Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Capoeira e educação libertária para formação de sujeitos autônomos – as práticas de ensino nas rodas de rua do Rio de Janeiro
Antropologia, Sociologia e Educação Infantil

Apesar de ter sido perseguida por sua origem, a Capoeira passou a ser valorizada nos governos Vargas, sendo consumida até pelo turismo, com uma estética baseada em acrobacias, mas reduzindo seu caráter transgressor. Ao contribuir para desenvolver a autonomia das pessoas, a Capoeira tem muito a ver com Educação, pois pode ser aplicada nos ambientes formais e informais.

Inclusão de alunos com síndrome de Noonan e demais síndromes: professores preparados?
Educação Especial e Inclusiva

Vivencia-se um momento importante para a Educação Inclusiva, reafirmado o direito a ter educação igualitária; esse direito se encontra assegurado na legislação. Entretanto, é necessário que a comunidade escolar se adéque às necessidades e individualidades do aluno. Este artigo visa discutir a inclusão escolar de um aluno com síndrome de Noonan nos anos finais do Ensino Fundamental. Foi realizada uma pesquisa, por questionário, com 21 professores de da rede estadual de ensino do Paraná. Os resultados apontam avanços na prática cotidiana da inclusão, mas ainda constatam-se dificuldades em desenvolver um trabalho igualitário.

Tempo de esperança no Sul global: retrato de uma liderança falha
Comunicação, Economia, História, Sociologia e Cidadania e Comportamento

As relações internacionais na atualidade vêm contrapondo os Estados Unidos a diversos países, como Rússia (e antes na Guerra Fria com a União Soviética), China, Coreia do Norte e do Médio Oriente. O comércio entre os países foi afetado pela crise de 2008, e provocou novas ações dos EUA em África e Ásia – inclusive com a justificativa de combate ao terrorismo.

Todos contra a dengue: um jogo interativo produzido em PowerPoint
Formação de Professores

Não é preciso reafirmar que as atividades lúdicas atraem os estudantes e facilitam o aprendizado de determinados conteúdos. Ao mesmo tempo, é sabida a importância do envolvimento da população nas ações voltadas para o combate ao mosquito transmissor da dengue e de outras doenças. Um jogo criado de maneira razoavelmente simples pode ajudar na preparação de estudantes para disseminar informações para a comunidade e contribuir para reduzir a incidência da dengue.

Jogo didático para o ensino de Física no contexto da deficiência intelectual
Física e Educação Especial e Inclusiva

É importante que a escola colabore com o desenvolvimento de alunos com deficiência e ofereça uma educação de qualidade. A utilização de recursos didáticos que atendam às suas especificidades é fundamental e o professor pode colaborar bastante. Neste trabalho apresentamos o jogo Passeio Elétrico, que foi utilizado por aluna com laudo de deficiência intelectual no 3o ano do Ensino Médio. É um jogo de tabuleiro no qual são trabalhadas habilidades e competências do ensino de Física selecionadas a partir do conhecimento do comprometimento intelectual da aluna. O recurso foi utilizado na sala de atendimento especializado; obtivemos dados preliminares em relação à contribuição para seu aprendizado. Os resultados demonstram que ela obteve bom desenvolvimento e foi motivada pelo recurso didático, considerado inclusivo.

As políticas públicas de educação de jovens e adultos do Brasil Colônia à LDB nº 9.394/96
Comunicação, História, Sociologia, História da Educação e Política Educacional

O presente trabalho é fruto de uma pesquisa bibliográfica sobre as políticas públicas para a Educação de Jovens e adultos que vêm sendo implementadas ao longo do tempo, desde o Brasil Colônia até o advento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996. A pesquisa foi feita em livros, artigos e na legislação pertinente ao assunto em questão; ali se percebe que a Educação de Jovens e Adultos no Brasil tem sido relegada a segundo plano quando se trata de políticas públicas de erradicação do analfabetismo e como direito subjetivo que é garantido pela Constituição, de a população aprender com qualidade e formar cidadãos preparados para resolver os problemas do seu contexto e continuar aprendendo para toda a vida.

Caminhos do Saber: uma experiência didático-pedagógica
Ecologia e Meio Ambiente, Geografia, História, Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Cidadania e Comportamento, Educação Artística, Fotografia, Língua Portuguesa e Literatura, Espaços Urbanos, Política Cultural e Política Educacional

Um grupo de professores da Paraíba, membros de uma ONG, vem fazendo passeios voltados para desenvolver suas culturas de modo que estejam sempre atentos para compreender mais e melhor a sua região, a sua história; com isso, esses professores poderão ensinar mais e melhor.

Os técnicos em Biblioteconomia e as bibliotecas escolares do Distrito Federal
História da Educação, Instituição Escola e Política Educacional

Esta pesquisa documental analisa a importância do técnico em Biblioteconomia nas atividades escolares e nas políticas públicas educacionais. A ausência desses profissionais prejudica o bom desempenho das atividades escolares e contribui para que as políticas públicas no campo da Educação não se concretizem.

História do ensino de Ciências na Educação Básica no Brasil (do Império até os dias atuais)
História da Educação e Política Educacional

A educação é reformulada de acordo com os interesses sociais, de acordo com o contexto político, histórico e cultural. Dentro dessa perspectiva, o ensino de Ciências foi incluído no currículo escolar e modificado conforme eram percebidas as necessidades de formação da população.

A importância da família para o sujeito portador de autismo, a educação e a formação docente
Antropologia, Comunicação, Filosofia, História, Sociologia, Educação Especial e Inclusiva, Educação Infantil, Formação de Professores, História da Educação e Política Educacional

O presente trabalho é fruto de pesquisa bibliográfica sobre transtorno do espectro autista (TEA); nela foi percebido que se trata de um distúrbio do desenvolvimento neurológico que está presente desde a infância, apresentando déficits nas dimensões sociocomunicativa e comportamental na criança. Foi percebido também o quanto a colaboração e a participação da família são importantes para o desenvolvimento dessa criança, principalmente colaborando junto aos profissionais da escola para que a sua aprendizagem significativa seja possível. Nesse sentido, percebeu-se o quanto a formação docente é importante para que as crianças com necessidades educacionais especiais sejam acolhidas em suas salas de aula, com professores preparados e competentes para que a sua aprendizagem seja significativa e de qualidade. A escola é o único espaço social que divide com a família a responsabilidade de educar. Assim, a formação dos professores é uma das primeiras etapas em busca de qualidade para a inclusão de alunos portadores de necessidades especiais, principalmente, os portadores de autismo.