Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Avaliação; Educação a Distância; Educação Especial e Inclusiva; Educação Infantil; Formação de Professores; História da Educação; Instituição Escola; Vivências de Sala de Aula
Limpar filtros
Mediação escolar como ferramenta na resolução de conflitos no espaço educacional
Formação de Professores

O presente estudo propõe apresentar reflexões construtivas e reflexivas sobre mediação escolar como ferramenta de atuação na resolução de conflitos em um espaço educacional, onde a violência vem se tornando um número substancial nos índices escolares. A mediação é uma ferramenta das práticas restaurativas em que, por meio de um processo voluntário, o indivíduo transforma os conflitos negativos em oportunidades de aprendizado construtivos e positivos. O estudo está pautado em revisões bibliográficas e pontua como principais resultados a utilização da mediação escolar como processo de transformação para a comunidade educacional de maneira pacífica, humanizada e construtiva.

Psicopedagogia - breves considerações bibliográficas: compreendendo possibilidades de atuação para promover inclusão
Formação de Professores

O referido trabalho tem como objetivo fazer um breve resgate epistemológico da Psicopedagogia como área do conhecimento que lida com o processo de aprendizagem humana e como prática fundamentada por referenciais teóricos consistentes, bem como refletir sobre suas contribuições para o campo da educação no que concerne aos processos de aprendizagem e à intervenção pedagógica do psicopedagogo para o desenvolvimento integral da criança e do adolescente que apresentam algum tipo de dificuldade em sua aprendizagem humana, cotidiana e escolar.

Atribuições do tradutor intérprete de Libras e Português no IFRN - câmpus Natal Central
Antropologia, Educação Especial e Inclusiva e Política Educacional

Este parecer técnico visa elucidar a descrição das atribuições do tradutor intérprete de linguagem e sinais (TILS) nas instituições federais de ensino superior e como deve ser realizado o trabalho desse servidor, havendo demanda ou não. Em situações adversas ligadas à inclusão de alunos com deficiência auditiva e/ou Surdos, a legislação torna-se um norte pautado na legislação vigente, a fim de assegurar a qualidade do atendimento aos alunos em questão e da atuação dos profissionais TILS.

As tecnologias assistivas como forma de comunicação alternativa para pessoas com transtorno do espectro autista
Educação Especial e Inclusiva e Cidadania e Comportamento

O presente estudo buscou revisar a literatura atual sobre as tecnologias assistivas como forma de comunicação alternativa para pessoas com transtorno do espectro autista. Foi levantado acervo acadêmico de teses e dissertações que se dedicaram ao estudo das tecnologias assistivas, incluindo o acervo das formas de comunicação alternativa. Finalizamos a pesquisa bibliográfica com um aprofundamento nas características do transtorno do espectro autista, o que possibilitou compreender de que forma as tecnologias assistivas de comunicação alternativa com as pranchas de comunicação alternativa podem ajudar as pessoas com autismo no processo de comunicação, haja vista sua dificuldade em desenvolver a fala.

Google Lens como ferramenta de aprendizagem em Matemática
Computação e Tecnologias, Matemática e Educação a Distância

Percebemos que hoje não vivemos sem os aplicativos que auxiliam nos afazeres diários, como os aplicativos de bancos, que permitem que realizemos transações a tecnologia veio para ocupar espaço e facilitar todos os setores da nossa vida. E por que seria diferente na educação e com o processo de ensino? Com isso, as propostas de trabalho que coloquem o aluno como protagonista do processo de aprendizagem têm ganhado força. E com o advento da pandemia, em 2020, a mudança para o ensino remoto veio ajudar nessa travessia de professores e alunos para um novo processo de aprender e ensinar.

Ensinando Matemática em tempos de pandemia
Matemática e Educação a Distância

É preciso desenvolver novas estratégias que visem a amenizar o distanciamento social vivido entre docentes e estudantes, a fim de que estes últimos não abandonem o ano letivo (já que todos foram submetidos a ficarem em casa). Dessa maneira, o docente precisa mais do que nunca inovar em suas aulas, já que agora o ensino passou a ser quase inteiramente remoto. Para isso, foi regulamentada uma lei que estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas durante o estado de calamidade pública.

Princípios pedagógicos do trabalho docente na educação on-line – estratégias didáticas através do Moodle para situações de ERE e contextos análogos
Avaliação, Educação a Distância e Formação de Professores

Baseado nas dificuldades dos docentes em adaptar as práticas educativas do ensino presencial para o ensino remoto emergencial (ERE), este estudo discute os princípios pedagógicos do trabalho docente na educação on-line e apresenta estratégias didáticas com os recursos e as ferramentas do Moodle para orientar a prática docente em situações de ERE e em contextos análogos. O estudo constatou que a educação on-line tem seus próprios princípios pedagógicos e que a mera transposição das práticas educativas presenciais para o ERE inviabiliza a configuração de um ensino adequado para os alunos.

Atendimento educacional especializado para acessibilidade linguística aos alunos surdos atendidos no IFRN - câmpus Natal Central
Antropologia, Educação Especial e Inclusiva e Política Educacional

Este parecer técnico tem por objetivo elucidar como deve ser desenvolvida a acessibilidade linguística do aluno surdo e do aluno deficiente auditivo (DA), abordando as questões legais e aspectos socioculturais dos alunos surdos (usuários de Libras). Em situações adversas ligadas à inclusão de alunos com deficiência auditiva e/ou surdos e à atuação do servidor tradutor intérprete de linguagem e sinais a legislação vigente é uma referência para assegurar a qualidade do atendimento aos alunos em questão e da atuação dos profissionais TILS.

Tecnologias de informação e comunicação como ferramentas facilitadoras do processo de ensino e aprendizagem da Língua Inglesa
Formação de Professores e Língua Estrangeira

Cada vez mais as tecnologias de informação e comunicação (TIC) estão presentes nas salas de aula, e isso se deve, principalmente, à potencialidade dos seus recursos para inovar e dinamizar as formas de ensino e aprendizagem das diferentes disciplinas, inclusive a língua inglesa. Quando bem empregadas, as TIC contribuem para o processo educacional a partir da utilização de ferramentas interativas que possibilitam a obtenção de conhecimentos sobre os diferentes contextos subjacentes à realidade e o amplo acesso às diversas fontes de informação.

O lúdico no processo de aprendizagem na Educação Infantil
Educação Infantil

Esta pesquisa objetivou analisar a importância do lúdico na infância e compreender como que a escola aplica e reconhece a importância de jogos e brincadeiras no desenvolvimento social da criança. Para o estudo sobre o lúdico e o seu potencial no desenvolvimento da criança na infância, foi utilizada a pesquisa bibliográfica, seguida de entrevista semiestruturada com uma diretora, uma professora, uma coordenadora pedagógica e uma mãe de aluno, da Creche-Escola Dona Zizi, no município de São Fidélis/RJ.