagógica para o ensino sobre a covid-19

Vivências de Sala de Aula

Em março de 2020, as atividades acadêmicas deixaram de ser presenciais e passaram a ser realizadas de forma remota, como medida de prevenção contra o novo vírus SARS-CoV-2. Pensando em contribuir para a formação dos discentes sobre a covid-19, propomos trabalhar com eles a partir de uma história em quadrinhos da Turma da Mônica, com o título “Covid-19”. Analisamos como se deu a interpretação e a apropriação dos conceitos científicos pela leitura da referida HQ pelos estudantes de uma turma do 7º ano do Ensino Fundamental do Colégio ICJ (Instituto Coração de Jesus), em Belo Horizonte/MG.

Leia este artigo

"Letramento": um clássico sobre o ensino de línguas

Formação de Professores e Língua Portuguesa e Literatura

Magda Soares se destaca como pesquisadora; tem dezenas de obras publicadas. Doutora em Educação, aposentou-se como professora titular da UFMG. Ela integra o Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita, da Faculdade de Educação da UFMG. No livro Letramento: um tema em três gêneros, ela apresenta discussões didáticas e profundas. O debate sobre os letramentos e suas relações dialéticas com a alfabetização representa um importante viés teórico dos estudos sobre aprendizagem de línguas, especialmente com foco no caráter social e histórico da linguagem.

Leia este artigo

Seção Divulgação Científica

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Pandemia e Educação na imprensa

11/02 WhatsApp em sala de aula? Saiba como a ferramenta pode apoiar o ensino

Leia aqui


13/12 Lições para promover uma revolução na educação pública brasileira

Leia aqui


26/10 Educadora defende a inclusão da aprendizagem colaborativa na formação escolar

Leia aqui

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Célestin Freinet

"A democracia de amanhã se prepara na democracia da escola."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco