Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Avaliação; Educação a Distância; Educação Especial e Inclusiva; Educação Infantil; Formação de Professores; História da Educação; Instituição Escola; Vivências de Sala de Aula
Limpar filtros
“Peça pena severa para quem me dá artilharia”: medidas socioeducativas e a educação
Instituição Escola e Política Educacional

Este artigo mostra o que são as medidas socioeducativas e como a sociedade vê esse jovem socioeducando, entender o conceito de ato infracional do ponto de vista do ECA, além das medidas socioeducativas e a educação. As medidas não estão cumprindo seu papel ressocializador. Nossa sociedade cai no erro sempre ao pensar em formas mais eficazes e duras de punição.

A pedagogia engajada e a práxis da transformação do mundo – um ensaio sobre a educação libertadora
Formação de Professores e Política Educacional

É preciso que os educadores se engajem no processo de uma educação libertadora, pois não há prioridade entre lutas econômicas, sociais, políticas, culturais e/ou educacionais. O que há é uma estrutura de poder hegemônico que precisa ser combatido. Removido. Superado. É preciso ter disposição para a mudança.

Identidade docente: a formação de professores como requisito imprescindível para a qualidade da educação
Formação de Professores

O presente trabalho busca refletir sobre a importância da formação continuada de professores para a qualidade da educação. A prática docente requer saberes para que o processo pedagógico seja permanentemente significativo. Logo, pensar a formação continuada é pensar na qualidade do ensino, na associação entre teoria e prática, que servirá de subsídio para o exercício crítico, pois a formação é imprescindível para a melhoria da prática docente diante dos desafios existentes na educação.

Igualdade de gênero no ambiente escolar
Direito, Educação Infantil, Formação de Professores, Instituição Escola, Cidadania e Comportamento, Outras Mais Específicas, Política Cultural e Política Educacional

É pela educação que o mundo pode ser transformado. As escolas devem ser refúgio para as crianças, especialmente para aquelas que vivem em cidades e bairros marginalizados, afetados pelas desigualdades sociais. É vital que a comunidade acadêmica realize pesquisas para compreender a escala e o alcance da desigualdade de gênero relacionada ao ambiente escolar e para desenvolver políticas a fim de eliminá-las. Construir a igualdade de gênero na escola é evitar que ocorram processos de discriminação. Nesse contexto buscamos analisar as posturas de meninos e meninas no ambiente escolar e as ações dos educadores e programas que estão sendo desenvolvidos para a discussão de gênero.

Debates decorrentes das “duas culturas”: caminhos para uma educação igualitária por Charles Snow e Zygmunt Bauman
Filosofia, História, História da Educação e Política Educacional

Bauman e Snow, grandes nomes do cenário sociológico internacional, são de grande importância para este trabalho; eles contribuem para que consigamos entender como nos posicionar com relação a esse distanciamento entre as ciências humanas e as exatas. Servirão de aporte teórico, comparando ideias e estudos relacionados a sociedade, cultura e educação.

Docência em Biologia com as ferramentas de autoria na internet
Biologia e Biociências e Vivências de Sala de Aula

O estudo dos conteúdos de Biologia na formação básica é elementar para o entendimento dos processos relacionados à vida em todas as suas formas e à sua interdependência com o ambiente físico. No contexto da aprendizagem sobre Biologia, considerando que as novas gerações já têm contato com aparatos digitais desde a tênue infância, o professor deve realizar o planejamento munido de estratégias compatíveis com essa realidade. Os alunos têm dificuldade de assimilação e aprendizagem por meio de métodos de ensino com recursos tradicionais, uma vez que eles não despertam seu interesse, ao se abster do uso das tecnologias da informação e comunicação presentes do contexto atual. Os professores muitas vezes não conseguem criar tais materiais devido ao desconhecimento das ferramentas para tais fins. O objetivo deste trabalho é verificar o desempenho dos alunos no aprendizado de Citologia após o uso de ferramentas autorais nas aulas de Biologia. Para atingir tal objetivo, foi realizado um estudo de caso em uma escola para avaliar o efeito da aplicação das ferramentas de autoria na internet nas aulas. Os resultados mostram que a média das notas dos alunos aumentaram nas avaliações; além disso, a média das notas da turma participante do projeto mostraram-se maiores do que a da turma não participante.

O xadrez como alternativa pedagógica no âmbito escolar
Instituição Escola e Vivências de Sala de Aula

Este trabalho visa investigar as potencialidades do jogo de xadrez no âmbito escolar; foi desenvolvido em uma revisão narrativa dividida em três tópicos: cognitivo, pedagógico e a inserção do xadrez na escola. Foi possível constatar que o xadrez é uma boa ferramenta pedagógica para o professor utilizar, pois é capaz de estimular o raciocínio lógico, a abstração, a socialização e autoestima dos alunos. Para implementá-la no ambiente escolar, é necessário planejamento mais detalhado, pois o professor deve saber a parte técnica para utilizar o jogo pedagogicamente; as turmas precisam estar divididas por nível de habilidade e não por idade.

O papel do profissional de apoio no processo de inclusão escolar de alunos com deficiência física
Educação Especial e Inclusiva

A política de Educação Inclusiva visa atender a diversidade; nessa direção, tem orientado os sistemas de ensino a desenvolver estratégias para oferecer educação com qualidade para todos os alunos. Esta pesquisa tem como objetivo principal analisar o papel do profissional de apoio no processo de inclusão escolar de alunos com deficiência física. Utilizou-se como procedimento metodológico a pesquisa bibliográfica. Identificaram-se pontos relevantes acerca da atuação do profissional de apoio frente ao processo de inclusão escolar desses alunos.

Dificuldades de aprendizagem? A escola do século XIX se arrasta até o século XXI
Antropologia, Filosofia, Sociologia, Avaliação, Educação Especial e Inclusiva, Educação Infantil, Formação de Professores, História da Educação, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Espaços Urbanos, Política Cultural e Política Educacional

As dificuldades de aprendizagem ganham mais espaço com o passar dos dias e o avanço do conhecimento científico, chamando mais a atenção de pais, professores e profissionais envolvidos na área, devido ao grande número de “diagnósticos” que têm sido fechados. Diante dessa problemática, precisamos avaliar se os casos são fruto de dificuldades de aprendizagem ou de ensinagem. O modelo de escola, as metodologias de ensino e os modelos de sala de aula são praticamente os mesmos desde o século XIX e vêm se arrastando até os dias atuais.

Conhecimentos docentes para o ensino da Matemática nas séries iniciais
Matemática e Formação de Professores

Existem inúmeros fatores que afetam o processo de ensino e aprendizagem; os saberes disciplinares são um deles, e vale também para a Matemática. Numa pesquisa feita em escolas públicas do Paraná, foi detectado que professores das séries iniciais do Ensino Fundamental erraram a resposta a questões básicas da disciplina; certamente esse fato compromete o desempenho dos alunos.