Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Busca: covid
Limpar filtros
Desafios da gestão escolar frente à pandemia de Covid-19
Computação e Tecnologias, Avaliação, Educação a Distância, Educação Infantil, Instituição Escola, Outras Mais Específicas e Política Educacional

O objetivo geral deste artigo é discutir acerca dos desafios da gestão escolar frente à pandemia de Covid-19, bem como discorrer sobre aspectos pertinentes quanto à saúde e à educação no período. A pesquisa foi baseada e fundamentada com bibliografia atualizada, teorizada por grandes autores. A metodologia está fundamentada na revisão bibliográfica multidisciplinar, além de técnicas de pesquisa doutrinária. O procedimento técnico adotado foi o analítico, justificado e baseado nas teorias de gestão e Psicanálise, com vistas a construir o desenvolvimento do trabalho. Sabe-se que o coronavírus atingiu o mundo inteiro de forma surpreendente e em virtude disso professores e gestores precisaram se reinventar para poder potencializar o ensino em um momento tão sombrio na história da humanidade. Esta pesquisa se justifica, pois o Covid-19 tem alto poder de contágio e letalidade e isso desencadeou muito medo em todas as áreas de atuação; consequentemente, também teve reflexo no desempenho dos profissionais docentes e gestores. Esta pesquisa tem como objetivo verificar o impacto causado pelo coronavírus na educação brasileira, bem como os gatilhos psicológicos negativos que foram danosos à saúde mental de todos. Observou-se neste artigo sobre o que é necessário ser feito para minimizar os impactos psicológicos negativos da Covid-19 na gestão escolar; em um terceiro momento conheceremos um pouco sobre o Método da Vibração, uma metodologia eficaz para se manter imune mentalmente e motivado mesmo em tempos obscuros. Por fim, pretende-se com este trabalho levar conhecimento à comunidade, a fim de que os docentes mantenham-se sempre saudáveis, ativos, vibrantes, a fim de buscar sempre a qualidade no ensino.

Trabalho docente na rede municipal de São Paulo no contexto da pandemia de Covid-19
Computação e Tecnologias, Educação a Distância, Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

Este artigo apresenta reflexões sobre os desafios do ensino em tempos de pandemia. A crise sanitária global provocada pela Covid-19 trouxe impactos econômicos, políticos, sociais e educacionais sem precedentes. Nesse contexto, o ensino remoto foi adotado em diversas redes de ensino mundo afora, uma vez que o isolamento social se tornou necessário como tentativa de controle da pandemia. Assim, com base em relato de prática docente desenvolvida na rede municipal de ensino de São Paulo, por meio de aulas virtuais, são analisadas questões relacionadas a aspectos institucionais; à funcionalidade das ferramentas digitais adotadas; à inclusão digital; às demandas dos docentes; às potencialidades e dificuldades envolvidas no ensino remoto para estudantes do Ensino Fundamental na rede pública. Considerando que o relato apresentado é um recorte da realidade de uma importante rede de ensino, as discussões levantadas podem contribuir para o debate necessário nesse contexto inédito, com vistas ao fortalecimento da educação pública como instrumento de equidade.

Uso das ferramentas pedagógicas e tecnológicas no contexto das aulas remotas
Educação a Distância, Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

As consequências da pandemia da covid-19 afetaram o mundo todo e não obstante isso os sistemas de educação foram submetidos a enfrentar uma série de desafios. Partindo deste pressuposto, este trabalho tem como objetivo analisar as ferramentas pedagógicas e tecnológicas que os professores da Escola Francisco Sales Gadelha de Oliveira estão utilizando no contexto das aulas remotas. Os sujeitos da pesquisa foram 22 professores, e utilizamos como instrumento de coleta de dados a aplicação de um questionário. Os resultados obtidos da pesquisa revelaram que os professores estão desenvolvendo as suas práticas pedagógicas nesse contexto atípico que estamos vivenciando por meio do ensino remoto.

Educação na comunidade quilombola de Serra Feia, em Cacimbas/PB, em meio à pandemia da covid-19
Educação a Distância, Instituição Escola e Vivências de Sala de Aula

A covid-19 é uma doença altamente contagiosa que surgiu na China no final do ano de 2019 e em poucas semanas disseminou-se por todas as regiões do planeta, causando problemas em todos os setores. Este artigo objetiva analisar como a Escola Joaquim Cassiano Alves, da comunidade quilombola de Serra Feia, em Cacimbas/PB está desenvolvendo suas atividades utilizando o ensino remoto e os impactos resultantes desse período, de acordo com os docentes. Os resultados mostram que o ensino remoto não está trazendo resultados satisfatórios, especialmente pela falta de equipamentos e pelo alto índice de desinteresse.

