Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Busca: covid
Limpar filtros
A pandemia e o ensino de Ciências Sociais: Uma experiência de implementação das atividades remotas da disciplina de Sociologia em uma escola pública do interior baiano
Sociologia e Instituição Escola

A pandemia desencadeada pela covid-19 evidenciou as desigualdades que estruturam as relações sociais no Brasil. Sem preparo prévio, professores e estudantes foram obrigados a se adaptar a uma nova realidade educacional. Este artigo parte desse contexto e visa analisar uma experiência de implementação de atividades remotas emergenciais em Sociologia nas turmas de Ensino Médio de uma escola pública do interior baiano. As análises concluíram que as metodologias remotas foram ineficazes para atender as demandas estudantis e apontaram para a necessidade de as Ciências Sociais publicizarem suas metodologias investigativas para serem reconhecidas como área fundamental para compreender fenômenos sociais como a pandemia.

Desafios docentes da segunda fase do Ensino Fundamental na Educação Remota em Cacimba de Dentro/PB
Educação a Distância

Em meio à pandemia da covid-19, as aulas presenciais foram suspensas para evitar aglomerações, sendo adotado o ensino emergencial (aulas remotas). Utilizando-se a tecnologia (tablets, smartphones e computadores). Esta pesquisa tem como objetivo principal averiguar quais são os principais desafios que os professores da segunda fase do Ensino Fundamental de Cacimba de Dentro/PB estão enfrentando ao ensinar de maneira remota. Objetivos gerais: fazer levantamento bibliográfico sobre os desafios docentes na educação remota; aplicar questionário on-line (usando o Google Forms); analisar artigos e monografias disponíveis na internet sobre desafios docentes na educação remota.

A Covid-19, o retorno às aulas e o custo social do fechamento das escolas - o que pode ser feito?
Saúde, Geografia, História, Sociologia, Educação a Distância, Formação de Professores, Instituição Escola e Vivências de Sala de Aula

O retorno às aulas no período pós-pandemia exige diversos critérios e movimentos de governos – em todas as esferas – e escolas para atender às orientações da Organização Mundial da Saúde. Enquanto isso, o ensino remoto vem mostrando que a desigualdade social se estende às condições educacionais – não só na escola como nas famílias, pois os recursos disponíveis têm níveis extremamente diferentes.

O papel do professor como agente transformador da educação em meio à pandemia da covid-19
Saúde e Educação a Distância

O presente artigo se desenvolveu através de pesquisas em que foram consultadas referências bibliográficas, a partir da abordagem qualitativa, na área da Educação objetivando o crescimento do conhecimento sobre o papel do professor na época de pandemia da covid-19, analisando a responsabilidade do educador da atualidade ao criar estratégias para estabelecer o equilíbrio entre a inovação e o tradicional na contemporaneidade. Verifica-se que as transformações determinadas pelo contexto sócio-histórico convidam a uma revisão e atualização de vários princípios, abordagens e modelos, inclusive pedagógicos.

A infância no Ensino Fundamental: desafios em tempos de pandemia e ensino remoto
Educação Infantil, Formação de Professores e Instituição Escola

Este artigo discute o direito à infância no cenário piauiense. O tema nasceu das inquietações e experiências docentes das autoras no que diz respeito aos impasses na garantia do direito à infância. O texto apresenta resultados da pesquisa qualitativa que objetivou investigar a infância nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com base no trabalho docente de três professoras. A investigação adotou abordagem qualitativa de cunho bibliográfico e documental. Os dados revelaram que a pandemia trouxe um cenário atípico para a educação, tornando-se ainda mais desafiador promover educação capaz de garantir o direito à infância.

Pandemia e aula remota: o uso do diário como suporte para o relato de uma experiência
Educação a Distância e Vivências de Sala de Aula

Este texto é um relato de experiência de uma professora da rede estadual de Educação do Rio de Janeiro, a partir das atividades remotas de ensino iniciadas com a suspensão das aulas presenciais em março de 2020, devida à pandemia causada pela covid-19. O recorte são os diários que passaram a ser construídos com o estabelecimento das aulas remotas e que teve como objetivo o registro dos acontecimentos desencadeados pela crise. A busca é por apresentar o cenário das atividades propostas para a educação escolar durante a quarentena e de como os estudantes relatam suas condições de vida, a participação nessas atividades, suas expectativas, anseios ou simplesmente de como se comunicam.

Relato de experiência do Estágio Supervisionado I: Educação Física no contexto de pandemia da covid-19
Vivências de Sala de Aula

O curso de Educação Física da UEPA se organiza em quatro estágios supervisionados; o primeiro visa a Educação Básica da rede pública de ensino, nas modalidades de Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) apresenta como eixos estruturantes das práticas pedagógicas e das competências gerais da Educação Básica os direitos de aprendizagem e desenvolvimento para que as crianças possam desempenhar papel ativo em ambientes que as convidem a vivenciar desafios e a sentirem-se provocadas a resolvê-los.

Percepções do segundo professor de turma sobre o ensino remoto em tempos de pandemia: emergências percebidas
Educação Especial e Inclusiva

Os desafios emergentes da docência no contexto da Educação Especial com o ensino remoto têm se constituído em pauta recorrente para reflexões, por sua complexidade e especificidades. Este artigo objetiva analisar como os segundos professores de turma vêm estabelecendo o processo de mediação, interação e o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem com alunos da Educação Especial incluídos nas classes regulares em escolas do ensino fundamental e médio de abrangência da Coordenadoria Regional de Educação de Seara. Para a coleta de dados utilizamos um questionário com perguntas abertas e fechadas, aplicado através do Google Forms, e a socialização das experiências em encontros de orientações e formação continuada.

Ensino de História em tempos de crise: a pandemia e o convite à essencialização da História na aprendizagem escolar
História, Instituição Escola e Política Educacional

O presente artigo corresponde a uma inquietação: o que ensinar no ensino remoto? A pandemia do coronavírus alterou as formas e os formatos das relações educacionais e, com isso, os processos de aprendizagem sofreram grande impacto com a falta de compreensão sobre o novo contexto em que a escola foi inserida. Do ponto de vista do ensino de História, buscamos neste trabalho apresentar um breve panorama de como as instituições escolares se posicionaram durante a pandemia (até esse momento) e, a partir da análise dos pareceres do Ministério da Educação, problematizamos as condições às quais a formação escolar foi submetida e o esvaziamento do currículo de História.

Covid-19 e mudanças educacionais no Ensino Fundamental I
Vivências de Sala de Aula

Este trabalho apresenta relato de experiências vivenciadas por professora alfabetizadora no município de Colorado do Oeste/RO, evidenciando angústias, desafios provocados pela suspensão das aulas em decorrência da pandemia da covid-19 em 2020. Apresenta constantes mudanças e expectativas ao longo do ano de 2020 até 17 de março de 2021, período no qual foi realizada a presente pesquisa. O trabalho contou com pesquisa bibliográfica e de campo evidenciando que a educação brasileira foi marcada por mudanças radicais, as pesquisadoras entendem esse período como divisor de água no cenário educacional.