Edição V. 21, Ed. 13 - 13/04/2021

O verbo se faz metamídia

Computação e Tecnologias, Comunicação, Cinema, Teatro e TV e Língua Portuguesa e Literatura

Letramentos, mídias, linguagens, de Roxane Helena Rodrigues Rojo e Eduardo Moura, tem por objetivo refletir sobre a era das tecnologias. O livro é dividido em duas partes: uma parte introdutória, com dois capítulos, que apresenta conceitos centrais (letramentos, multiletramentos/novos letramentos) que firmarão a base teórica para as discussões da segunda parte; esta, com quatro capítulos, apresenta uma caracterização das linguagens visuais, estática e em movimento, sonoras e verbais. Sem dúvida, uma obra altamente recomendável para todos os professores, principalmente aqueles que buscam aprofundar os estudos sobre multiletramentos e culturas digitais.

Leia este artigo

Aprendizagem, pobreza e Educação Infantil no Brasil: reflexões necessárias à prática docente inicial

Educação Infantil

A natureza humana é fruto de uma integração e organização espontânea do espaço em que se vive, num equilíbrio estável, o qual não pode desestabilizar, e o tempo vivido juntos rege a conduta de seus componentes. Este estudo justifica-se por ter como meta trabalhar com Educação Infantil no futuro e ter a necessidade de aprofundar o conhecimento em relação à mesma, com vista a promover a discussão no ambiente educacional como obtenção de informações que contribuam para uma educação mais eficaz e prazerosa.

Leia este artigo

O papel do conselho tutelar e pandemia: análise e resultados

Direito, Educação Infantil, Vivências de Sala de Aula, Outras Mais Específicas e Política Educacional

Este artigo tem por objetivo descrever um panorama acerca dos atendimentos de aconselhamentos realizados aos pais ou responsáveis, crianças e adolescentes nos casos que envolvem violações de direitos de crianças e adolescentes no município do interior do Estado de São Paulo no período de pandemia entre janeiro até junho de 2020. Percebe-se que houve um aumento significativo de crianças e adolescentes inseridos em contextos de violências, evasões escolares, negligências, conflitos familiares, uso de drogas, comportamentos e dentre outras. Desta forma, pretende-se estudar a relevância do conselho tutelar e suas atribuições, as quais têm o intuito de zelar pelo cumprimento dos direitos de crianças e adolescentes.

Leia este artigo

Geografia da resistência: dissidências, insurgências e educação

Geografia

A epistemologia da Geografia por muito tempo excluiu questões voltadas para as problemáticas de gêneros e sexualidades, em que discursos e histórias foram silenciados. Faz-se necessário romper esses padrões, e o ensino de Geografia é uma ferramenta primordial para isso, trabalhando com crianças e adolescentes aspectos que prezem por um processo de ensino-aprendizagem baseado na justiça social e no verdadeiro sentimento de democracia, possibilitando outras perspectivas para o ensino da disciplina. Este texto, por meio de pesquisa bibliográfica, objetiva refletir tais problemáticas no ensino de Geografia para a Educação Básica, buscando também instigar professores e professoras a levar tais questionamentos para a sala de aula.

Leia este artigo

Diálogos acerca do papel da família no processo de aprendizagem das crianças: narrativas de membros de uma unidade escolar

Psicologia, Educação Infantil e Instituição Escola

A relação entre a família e a escola tem sido um tema muito tratado, e os gestores têm buscado a aproximação da família e escola, todavia, ainda seguem existindo muitos impasses, pois é possível notar que pais e escola não compreendem o papel a ser desempenhado por eles; por isso, acabam ocorrendo grandes conflitos, em que ambas as partes depositam a responsabilidade de um no outro. A escola necessita dessa relação de cooperação como a família, pois os professores precisam conhecer as dinâmicas internas e o universo sociocultural vivenciado pelos seus educandos, para que possam respeitá-los e compreendê-los em suas subjetividades e a partir disso tenham condições de intervirem ou providenciarem um desenvolvimento melhor nas expressões de sucesso e não de fracasso diagnosticado.