Os educadores e as competências de ensino em EaD no pós-covid-19
Educação a Distância, Formação de Professores, História da Educação, Instituição Escola e Política Educacional

Tendo como pano de fundo e, ao mesmo tempo, agente catalisador à covid-19 constatamos que a concepção e prática do ensino em EaD passa atualmente por significativas transformações no Brasil, principalmente nos níveis mais básicos do ensino oficial. Assim, este artigo apresenta informações, análises, questionamentos e sugestões com o objetivo de fomentar reflexões sobre um tema que se tornou mandatório no ambiente escolar: o ensino público a distância mediado pela web.

Impactos da covid-19 na educação em Paulista/PB: uma influência das mídias digitais
Computação e Tecnologias, Física, Educação a Distância, Formação de Professores e Política Educacional

Com a disseminação da covid-19, muitas atividades dos diversos setores sofreram modificações, especialmente o educacional. Os professores tiveram que rever suas metodologias e se adequar à nova realidade. A partir de então esses profissionais passaram a ministrar suas aulas de forma remota em plataformas online. Este trabalho tem o objetivo de investigar como os professores da cidade de Paulista/PB estão lidando com essa realidade e de que forma eles vêm adaptando suas metodologias.

Eurocentrismo e a pandemia de Covid-19 no continente africano: afinal, o que sabemos?
Geografia e História

A pesquisa aqui desenvolvida buscou, mas sem a pretensão de esgotar o assunto, refletir brevemente sobre como a mídia hegemônica brasileira informou sobre a pandemia de Covid-19 no continente africano. Essa investigação se deu nos meses de março e abril de 2020, em que buscou-se por matérias dos principais sites responsáveis pela formação de opinião do leitor e por isso escolhidas. Dessa forma, partindo de uma análise crítica dos textos noticiados, esboçamos um paralelo entre o eurocentrismo com a pandemia na África e de que forma esses textos refletiram uma visão eurocêntrica, reforçando estereótipos e normalizando o continente como palco de excelência para desastres.

Produção e distribuição de sabão caseiro em comunidades carentes como ação de enfrentamento à covid-19
Ecologia e Meio Ambiente e Saúde

Utilizamos os óleos vegetal e animal na preparação da alimentação; entretanto, na maioria das vezes o usuário não sabe o que fazer com o óleo utilizado e acaba descartando-o no ambiente, influenciando a propagação de maus hábitos ambientais. Este relato é resultado de um projeto extensionista realizado por acadêmicos do curso de licenciatura em Química do IFRO - Câmpus Ji-Paraná/RO tendo como objetivo produzir e distribuir sabão caseiro a partir da reutilização do óleo residual a comunidades carentes ou grupos socioeconomicamente vulneráveis, como medida de enfrentamento à covid-19.

A pandemia e o ensino de Ciências Sociais: Uma experiência de implementação das atividades remotas da disciplina de Sociologia em uma escola pública do interior baiano
Sociologia e Instituição Escola

A pandemia desencadeada pela covid-19 evidenciou as desigualdades que estruturam as relações sociais no Brasil. Sem preparo prévio, professores e estudantes foram obrigados a se adaptar a uma nova realidade educacional. Este artigo parte desse contexto e visa analisar uma experiência de implementação de atividades remotas emergenciais em Sociologia nas turmas de Ensino Médio de uma escola pública do interior baiano. As análises concluíram que as metodologias remotas foram ineficazes para atender as demandas estudantis e apontaram para a necessidade de as Ciências Sociais publicizarem suas metodologias investigativas para serem reconhecidas como área fundamental para compreender fenômenos sociais como a pandemia.

Desafios docentes da segunda fase do Ensino Fundamental na Educação Remota em Cacimba de Dentro/PB
Educação a Distância

Em meio à pandemia da covid-19, as aulas presenciais foram suspensas para evitar aglomerações, sendo adotado o ensino emergencial (aulas remotas). Utilizando-se a tecnologia (tablets, smartphones e computadores). Esta pesquisa tem como objetivo principal averiguar quais são os principais desafios que os professores da segunda fase do Ensino Fundamental de Cacimba de Dentro/PB estão enfrentando ao ensinar de maneira remota. Objetivos gerais: fazer levantamento bibliográfico sobre os desafios docentes na educação remota; aplicar questionário on-line (usando o Google Forms); analisar artigos e monografias disponíveis na internet sobre desafios docentes na educação remota.