Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Espaços Urbanos; Política Cultural; Política Educacional
Limpar filtros
História, cinema e Educação: o Brasil Colonial sob a ótica de "Desmundo"
História, História da Educação, Cinema, Teatro e TV, Outras Mais Específicas, Política Cultural e Política Educacional

A educação é um processo que se realiza na relação entre os sujeitos sociais. A sociedade sempre se organizou a partir de instruções ou regras de aprendizagem que só mais tarde receberam o nome de educação. O interesse por compreender os processos educacionais levou pesquisadores a se debruçar sobre essa temática. Objetivamos no presente estudo dar prosseguimento aos esforços iniciados na década de 1990, ampliando reflexões acerca da Educação, com base no Brasil Colonial como recorte temporal; nosso instrumento de análise partirá do filme Desmundo, de Alain Fresnot, que é uma adaptação para o cinema do romance histórico homônimo de Ana Miranda.

Aproximando Anísio Teixeira e as recentes políticas de gestão na educação
Política Educacional

Este ensaio objetiva aproximar o pensamento de Anísio Teixeira e as recentes políticas públicas voltadas para a gestão escolar. O intuito é analisar, sob a ótica do educador, como a gestão escolar brasileira vem sendo forjada, principalmente a partir da década de 1990. Esse recorte temporal se deve à descentralização administrativa realizada naquela década, que delegou às escolas a responsabilidade pela provisão e pelos resultados dos serviços prestados. No entanto, essa medida não é verificada na realidade das escolas, que devem possuir mais autonomia para atender às demandas locais e contribuir para um projeto democrático de nação.

Avaliação sem reprovação: um estudo sobre a avaliação democrática
Avaliação, Formação de Professores, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

A avaliação é um desafio para o pensamento pedagógico. Em pleno século XXI, ainda nos deparamos com muitos limites que envolvem os processos de avaliação. Uma questão orienta nossa pesquisa: como os docentes pensam a avaliação? Nesse sentido, é pertinente que tomemos a percepção dos professores em relação a uma avaliação que seja democrática, deixando de ter sua preocupação somente na questão do conteúdo e a avaliação qualitativa. Para a contribuição das pesquisas e dos diálogos, foram utilizados estudos de Hoffmann e Luckesi. O artigo apresenta um breve histórico sobre a avaliação tradicional e um histórico da avaliação sem reprovação.

Resenha do artigo “Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente”
Formação de Professores e Política Educacional

O artigo resenhado é de António Nóvoa, notório na área da Educação, tendo produzido mais de cem textos, em que discorre, por exemplo, sobre a profissionalização docente. No cenário internacional, vem se destacando como organizador de grandes debates sobre o processo de ensino-aprendizagem. Cursou Ciências da Educação na Universidade de Lisboa, fez mestrado e doutorado sobre o processo de profissionalização docente em Portugal, seu país natal. No ano de 2006, foi eleito reitor da Universidade de Lisboa.

Reciclagem eletrônica: valor de uma rádio na escola usando minitransmissor de rádio com sucatas eletrônicas
Biologia e Biociências, Física, Comunicação, Filosofia, Vivências de Sala de Aula, Cidadania e Comportamento e Política Educacional

Os meios de comunicação possuem grande importância para a sociedade, pois através deles acontece a globalização local e mundial. Um desses meios é o rádio, que, apesar de ter perdido espaço para a televisão e a internet, ainda tem grande relevância na sociedade. Por isso, este projeto foi elaborado tentando resgatar a importância do rádio como meio de comunicação de massa e que pode contribuir dentro da escola para a informação, aprendizagem e lazer na Escola Estadual Gov. Walfredo Gurgel, tendo como ponto de partida a montagem de um minitransmissor de rádio FM.

A gestão escolar como instrumento de prevenção da síndrome de Burnout entre educadores
Saúde, Psicologia, Formação de Professores, Instituição Escola e Política Educacional

Dentre as muitas e diversificadas atribuições de um diretor escolar está a responsabilidade de gerenciar pessoas. Professores, escriturários da secretaria, merendeiras, funcionários da limpeza, inspetores e zeladores são seres humanos que desempenham diferentes tarefas dentro de uma unidade escolar. Conduzir indivíduos de formações, perfis e personalidades variados de modo a formar um todo, funcionando em sintonia, não é um encargo trivial. O presente artigo oferece informações sobre a atribuição profissional de gerir pessoas.

História Local no currículo do Estado do Rio de Janeiro: um estudo de caso do 9º ano do Ensino Fundamental
História, História da Educação e Política Educacional

A presente pesquisa tem como objetivo central compreender o espaço ocupado pela História no currículo do Estado do Rio de Janeiro, constituindo um estudo de caso da matriz curricular do 9º ano do Ensino Fundamental. A investigação engendra a metodologia estatística e a análise de conteúdo como ferramentas de leitura da normativa que regulamenta o ensino de História Local. Desse modo, esta pesquisa insere-se no âmbito da História da Educação, procurando compreender as estruturas conceituais, pedagógicas e legislativas que fundamentam a normatização da História local e a sua relação com o aprendizado no currículo fluminense.

Percursos desenvolvidos pelo Projeto Étnico-Racial da Universidade de Passo Fundo
Espaços Urbanos, Política Cultural e Política Educacional

O Projeto de Extensão Étnico-Racial desenvolvido na Universidade de Passo Fundo (UPF) manifesta uma ação de extensão em relação ao território de análise. O projeto desenvolvido tem como objetivo principal construir processos de viabilização da promoção e da proteção dos direitos de grupos étnico-raciais minoritários socialmente na comunidade de Passo Fundo/RS e região. O trabalho enquadra-se em uma pesquisa de abordagem qualitativa, de caráter exploratório, já que busca mediar as diferentes culturas com vistas à inserção de diferentes grupos étnicos.

A gestão educacional e os impactos da ideologia gerencialista para a educação pública
Política Educacional

O artigo tem por objetivo compreender as consequências do gerencialismo na gestão da escola pública e sua difusão nos países da América Latina a partir da década de 1990. Entende-se que programas e projetos implementados nas redes públicas sob a perspectiva gerencial decorrem do processo de modernização da gestão, pautado nos princípios neoliberais. Alguns especialistas acreditam que o gerencialismo, com suas reformas concretas no plano econômico, político, jurídico e educacional, é adequado para atender às demandas do Estado, proporcionando a flexibilidade e a racionalidade na aplicação dos recursos.

Possibilidades e tensões da tecnologia no ensino do aluno autista
Saúde, Comunicação, Psicologia, Sociologia, Avaliação, Educação Especial e Inclusiva, Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

O presente artigo aborda o uso e as possibilidades da tecnologia no Ensino Básico para os alunos autistas, com ênfase no papel do profissional da sala de aula regular como agente motivador da construção do conhecimento de seus alunos especiais. A pesquisa é bibliográfica. Para tanto, apoiamo-nos nos estudos de Albuquerque, Carvalho, Kanner, Klin, Kubaski, Mantoan, Schmidt, na legislação brasileira e na Declaração de Salamanca. Ao analisarmos o uso e as possibilidades da tecnologia no Ensino Básico para os alunos autistas, ratificamos a importância da atuação do professor, no que diz respeito à realização de atividades adaptadas.