Leia este artigo

Tateamento e solidão: os desafios atuais de professoras iniciantes de Educação Física no Ensino Fundamental

Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

Investigam-se os desafios atuais da carreira docente de professoras de Educação Física do Ensino Fundamental nos três primeiros anos. Analisam-se os dados coletados de professoras da Educação Física do Ensino Fundamental que lecionam em redes municipais de ensino de Belo Horizonte/MG e Sabará/MG. Usou-se a metodologia de pesquisa qualitativa em três passos: em primeiro lugar, um levantamento da bibliografia sobre o assunto; em segundo lugar, uma pesquisa de coleta de dados por meio de questionário, aplicado por meio de ferramenta online; em terceiro lugar, após a aplicação, as respostas foram analisadas. Como resultado, destacam-se os desafios, como o sentimento de solidão, o trabalho diário de convencimento da importância da Educação Física perante os alunos e alunas, a escassez de material para trabalho.

Leia este artigo

Escolas de tempo integral: da escala nacional à escala local

Geografia, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

Este artigo é parte da pesquisa realizada entre 2017 e 2019 intitulada Escolas de Tempo Integral, no curso de graduação em Geografia da UERJ. Sendo assim, o presente texto tem por objetivo analisar os programas de escolas em tempo integral da escala nacional à escala local, utilizando como exemplo o Projeto Horário Integral, de Nova Iguaçu/RJ. O horário integral oferece para os alunos diversas atividades e oficinas com temas pertinentes aos conteúdos escolares de Geografia. Os resultados registraram que os projetos de escala em tempo integral são grandes instrumentos pedagógicos que promovem o desenvolvimento intelectual, físico e social dos discentes.

Leia este artigo

Análise da organização matemática e didática do objeto matemático plano cartesiano presente em um livro didático do 5° ano do Ensino Fundamental

Matemática

Este trabalho trata das organizações matemáticas e didáticas presentes em um livro didático de 5º ano adotado em uma instituição educacional de nível básico, referente ao assunto plano cartesiano. A fundamentação teórica é construída sobre conceitos da Teoria Antropológica do Didático, a saber: objeto, sujeito, instituição e praxeologia. Para discutir como essas organizações são tratadas no livro, propomos uma pesquisa qualitativa usando como meio a análise documental, segundo a qual as organizações matemáticas foram avaliadas quanto aos tipos de tarefas e às justificativas das técnicas empregadas no desenvolvimento das seções referentes ao tema.

Leia este artigo

As práticas pedagógicas dos professores da Escola no Campo no contexto da pandemia da covid-19

Vivências de Sala de Aula

As escolas, mediante a pandemia da covid-19, precisaram dar continuidade ao ensino de forma diferenciada, buscando alternativas que envolvessem os alunos no processo formativo. Este trabalho tem como objetivo analisar as práticas pedagógicas dos professores da Escola no Campo no contexto da pandemia. Tomamos como referencial teórico os estudos de Araújo, Valle e Marcom, entre outros estudiosos que discutem a temática pesquisada. A metodologia pautou-se por uma abordagem qualitativa, do tipo exploratória. O lócus da pesquisa foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental Manoel Procópio de Araújo, localizada no município de Olho D’Água/PB.

Leia este artigo

Educação e pandemia

Educação e pandemia

Artigos publicados na revista Educação Pública sobre a pandemia

Acesse aqui

Curso: Interfaces em Arte, Ciência e Tecnologia

Paulo Freire - 100 anos de praxis libertadora

Pesquise em nossa biblioteca

Prezada autora, prezado autor, ao selecionar o material de consulta para seu trabalho, sugerimos que faça buscas também em artigos publicados na revista Educação Pública, que possui um sistema de busca sofisticado que facilitará a sua pesquisa. A citação dos artigos da revista Educação Pública certamente irá valorizar a sua publicação, a de seus colegas e a própria revista.

Educação: Tem o poder de transformar

O Centro de Estudos “O bem viver e a resiliência dos povos indígenas no cuidado com a Amazônia" recebeu os representantes dos povos indígenas
- Iolanda Pereira da Silva, do Povo Macuxi;
- Michel Oliveira Baré Tikuna, do Povo Baré e Tikuna;
- e o procurador da República Marco Antônio Delfino de Almeida;
- e o coordenador do Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental, Marcos Wesley de Oliveira.

Veja o video

Citação

"É melhor construir salas de aula para o Menino do que celas e patíbulos para o Homem."
Eliza Cook (12/1818 – 09/1889)

Educadores e Educadoras

Magda Soares

"Para a criança, a complexa aprendizagem da língua escrita deve acompanhar seu desenvolvimento cognitivo, linguístico e mesmo motor, para a manipulação dos instrumentos e suportes da escrita."

Twitter da revista

Siga-nos no Twitter @educacaopublica

Veja também

Fundação Cecierj


Diretoria de Extensão


Revista EaD em foco