Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Trabalho, saúde e cidadania: um estudo das pesquisas escolares realizadas por estudantes cearenses na Biblioteca Pública de Maranguape
História da Educação

Este trabalho investigou as pesquisas escolares dos estudantes cearenses no ano de 1980 realizadas na Biblioteca Pública Capistrano de Abreu, em Maranguape/CE. O esforço consistiu em identificar e caracterizar essas pesquisas, classificando-as por áreas de conhecimento. A pesquisa, de cunho quanti-qualitativo, inserida no campo da História da Educação, adotou a abordagem da história cultural, privilegiando a perspectiva teórica de Chartier sobre práticas sociais de leitura e escrita. Ao inventariar tais pesquisas, evidenciamos o repertório de saberes curriculares.

Interdisciplinaridade e escolarização: o lugar da História na Educação Contemporânea
História

Esta reflexão versa acerca da inserção da interdisciplinaridade com o processo de escolarização dos indivíduos. O estudo tem como objetivo demonstrar quais são os resultados positivos possíveis a partir da consolidação de um ensino interdisciplinar, da mesma forma que busca assinalar os caminhos e métodos para que essa implementação se solidifique. O arcabouço teórico-metodológico consiste na consulta a autores que discorrem acerca da temática, tais como Azevedo, Fazenda e Gadotti. Ao final, destaca o papel da escola no processo de inserção da interdisciplinaridade no processo de escolarização.

Análise expositiva e crítica do artigo “Marx como referencial para análise de relações entre ciência, tecnologia e sociedade”, de Lima Júnior e colaboradores
Computação e Tecnologias e Filosofia

O artigo analisa as relações entre ciência, tecnologia e sociedade, dentro do referencial teórico e metodológico encontrado no livro O capital. Também prioriza a desmistificação dos três mitos da neutralidade da ciência, de acordo com a perspectiva marxista; na introdução, o trabalho traz um breve histórico a respeito do enfoque dado a ciência, tecnologia e sociedade (CTS) dentro dos currículos e das práticas de educação científica em países imperialistas; em seguida, aborda diferentes concepções de estudiosos do movimento CTS; por fim, expõe os três mitos apontados por Auler e Delizoicov.

Envelhecimento ativo e formação profissional em Educação Física: experiências em Sobral/CE
Saúde

A formação do profissional de Educação Física historicamente é associada à saúde, independentemente de qual seja a visão de saúde. Tal associação vem ocorrendo a despeito dos diferentes tipos de formação no Ensino Superior, da regulamentação da profissão e das mudanças epidemiológicas que tem acompanhado. O objetivo foi analisar o processo formativo dos profissionais de Educação Física e suas experiências com grupos de envelhecimento ativo. Foi realizada uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa. Participaram da pesquisa 20 profissionais atuantes em Sobral/CE.

Celeida Tostes: o barro em suas formas pelo olhar da criança: prática de ensino em espaço não formal
Formação de Professores, Educação Artística e Espaços Urbanos

Este artigo aborda questões alusivas ao processo criativo com barro, em uma experiência na educação não formal, com crianças de 2 a 10 anos. Discorre a respeito da importância de trabalhar o barro com elas. O objetivo é apresentar e compreender as possibilidades plásticas com o barro. Como referência para potencializar as atividades, lançamos mão da artista plástica e ceramista Celeida Tostes. Como metodologia, utilizamos a abordagem qualitativa. Os resultados obtidos do processo foram: desenvolvimento da coordenação motora fina, desinibição das crianças no processo de modelagem com o barro e aguçamento dos sentidos.

Currículo e Educação Física: uma reflexão sobre o espaço-tempo do esporte
Educação Física

Problematiza-se o espaço-tempo do esporte no currículo da Educação Física como construtor de identidades. Opera-se com um aporte pós-estrutural do campo do Currículo para compreender esse espaço-tempo do esporte. O esporte pode assumir espaços-tempos no currículo que encetam a construção de identidades tradicionalmente técnicas ou críticas, pois seu espaço-tempo é fugidio, assumindo uma perspectiva crítica e possibilitando a formação de sujeitos capazes de tornar o mundo um lugar democrático e com justiça social. Considera-se que o espaço-tempo do esporte é pedagogizado, marcado e atravessado pela cultura.

Educação Infantil sob a perspectiva da Base Nacional Comum Curricular
Educação Infantil

Este trabalho aborda a Educação Infantil sob a perspectiva da Base Nacional Comum Curricular, cujo objetivo é investigar como a organização curricular dessa etapa de ensino está estruturada no documento. Para a realização da pesquisa, foi realizada uma revisão teórica acerca da história da Educação Infantil, apresentação da Base Nacional Comum Curricular, bem como seus principais objetivos, seu conceito de criança e as suas orientações curriculares para a organização da Educação Infantil. O estudo foi feito com base em análise qualitativa, por meio da pesquisa bibliográfica e documental.

A Educação com Pessoas Jovens, Adultas e idosas (Epjai), a Matemática e o Cordel: a história de um encontro
Matemática e Vivências de Sala de Aula

O formato do resumo já diz ao que o texto vem:
ele vem escrito em versos não por desprezo ou desdém
das normas da Academia (nós sabemos que ela as tem!);
mas pra adiantar o tema, numa expressão enfática,
que é a articulação literária, política e didática
da Educação com jovens, gente adulta e com mais prática
com a arte do Cordel
e saberes de Matemática.

Práticas de letramento na Educação de Jovens e Adultos: a importância da mediação docente
Língua Portuguesa e Literatura e Política Educacional

Ao longo do tempo, a EJA tornou-se cada vez mais relevante para a sociedade brasileira, tendo em vista o grande quantitativo de jovens e adultos que, em tempo determinado, não tiveram a oportunidade de concluir o Ensino Médio. Devido às especificidades dos alunos, inúmeras são as dificuldades encontradas pelo docente que precisa exercer papel fundamental no processo de mediação do desenvolvimento de práticas de letramento. A finalidade deste trabalho é, por meio de uma pesquisa de cunho bibliográfico, abordar a importância da mediação do professor no desenvolvimento de práticas de letramento na EJA, priorizando a relação professor-aluno.

Ofensiva neoliberal e as implicações na área educacional
História da Educação, Instituição Escola e Política Educacional

A mundialização do capital trouxe novas configurações para a área educacional. No Brasil, desde 1995, aprofundou-se a ideia de desresponsabilização do Estado quanto à oferta dos serviços públicos. O campo educacional se tornou um mercado competitivo para as empresas especialistas em serviços educativos; a vinda dos empresários da Educação para a formulação e avaliação das políticas públicas levou à competição entre as escolas. A lógica mercantil adentrou os espaços educativos no processo de incorporação da competitividade empresarial no setor público; o gerencialismo passou a ser a base de reorganização do trabalho educativo.