Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Espaços Urbanos; Política Cultural; Política Educacional
Limpar filtros
Refletindo sobre o sistema de cotas no Rio de Janeiro como acesso à universidade pública
Formação de Professores e Política Educacional

Há defensores e adversários das políticas de cota em vigor no Brasil, ambos os grupos com seus argumentos. Sabe-se, entretanto, que esse sistema não resolve o problema estrutural da Educação no Brasil; procura amenizá-lo, além de reduzir os abismos sociais que nossa sociedade apresenta.

O olhar dos professores sobre as avaliações externas e seus impactos nas práticas pedagógicas
Formação de Professores e Política Educacional

Avaliações externas redirecionam metas para as unidades escolares pelo bom desempenho das escolas; as avaliações têm o objetivo de relacionar a permanência do aluno na escola com a qualidade do processo ensino-aprendizagem. Enem é apontando como uma das principais avaliações, que pedem estratégias para melhorar as habilidades dos alunos na busca de bons resultados; outros veem essas avaliações como um ranking que gera desigualdade e competição entre escolas ao invés de trazer melhorias.

Reforma do Ensino Médio é retrocesso para a educação
Formação de Professores e Política Educacional

A nova Lei do Ensino Médio, proposta para ser aprovada em tempo recorde sem ampla discussão pela sociedade e por educadores, tende a aumentar a distância entre o que é oferecido à fatia da população com acesso a escolas particulares e o que é trabalhado nas escolas públicas, que continuarão sofrendo com problemas de infraestrutura e falta de professores.

Análise das propostas curriculares para o Ensino de Nutrição no Estado do Rio de Janeiro
Formação de Professores e Política Educacional

Para atender às determinações do Currículo Mínimo de Ciências e Biologia, ainda que este não explicite ou oriente como devem ser feitas as práticas, o ensino de Nutrição deveria priorizar conteúdos mais atuais e relevantes para os alunos, que valorizassem as questões sociais e culturais do assunto.

Políticas públicas de combate ao racismo e as estratégias militares: o aproveitamento do êxito
Formação de Professores e Política Educacional

As políticas públicas de combate ao racismo colocadas em vigor nos governos Fernando Henrique Cardoso e Lula utilizaram o processo de “cooptação voluntária” para alcançar seus objetivos, privilegiando o multiculturalismo, mas não foram objeto de avaliação por quaisquer critérios.

Reflexões sobre a ampliação da escolarização para além da expansão quantitativa
Formação de Professores e Política Educacional

A ampliação das oportunidades educacionais deve representar oportunidades para que todos vivenciem situações favoráveis para a aprendizagem no contexto escolar. Um pressuposto básico sobre o cenário da profissionalização para a docência dos anos iniciais do Ensino Fundamental é a formação docente continuada.

Escola sem Partido: há interferência na autonomia do professor?
Formação de Professores e Política Educacional

O projeto de lei da Escola sem Partido propõe “neutralidade política e ideológica” do professor. Entretanto, ao colocar o estudante como elo mais fraco do processo de ensino e aprendizagem e sugerir o impedimento de análises da realidade do aluno, da escola e da sociedade, o projeto fere a Constituição Federal e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

A contribuição de mestrados em ensino nas práticas de gestão escolar
Formação de Professores e Política Educacional

Docentes que assumiram cargos de gestão escolar consideram que a formação continuada que tiveram nesse assunto contribuiu bastante para seu desempenho à frente de unidades escolares, em pesquisa realizada no Rio Grande do Sul.

Reflexões sobre a gestão participativa e democrática
Formação de Professores e Política Educacional

Um gestor precisa mais do que tomar decisões e ficar à frente da escola. Ele precisa ser um planejador, um coordenador que distribui responsabilidades e traz toda a comunidade para atuar na "sua" unidade. Para sua gestão ser democrática, deverá ouvir as ideias e opiniões dos atores envolvidos.