Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Agronomia; Astronomia; Biologia e Biociências; Computação e Tecnologias; Física; Geologia; Matemática; Química
Limpar filtros
Conhecimentos docentes para o ensino da Matemática nas séries iniciais
Matemática e Formação de Professores

Existem inúmeros fatores que afetam o processo de ensino e aprendizagem; os saberes disciplinares são um deles, e vale também para a Matemática. Numa pesquisa feita em escolas públicas do Paraná, foi detectado que professores das séries iniciais do Ensino Fundamental erraram a resposta a questões básicas da disciplina; certamente esse fato compromete o desempenho dos alunos.

O uso de paródias musicais no ensino de Zoologia: Platyhelminthes
Zoologia, Biologia e Biociências e Música

As atividades lúdicas estimulam a criatividade e a socialização; aí se inserem as paródias, que podem facilitar a memorização de informações, pois a música é uma arte universal que une as pessoas. Uma atividade em Biologia empregou paródias para trabalhar conceitos e informações em Zoologia.

O conhecimento pedagógico do conteúdo dos erros
Matemática e Formação de Professores

É importante que alguns erros comuns cometidos por alunos nas aulas de Matemática na Educação Básica sejam estudados nos cursos de licenciatura, a fim de que os futuros professores estejam capacitados a entender o que levou o estudante a cometê-los. Isso servirá para que ele trabalhe esses conteúdos de modo a antecipar esse problema e esteja atento aos processos de ensino e aprendizagem.

A Astronomia presente no ensino de Ciências numa sala de aula
Astronomia e Física

Este trabalho objetiva verificar quais práticas pedagógicas os professores de Ciências de séries finais do Ensino Fundamental de um colégio estadual do Paraná adotam com relação aos conteúdos de Astronomia. Além disso, o presente estudo de caso, exploratório e qualitativo, objetiva investigar a formação inicial e continuada desses docentes e analisar se eles possuem conhecimento e utilizam os PCN na preparação de suas aulas. Dentre os principais resultados, destaca-se que, apesar de os professores trabalharem os conteúdos de Astronomia, estes são abordados de forma superficial, que os docentes não utilizam os PCN de forma direta, que não tiveram contato suficiente com a Astronomia em sua formação acadêmica e que faltam recursos, materiais e incentivo ao ensino de Astronomia na sua instituição de ensino.

Abordagem da temática ambiental no 1º ciclo do Ensino Fundamental: propostas didáticas e reflexões
Ecologia e Meio Ambiente, Biologia e Biociências, Química e Vivências de Sala de Aula

As ações do ser humano afetam a natureza e a qualidade de vida no nosso planeta. Por isso, as atividades relacionadas à Educação Ambiental dizem respeito a todos os níveis de educação. Este trabalho apresenta atividades pensadas por alunos de uma escola normal para que fossem utilizadas no primeiro segmento do Ensino Fundamental.

Produção de vídeos em aulas de Biologia por alunos do Ensino Médio
Biologia e Biociências, Vivências de Sala de Aula e Cinema, Teatro e TV

Neste trabalho, analisa-se uma proposta pedagógica que envolveu a produção de vídeos por alunos como estratégia para facilitar o aprendizado da temática proposta em aulas de Biologia do Ensino Médio e a recepção desses vídeos por estudantes espectadores. São quatro vídeos e as respostas dadas a um questionário pelos estudantes produtores e espectadores sobre os vídeos exibidos e sobre o aprendizado decorrente da atividade proposta. Os alunos tiveram seu aprendizado favorecido em relação ao conteúdo proposto e puderam explicitar sua criatividade por meio dos vídeos produzidos.

Modelo Stem Education como metodologia potencializadora no ensino de Química
Biologia e Biociências, Matemática, Química e Vivências de Sala de Aula

Diversas escolas públicas carecem de laboratório bem equipado, de professores qualificados para seu uso e alunos interessados para produzir ciência. Artigos sobre experiências de professores mostram que, quando os alunos são estimulados a aprender, percebem significado naquilo que estão aprendendo ou fazem parte da produção daquilo que trará mais conhecimento, dedicam-se a solucionar problemas, responder questões e finalizar seus projetos.

Multiletramentos e multimodalidade: o grafite como recurso pedagógico
Computação e Tecnologias, Vivências de Sala de Aula, Cidadania e Comportamento, Educação Artística, Fotografia, Outras Mais Específicas, Espaços Urbanos e Política Cultural

Uma proposta de atividade realizada em Campos dos Goytacazes/RJ envolvendo Língua Espanhola e Artes abordou o multiletramento ao buscar o estudo de grafites, por ser uma expressão artística comum em lugares públicos e privados da cidade.

O funcionamento dos ecossistemas: a natureza é macunaímica
Ecologia e Meio Ambiente, Biologia e Biociências, Filosofia e Língua Portuguesa e Literatura

A ciência não é neutra; as interferências religiosas, ideológicas e culturais estão presentes na formulação de qualquer proposta de conhecimento. Ao comparar os mundos de Macunaíma e de Alice, é possível perceber a diferença: enquanto a obra de Carroll cita 37 espécies de seres vivos (excetuando os humanos), a de Mário de Andrade relaciona 371, dez vezes mais! E, ao contrário dos personagens de Alice, a natureza se aproxima mais do modelo macunaímico, de viver e se desenvolver com pouco esforço.

Utilização do Baralho das Ligações Químicas no processo de assimilação do conteúdo de ligações iônicas e covalentes
Química

Esta pesquisa, com ênfase qualitativa, visa analisar as contribuições do jogo Baralho das Ligações Químicas: Iônica e Covalente como ferramenta pedagógica no processo de assimilação do conteúdo das ligações químicas. Para a aplicação da proposta foi elaborada uma sequência didática ancorada na Teoria da Aprendizagem Significativa, de Ausubel, no processo de assimilação. Os resultados evidenciaram que o emprego do jogo tornou-se uma alternativa eficaz para despertar nos estudantes o interesse e motivação.